terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Zé tem a história a favor.

Zé tem a história a favor.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

ESPN
FC
: Por Marcos Almeida

Noite
de primavera na bela Volta Redonda. Arquibancadas tomadas pela multidão que
sorriu do início ao fim, em mais um massacre do nosso Flamengo. Tonto, pasmo, o
adversário não teve vez. Coube a ele aplaudir o baile do único rubro-negro do
planeta. Mais uns 3, 4 jogos e vai ser difícil tirarem o hepta da gente.
Tá,
talvez não seja nem tenha sido assim. Mas, de novo, testemunhamos a grande
mudança desde a subida de Zé Ricardo ao time principal: o Flamengo agora ganha.
E ganhou com um futebol melhor do que o apresentado no último domingo, contra a
Ponte Preta.
Apesar
do 0x0, o primeiro tempo foi bom, dos melhores do Mengo no ano. No 4-4-2, sem
invenções malucas, impusemos nosso jogo. Chances foram criadas e o gol só não
saiu porque Mancuello não estava calibrado, ou porque Vizeu não quis gastar
duas vezes na mesma partida a cabeçada fatal. Preferiu testar com o ombro.
Marcelo Cirino atravessa séria crise de relacionamento com a bola, brigaram o
tempo todo, e as boas intenções do atacante ficaram só em pensamento. A zaga
fez o feijão com arroz, embora César Martins tenha alternado grandes
intervenções com calafriantes patacoadas. Cheio de espaço, Rodinei deitou e
rolou pra cima dos deles. Faltou só a assistência para coroar a atuação do
nosso esforçado lateral, o melhor em campo nos 90 minutos.
A
segunda parte foi abaixo. Éverton entrou no lugar de Mancuello e voltamos ao
4-3-3. Ativo no primeiro tempo, Alan Patrick ficou mais escondido, e as
múltiplas chances se reduziram. Não a ponto de o placar permanecer inalterado.
A cabeçada consciente de Willian Arão encontrou a fatal de Felipe Vizeu. 1×0,
vitória flamenga. Ou melhor, triunfo.
Professor
Zé Ricardo foi bem nas demais mexidas. Sacou o errante Marcelo Cirino para a
entrada de Gabriel. Mais tarde, tirou Alan Patrick, cansado, colocando Cuéllar
para reforçar a marcação. Aliás, espero que o colombiano tenha ficado na
reserva para se curar 100% da lesão. Tem de ser titular, por mais que Márcio
Araújo esteja fazendo a cabeça de alguns com essa história de “maior ladrão de
bolas do Fla”. Com a vantagem no marcador, tivemos contra-ataques,
desperdiçamos todos. Muitos antes de a bola chegar perto da área adversária.
Por sorte, desta vez não rendeu dor de cabeça.
No
final das contas, mais 3 pontos, mais uma vitória e, mais do que nunca, a
dúvida: O que fazer com Zé Ricardo?
Nos
últimos dias, criticou-se a diretoria pela falta de posicionamento em relação
ao treinador. Claramente, ele será mantido interino até o time deslanchar ou
tropeçar seguidas vezes. Bandeira, Godinho e cia agem de maneira correta.
Não há
opções convincentes no mercado e qualquer uma delas custará muito mais que Zé
Ricardo. Ao mesmo tempo, seria irresponsável cravar a efetivação de alguém sem
experiência no comando de uma equipe profissional. O caminho foi e é testá-lo.
Inicialmente, sem cobranças, sem grandes responsabilidades. Primeiro passo:
incentivo e depósito de confiança. Assim tem sido.
Zé é
visto pelos jogadores como tímido. Após a partida, disse não querer estar à
frente do grupo, e sim ao lado. Zé tem dois jogos e duas vitórias no comando do
Flamengo. Zé tem pela frente o maior desafio da carreira: o Palmeiras, no Mané
Garrincha.
É hora
de dar o segundo passo. Uma breve conversa, tomada pelos cartolas, resolve.
“Olha, Zé. Se ganhar a próxima, você fica. Não que vá perder sua chance, se não
vencer. Mas, se ganhar, o emprego é seu.”
Zé tem
anos de Flamengo, Zé tem a história a favor. Carpegiani, Carlinhos, Andrade,
Jayme. Todos vieram do coração do Flamengo para comandar um Flamengo vencedor.
Zé tem
a oportunidade da vida. Torçamos por Zé.

MAIS LIDOS

Vitinho e Marcos Braz testam negativo para Covid-19

Nesta terça-feira (29), o atacante Vitinho testou negativo para o Covid-19. O resultado já foi enviado à Conmebol e o jogador pode ficar à...

Flamengo é a aposta do SBT para bater recorde de audiência

Após a rescisão de contrato da Rede Globo com a Conmebol, o SBT é a opção para transmissão de jogos em tv aberta. Nesta...

De volta? Diego Alves treina com bola no Ninho do Urubu

Diego Alves sofreu lesão no ombro na partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - onde a equipe acabou com um empate em 1...

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...