domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Zagallo elogia Guerrero: "No Brasil, é o melhor que tem."

Zagallo elogia Guerrero: “No Brasil, é o melhor que tem.”

Lancenet
– Muitas vezes classificado como obsoleto, desrespeitado e incrivelmente até
mesmo esquecido, principalmente pela nova geração, que não teve a oportunidade
de vê-lo em ação, Zagallo ainda respira futebol. Aposentado e com uma
“vida normalíssima”, o Velho Lobo, como é conhecido, gasta boa parte
da sua energia para se manter “ligadão” no que acontece no mundo da
bola. Isso envolve analisar e avaliar táticas, jogadores e competições. Sua
rotina ainda pertence ao futebol. Agora, no entanto, observado por um ângulo
diferente.

Aos 84
anos de idade, que serão completados neste domingo, ele mantém a rigidez,
sobretudo, no que envolve o futebol brasileiro. Multicampeão com clubes e
Seleção, o ex-treinador agora faz da sala de casa sua área técnica. Às 6h30 já
está de pé e só vai dormir “depois do Jô”. Os programas esportivos e
os jogos de futebol se emendam até o fim do dia. Assim, o controle remoto virou
um companheiro, a televisão o principal refúgio.
Zagallo
mostrou-se antenado (Aí, sim. Fomos surpreendidos novamente). Acompanha o
Brasileirão, campeonatos europeus e até virou um “dirigente
bilionário” por um dia ao montar uma equipe estrelada de craques (ver
galeria de fotos abaixo). Entre outros assuntos abordados em entrevista
exclusiva ao LANCE!, o “Formiguinha”, apelido da época de jogador,
culpa diretamente Felipão pela tragédia do 7 a 1, faz elogios a Guardiola,
mesmo não engolindo os pedidos do espanhol na Seleção, e critica a contratação
de Ronaldinho Gaúcho pelo Fluminense.
Ah,
ainda tem Neymar, Guerrero no Flamengo, Eliminatórias para Copa-2018, escândalo
na Fifa… Um verdadeiro bate-papo.

Vocês podem ficar à vontade. Meu tempo é livre (risos).
Como é o seu dia a dia?
Minha
vida é normalíssima. Faço meus treinamentos na academia três vezes por semana,
jogo bocha, o esporte dos coroas, vou ao cinema e teatro. Enfim, uma vida
comum, sem ter a obrigação de trabalhar porque estou aposentado. Tempo sobra, é
até chato. Gosto de tênis e vôlei. Joguei tênis aqui no condomínio, jogava
duplas, era um lazer. Preenchi meu tempo por anos deste jeito.
É comum escutar que o Zagallo está
ultrapassado. O que tem a dizer sobre isso?
Faço
acompanhamento de forma geral do futebol em qualquer situação que seja. A mania
aqui no Brasil, principalmente o pessoal dos esportes na televisão, é dizer
“fulano está ultrapassado”, “fulano é não sei o que”. Isso
não existe, pô! Começo às 10h nos programas esportivos e vou emendando um no
outro. Só vou dormir lá para 1h30 da manhã, perto do Jô Soares. Estou ligadão!
Zagallo com o controle remoto. Quais são
suas ligas e clubes do exterior favoritos?
Gosto
de ver o Espanhol e o Alemão, que se desenvolveu recentemente. O Italiano eu
não sou muito fã, é mais retranca que outra coisa. O Inglês está tentando
melhorar, buscando técnica, mas nunca chamou minha atenção. Mas sem dúvida
prefiro o Espanhol, tem o Real Madrid, o Barcelona, o Atlético de Madrid que
vem brigando em cima…
Mourinho e Guardiola são alguns técnicos
estrangeiros muito elogiados por torcedores e pela mídia. Os treinadores
brasileiros estão defasados em relação a eles?
Peguem
o Guardiola e o Mourinho para treinarem no Brasil. Venham dirigir um Flamengo
ou um Vasco. Eles vão ter o mesmo sucesso de lá, onde possuem verdadeiras
seleções na mão? “Quanto custa o jogador? Ah, R$ 70 milhões? Traz
lá!”. Quando chegarem aqui vão pedir quem? Não tem dinheiro para comprar.
O que é bom custa caro. A facilidade que eles têm de evoluir mais é o material
humano que possuem em mãos. Aqui a realidade é dura.
Então, caso um dia a CBF te consulte sobre
a possibilidade de trazer um técnico do exterior, o senhor votaria contra ou a
favor?
Sou
contrário. Temos excelentes técnicos para treinar a Seleção. Não vejo um
estrangeiro dirigindo a Seleção Brasileira. Quando fomos pentacampeões do
mundo, chamaram algum técnico brasileiro? Não. Então tenho o mesmo direito de
pensar assim. Se eles nunca precisaram da gente, não precisamos deles também.
Há algum convite para ser consultor da
CBF?
Não
existe convite, não tem nada. Eu estive em uma reunião, mas nada oficial e nem
agendado.
Vamos voltar a falar sobre técnicos então.
Qual é o motivo da “resistência” de brasileiros na Europa?
Vejo o
idioma como fator complicador. É por aí. Não vejo diferença na dinâmica de
trabalho dos brasileiros para os europeus. Gosto do Mourinho e do Ancelotti,
mais ainda do Guardiola, que aprendeu o alemão, continuou vencendo e deu um
grande salto na carreira. Isso foi fundamental.
Quais são seus treinadores brasileiros
favoritos?
Eu
gosto do Marcelo Oliveira, Tite, Muricy, Cristovão… O Cuca, quando estava
aqui, estava fazendo um bom trabalho. Quem está um pouco em baixa hoje é o
Luxemburgo, mas tem muita capacidade.
O que está achando do Guerrero no
Flamengo?
A bola
procura ele. Sempre bem colocado, puro mérito. Ótima contratação. Na
atualidade, dentro do Brasil, é o melhor que tem.
Acompanha a campanha do Botafogo na Série
B? O Glorioso encontrará dificuldade para voltar à elite?
O que
eu não acompanho? (risos). Fizeram uma safadeza com René. Ele perdeu vários
jogadores, montou um outro time, perdeu mais alguns, adaptou de novo. E tiram o
cara, rapaz? Isso que não entendo, pô! Conheço o presidente do Botafogo, mas
apenas uma briga explica o que aconteceu. Se vai subir tranquilamente eu não
sei, está uma briga filha da mãe e ele está ali em cima, mas não vai ser fácil
não. Vou torcer para subir de todo jeito. E o Ricardo Gomes é um cara bacana
pra burro, fora de série. Foi meu jogador, nota 10! Também torço por ele como
ninguém.
O
Vasco foi campeão carioca e agora está em uma situação delicada no
Brasileirão…
Não
quero que o Vasco caia, rapaz. Quero ver o Vasco melhor do que está agora. Está
triste!
O futebol brasileiro está carente de
atacantes? Vivemos recentemente grandes fases com Romário, Ronaldo, Adriano. Há
algum jovem que chama sua atenção?
A
gente fica lembrando dos que não tem mais, porém existem algumas promessas. Tem
um garoto no Santos que está pintando aí, o Gabigol, não sei, quem sabe? Um que
eu gostava pra caramba no Botafogo era o Vitinho. Se aquele garoto continuasse
no Botafogo, estaria estourando, vestindo a camisa da Seleção Brasileira, tem
um potencial muito alto.
Falamos de Guerrero, vamos falar de
Ronaldinho também, outro astro que está no futebol carioca. Foi uma boa
contratação para o Fluminense? Ainda dá caldo com 35 anos de idade?
Eu não
ia querer ele no meu time. Pode ser isso ou aquilo, a imprensa joga ele lá para
cima, mas na minha concepção de atleta, é um jogador que não morro de amores.
Teve uma fase excepcional no Barcelona e pronto, foi só. Pode dar certo? Pode,
vai jogar com Fred e uma garotada. Não é de correr muito, mas pode decidir
jogos. Uma falta, uma bola bem metida, coisas que ele sabe fazer. Mas ele é
mais show do que um jogador que eu gostaria de ter. Eu espero que esteja errado
e que ele possa ajudar o Fluminense.
O senhor disse que gosta de ver o Espanhol
e o Alemão. Mas e no Brasil? Quem está jogando o melhor futebol atualmente?
Atlético-MG
e Palmeiras.
O futebol jogado pela Seleção Brasileira
te agrada?
Não
encanta. Mas ninguém está encantando no mundo. Hoje falam da Alemanha, mas ela
podia muito bem ter perdido a final da Copa por 1 a 0 e poderíamos estar aqui
falando da Argentina. Felizmente não estamos (risos). Fui ao Maracanã, jamais
torcerei por eles.
Infelizmente o 7 a 1 é um tópico
obrigatório para tratarmos. Consegue contar um pouco sobre este dia trágico
para o Brasil?
Eu
felizmente ou infelizmente, como queiram, estava com problema saúde e não pude
acompanhar nenhum jogo do Brasil na Copa. Eu tinha mordomia total, jatinho,
limousine, hospedagem, tudo que tinha direito, mas não tinha condições físicas
para ir. No 7 a 1, eu estava em casa, sozinho, sem me aporrinhar com ninguém, e
vendo aquela situação. Antes de começar o jogo, eu já sabia que perderíamos.
Não tinha condição. Era uma Seleção Brasileira que estava dentro de uma gaiola,
onde abriu a porteira e todos os “canarinhos” saíram desgovernados,
cada um para um canto. Não podia acontecer outra coisa. Não vamos esquecer, não
tem como, mas isso vai ser um dia bom para nós. O que não podemos é comemorar
aniversário do 7 a 1.
Há algum culpado no 7 a 1?
A
Seleção não poderia começar a partida daquela maneira. Foi um erro tático! Não
tenho nada contra o Felipão, mas errou. Vou dizer que não? Ele perdeu e, da
maneira que perdeu, não tem nem o que dizer. Passar um pano por cima? Não tem
como, pô! Foi incrível, inexplicável.
O que faltou na semifinal da Copa-2014
contra Alemanha?
Faltou
liderança e saber defender. Não teve um que caiu para esfriar o jogo e
conversar com o time.
As Eliminatórias para Copa-2018 são
taxadas como as mais difíceis de todos os tempos para a Seleção. Concorda que
virá pedreira pela frente para Amarelinha?
O
Brasil nunca deixou de se classificar para uma Copa do Mundo. E não vai ser
agora. Nós temos condições de disputar palmo a palmo contra qualquer uma
seleção do planeta. Eu sou um cara que sempre acredita no futebol brasileiro.
Temos um Neymar? Sim, temos um Neymar. Se tivéssemos três, seria melhor. Mas
não é apenas com bons jogadores que se consegue corresponder taticamente dentro
de campo.
E a Neymardependência? Neymar está
sozinho?
Não.
Ele vai acrescentar aquilo que falta aos outros. E ainda podem surgir outros
jogadores. Temos uma boa base e tenho plena confiança no que o Dunga está
fazendo, ele está no caminho certo.
Neymar conquistará a Bola de Ouro?
Tem
tudo para ser o melhor do mundo, assim como o Messi conseguiu. Ele só tem a
evoluir mais. Saiu do nosso futebol, aqui não tem o que aprender mais. Foi para
Europa e lá se mantém atualizado. Neymar tem essa capacidade de evolução e
demonstra isso. Coloco ele, hoje em dia, no mesmo patamar de Messi e Cristiano
Ronaldo. Só fica um pouco abaixo do Messi porque é menos cascudo, a diferença é
essa.
Como está vendo este escândalo de
corrupção na Fifa e a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF?
Ih,
assunto complicado, muito complicado. Estou fora disso, estou fora…
Para finalizar, uma preocupação de muitos
brasileiros: Zagallo, como está a sua saúde?
Eu
realmente estive mal no ano passado por causa de uma bactéria alojada na coluna
que não conseguiam tirar de jeito nenhum. Mas agora estou bem, bem mesmo.
Graças a Deus.

MAIS LIDOS

Renato Gaúcho fala da goleada sofrida pelo Flamengo

O Flamengo está vivendo o seu pior momento na temporada. Após a saída de Jorge Jesus, o Rubro-negro investiu em Dome Torrent, entretanto, o...

Zagueiro do Del Valle revela pedido dos jogadors do Flamengo

O Flamengo foi humilhado pelo Del Valle na quinta-feira passada, em jogo da Libertadores da América. O Rubro-negro não viu a cor da bola e, por...

Entrevista de Marcos Braz não responde muita coisa

Marcos Braz deu sua entrevista coletiva neste sábado para falar sobre a derrota do Flamengo na quinta-feira e quais seriam as consequências dela. Mas...

Em coletiva, Braz banca permanência de Domenec

A tão aguardada coletiva de imprensa online de Marcos Braz na tarde deste sábado ocorreu a pouco, o tema principal, Domenec. Braz aproveitou a...