quinta-feira, outubro 1, 2020
Início Notícias Vucevic, um gigante no caminho do Flamengo.

Vucevic, um gigante no caminho do Flamengo.

O
GLOBO – Nascido na Suíça, filho de pais naturais da extinta Iugoslávia, criado
inicialmente na Bélgica e depois em Montenegro. Este curto resumo demonstra o
quanto o pivô Nikola Vucevic, do Orlando Magic, está inserido no processo de
internacionalização da NBA, algo que começou a se intensificar a partir do fim
da década de 90. No Rio para o jogo amistoso entre seu time, o Orlando Magic, e
o Flamengo, como parte da pré-temporada da liga, o gigante de 2,13m defende
essa mesma internacionalização e vibra pela possibilidade de se ver diante de
um grande clube do Brasil e de sua apaixonada torcida, na partida deste sábado,
às 18h, na Arena da Barra.

— É
ótimo que a NBA esteja concentrada em se expandir pelo mundo. Nem todos têm uma
oportunidade de assistir aos jogos da liga profissional nos Estados Unidos. O
fato de irmos para o exterior e nos apresentarmos diante de fãs de diversos
lugares é uma grande experiência para nós e para eles — afirmou ele ao GLOBO,
em entrevista por e-mail. — Na ocasião em que fomos à Cidade do México, tivemos
uma experiência muito divertida. Desta vez, depois do Rio, vamos a Londres (14
de janeiro, jogo com o Toronto Raptors). Será ótimo jogar diante de fãs diferentes
em um ambiente diferente. É algo ótimo o que a NBA está fazendo.
Vucevic
é o tipo de atleta que pode afirmar ter o basquete em seu DNA. Seu pai,
Borislav, foi profissional por 24 anos e atuou na seleção da antiga Iugoslávia,
ao lado de Drazen Petrovic. Sua mãe, Ljiljana, também jogou basquete em
Sarajevo e em Boston. Quando o atleta nasceu, em 24 de outubro de 1990, o casal
morava na Suíça. O pivô começou a jogar em Montenegro, país que defendeu no
Europeu sub- 20 de 2009, antes de ingressar no basquete universitário
americano, pela Universidade of Southern California, entre 2008 e 2011, quando
foi selecionado pelo Philadelphia 76ers, da NBA. Em 2012, transferiu-se para o
Orlando Magic.
Provavelmente
por essa rodagem internacional, o gigante suíço está entre os que acreditam que
o talento para o esporte das cestas não se restringe apenas aos americanos.
— Há
bons jogadores em todo o mundo, e a NBA pode trazê-los para jogar nos Estados
Unidos. Isto torna a nossa liga ainda melhor.
Em sua
primeira viagem ao Brasil, Vucevic traz em suas participações na liga as boas
médias da temporada de 2014/2015, de 19 pontos, 10 rebotes e duas assistências.
Indagado sobre suas próprias características, ele explicou:
— Sou
um jogador de muita habilidade, alguém que pode fazer muitas coisas diferentes
na quadra. Para um cara alto, como um pivô, eu penso que me movimento muito
bem. Sou muito bom de arremessos e rebotes, e espero cavar mais faltas para
cobrar mais lances livres.
Sobre
o aguardado confronto com o Flamengo, o camiseta 9 acredita que será divertido.

Espero que haja muitos torcedores e muito entusiasmo, porque eles são muito
fortes em seus esportes. A arena vai estar lotada, e será uma boa experiência
para todos nós, em especial para mim, porque eu nunca havia estado no Brasil
antes — previu o suíço.
O fato
de o Flamengo contar com uma torcida de futebol, muito apaixonada e diferente
das torcidas que frequentam as partidas da NBA, não chega a preocupar.
– Será
muito entusiasmante jogar diante de uma torcida como esta, e num ginásio
lotado. Eles estarão lá vibrando por seu time, e embora seja um jogo de
pré-temporada, isso será ótimo. Todos eles estarão torcendo contra nós, nos
provocando, o que nos fará jogar ainda mais duro – encerrou Vucevic.

MAIS LIDOS

Arrascaeta ironiza na rede social: “Meu mengão malvadão”

O "tímido" meia uruguaio Arrascaeta parece cada dia mais a vontade com a torcida do Flamengo. Aliás, ele nunca pareceu incomodado com ela, mas...

Joia da base está próxima de renovação de contrato; confira

Um dos principais destaques do Flamengo na recente sequencia de boas partidas com atletas da base, Natan possui contrato com o rubro negro até...

Base do Flamengo é elogiada por Galvão Bueno

O Flamengo venceu o Independiente del Valle na noite desta quarta-feira, em jogo válido pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. O auxiliar Jordi Guerrero apostou nos jovens jogadores...

Jogador do Del Valle vê resultado injusto

A vitória do Flamengo sobre o Independiente del Valle, por 4 a 0, nesta quarta-feira, fez com que o Rubro-negro desse um salto na...