Tag: Al Hilal

Flamengo

“Aprendemos que não podemos desistir”, diz Ribeiro sobre viradas contra River e Al-Hilal

O Flamengo de Jorge Jesus mostrou que além de ser muito bom com a bola nos pés, também é forte mentalmente nas partidas decisivas. Assim como na final da Libertadores diante do River Plate, o Mais Querido venceu o Al-Hilal de virada na semifinal do Mundial de Clubes e o capitão Everton Ribeiro falou sobre a maneira com que os atletas encaram essa situação.

– Aprendemos que não podemos desistir. Que somos capazes. E que temos que jogar da nossa maneira os 90 minutos. Tem um outro time que vai tentar anular nossas jogadas, temos que tentar sair da marcação para fazer um bom jogo.

Foto: Alexandre Vidal/Marcelo Cortes/Flamengo

Projetando a decisão diante do Liverpool, o camisa 7 afirmou que a estratégia para encarar os ingleses já foi montada, mas só será divulgada quando a bola rolar.

– São poucos pontos fracos que eles têm, mas vamos fazer a estratégia em cima deles. Não posso falar aqui. O que tinha que ser feito, está feito. Agora, é colocar em prática no jogo.

Por: Coluna do Fla

Técnico do Liverpool exalta posturas de Flamengo e Al-Hilal no Mundial planeja: “Vamos fazer assim também”

Buscando uma vaga na final do Mundial de Clubes para encarar o Flamengo, o Liverpool tem pela frente o Monterrey, do México, na tarde desta quarta-feira (18). Na chegada dos Reds ao estádio Internacional Khalifa, o técnico Jurgen Klopp falou sobre o nível do jogo entre Flamengo e Al-Hilal e se mostrou encantado.

– Viemos jogar o nosso jogo da melhor forma possível. Todos têm que assumir a responsabilidade. Vi ontem o jogo, achei fantástico, muito ofensivo. E assim que tem que ser.

O técnico alemão também disse que o Liverpool vai buscar o título, desmentindo a ideia de que os europeus não dão importância ao campeonato mundial de clubes.

– Estamos usando a camisa do Liverpool e temos jogar com essa responsabilidade. Assim como fizeram ontem à noite, vamos fazer também.

Por: Coluna do Fla

Flamengo x Al-Hilal é a maior audiência da Globo desde 2005

A vitória do Flamengo por 3 a 1 contra o Al-Hilal no Mundial de Clubes marcou 33 pontos de média na Grande Rio de Janeiro, com 62% das TV ligadas na partida exibida nesta quarta (17). É um crescimento de 21 pontos (175%), ou quase o triplo, do que a emissora costuma marcar nesse horário, quando leva ao ar o Se Joga e os filmes da Sessão da Tarde.

Os dados são prévios e podem sofrer pequenas alterações na quarta-feira (18), quando saem os resultados consolidados.

O número de TVs ligadas no horário, das 14h10 até 16h40, foi 32% maior do que a média das quatro terças anteriores. Um jogo do Mundial de Clubes não tinha um desempenho tão bom na capital fluminense desde 2005.

Foto: Divulgação

Na prévia do Ibope da Grande São Paulo, o jogo registrou 18 pontos -39% das TVs estavam sintonizadas na partida. Mesmo sem a participação de uma equipe paulista, a audiência dobrou na comparação com as quatro terças anteriores.

Flamengo x Al-Hilal foi transmitido com exclusividade pela Globo na TV aberta, mas também ficou disponível gratuitamente no Globoesporte.com. O SporTV exibiu o confronto na TV paga.

No sábado (21), às 14h30, o Flamengo entrará em campo na final do Mundial de Clubes contra a equipe que sair vitoriosa do confronto entre Liverpool x Monterrey na quarta-feira (18).

Por: NOTÍCIAS DA TV

Gol de empate do Flamengo contra o Al-Hilal contou com 11 passes em 38 segundos

O Flamengo enfrentou o Al-Hilal, dos Emirados Árabes, e venceu por 3 a 1. Giorgian De Arrascaeta, Bruno Henrique e Al-Bulayhi (contra) foram os responsáveis por marcarem a favor do Rubro-Negro, enquanto que Salem Al-Dawsari descontou para os árabes. O primeiro gol do time carioca chamou bastante a atenção.

Isso porque, desde que Jorge Jesus chegou ao Flamengo, em junho deste ano, a filosofia do time é de trocar passes e manter a calma, independentemente do resultado. Quando ainda estava 1 a 0 para o Al-Hilal, no início do segundo tempo, o Rubro-Negro colocou o adversário para correr atrás da bola durante 38 segundos, trocou onze passes, com oito jogadores diferentes passando pela jogada até sair o gol que igualaria o placar do confronto.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Os dois zagueiros, os dois volantes, os dois lateral e os três atacantes tocaram na bola, antes de balançar a rede de Al-Muaiouf, goleiro do Al-Hilal. A jogada tem início em uma cobrança lateral, feita por Filipe Luís. A partir daí, Pablo Marí começa a sequência de passes que termina com De Arrascaeta concluindo ao gol. A sequência de toques na bola até o tento passou por: Pablo Marí, Rodrigo Caio, Rafinha, Rodrigo Caio, Arão, Marí, Gerson, R. Caio, Rafinha, Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e Arrascaeta.

Após grande partida contra o Al-Hilal, o Flamengo agora foca totalmente na final do Mundial de Clubes. O jogo acontece no sábado (21), às 14h30 (horário de Brasília), no estádio Khalifa Internacional. O Rubro-Negro aguarda o adversário, que sairá do confronto entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, na tarde desta quarta-feira (18).

Por: Coluna do Fla

Jorge Jesus ressalta confiança da equipe e melhora do Flamengo no segundo tempo

O Flamengo está na final do mundial de clubes! O Rubro-Negro entrou em campo na tarde desta terça-feira, venceu o Al-Hilal de virada e garantiu a classificação. Ao fim da partida, Jorge Jesus falou sobre a confiança da equipe e a melhora no segundo tempo.

– Quando você tem uma equipe que passa por duas situações em que precisa mudar o resultado e acredita até o fim, é importante. O Al Hilal esperou pelos momentos. O Flamengo é uma equipe que vai ter que mandar o jogo na maior parte -, destacou o treinador.

FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO

O Al-Hilal foi superior durante o primeiro tempo, anulando o time do Mais Querido, que não conseguia criar jogadas. No entanto, o Mengão voltou do intervalo mais ligado. A entrada de Diego, no lugar de Gerson, mudou os rumos da partida. O Mister comentou a superioridade do Fla e destacou as individualidades dos atletas

– O Al Hilal foi muito melhor nos primeiros 30 minutos. Depois, conseguimos subir o nível de três jogadores na qualidade individual. E o jogo foi transformado com uma superioridade muito maior do Flamengo na segunda parte -, afirmou o português.

O Flamengo entra em campo novamente no próximo sábado (21), às 14h30 (de Brasília), em busca do sonho da Nação: o bicampeonato Mundial. O adversário será o vencedor do duelo entre Liverpool e Monterrey.

Por: Coluna do Fla

Mister revela orientação passada aos jogadores antes de virada sobre o Al-Hilal

Apenas um passo para o título! O Flamengo venceu de virada o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por 3 a 1, na tarde desta terça-feira (17), e encurtou a distância na busca pela conquista do Mundial de Clubes da FIFA. Em entrevista na beira do campo após o apito final, Jorge Jesus revelou o que disse à equipe no intervalo, quando o placar ainda marcava 1 a 0 para os sauditas.

– No intervalo eu disse à equipe, assim como na Libertadores: “A gente vai fazer o gol. Conheço essa equipe (o Al-Hilal) tão bem quanto a nossa. Eles vão se desconcentrar, vão ter problemas durante a segunda parte”. O Flamengo passou por problemas na primeira parte, mas eu acalmei os jogadores -, contou o “Mister”.

FOTO: DIVULGAÇÃO / CONMEBOL

– Precisávamos melhorar na segunda parte. Não vou dizer o que, mas eu disse à equipe o que precisava para melhorar e melhorou.

Agora, o Flamengo aguarda apenas o adversário que enfrentará na grande decisão do Mundial de Clubes. Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, irão se encarar nesta quarta-feira (18) para definir o último finalista do torneio. A final será disputada no próximo sábado (21), também no Khalifa Stadium.

Por: Coluna do Fla

Flamengo vence de virada o Al-Hilal e vai à final do Mundial de Clubes

O Flamengo deu o primeiro passo na busca pelo título do Mundial de Clubes nesta terça-feira (17). Comandada por Diego e Bruno Henrique, a equipe carioca venceu de virada o Al-Hilal, por 3 a 1, e agora espera a definição do adversário da grande final do torneio, que será definida no jogo entre Monterrey, do México, e Liverpool, da Inglaterra.

O JOGO

O Flamengo foi quem teve a primeira chance de abrir o placar em Doha. Após cobrança de escanteio, aos 14 minutos, o goleiro Al-Muaiouf conseguiu afastar de soco, mas Gerson pegou o rebote na entrada da área, finalizou de primeira e por pouco não marcou o gol rubro-negro.

O Al-Hilal deu resposta aos 15, já dando indícios de melhora na partida. Em boa troca de passes pelo meio, Al-Dawsari saiu na cara do gol, chutou colocado, mas Diego Alves fez grande defesa. Na sobra, a bola ficou a caráter para Gomis na marca do pênalti, porém o atacante bateu mal e desperdiçou a chance.

Diferente de outros jogos, o Fla cedia muitos espaços para a equipe saudita, que tentava se aproveitar com a técnica dos jogadores Gomis e Giovinco. Dessa forma, a equipe carioca levou duro golpe aos 17.

Giovinco recebeu no meio e abriu ótima bola para Al-Buryak na direita, que recebeu e cruzou rasteiro para a área. Al-Dawsari apareceu quase na marca do pênalti, bateu colocado e abriu o placar em Doha. A bola ainda desviou em Marí, tirando qualquer possibilidade de defesa para Diego Alves.

FOTO: REPRODUÇÃO / TWITTER

O Flamengo acordou após o gol do Al-Hilal, mas encontrava muitas dificuldades para fechar os espaços e contava com atuação até então apagada de seus principais jogadores de frente: Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. A recomposição defensiva também foi outro problema para o Rubro-Negro no primeiro tempo, proporcionando contra-ataques perigosos para os sauditas.

O clube da Gávea voltou outro para o segundo tempo. Marcava forte a saída de bola do Al-Hilal, e procurava se movimentar mais em seu campo de ataque. Foi desta forma que chegou ao gol de empate, e da maneira “à Flamengo”, expressão que Jorge Jesus gosta de utilizar.

Logo aos 03 minutos, o Rubro-Negro trabalhou a bola de pé em pé, com paciência, até Gabigol descolar grande passe na área para Bruno Henrique. O camisa 27, por sua vez, apenas rolou para Arrascaeta completar para o fundo da rede.

Jorge Jesus promoveu a entrada de Diego Ribas na etapa complementar, e foi do camisa 10 a jogada para a virada da equipe carioca, aos 32 minutos. O meia abriu para Rafinha na direita, que cruzou na cabeça de Bruno Henrique. O atacante apenas teve o trabalho de completar para o gol.

Decisivo, Bruno Henrique também protagonizou o lance do terceiro gol do Fla, que “fechou o caixão” e selou a classificação da equipe, aos 36. Diego recebeu na entrada da área e achou Bruno, que fez ótima jogada na esquerda, invadiu a área e tentou o cruzamento para Gabigol. A bola, no entanto, foi desviada por Al-Bulayhi e acabou entrando.

Por: Coluna do Fla

Atacante do Al-Hilal exalta técnico do Flamengo: “Louco do futebol”

O Flamengo encerrou a preparação para o Mundial de Clubes. O Rubro-Negro entra em campo nesta terça-feira (17), às 14h30 (horário de Brasília). Jorge Jesus é um dos destaques da equipe carioca na temporada. O meia-atacante André Carrillo, do Al-Hilal – adversário do Fla -, elogiou o treinador português.

— A experiência de trabalhar com ele foi muito boa, ele é um treinador muito exigente e detalhista. Tenho muito carinho por ele, que sempre contou comigo. Muitos julgam ele pela forma de ser no campo, mas tem muito bom coração. Em campo, ele é um louco do futebol -, disse o jogador.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Carrillo foi treinado por Jorge Jesus em duas ocasiões, no Sporting, de Portugal, e no Al-Hila, dos Emirados Árabes. O jogador não vê favoritismo no confronto desta terça (17), mas elogiou o time do Flamengo.

— Está 50 a 50. Sabemos que Flamengo tem jogadores de alto nível e grande qualidade, mas o futebol se joga dentro do campo. São 11 contra 11, temos muitos jogadores de seleção. Vamos enfrentar de igual para igual o Flamengo -, encerrou o meia-atacante.

Por: Coluna do Fla

Flamengo x Al-Hilal – Acerte o placar

O Flamengo estreia contra o Al-Hilal, dos Emirados Árabes, no Mundial Clubes, nesta terça-feira (17). O confronto acontece no estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar. A partida é válida pela semifinal da competição e terá início às 14h30 (horário de Brasília).

Em jogo único, quem vencer por qualquer resultado avança. Empate leva para a prorrogação, e se permanecer a igualdade no placar após 120 minutos a decisão será nos pênaltis. Quem passar se classifica para a final e vai esperar pelo ganhador do duelo entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, que se enfrentam na quarta-feira (18), no mesmo estádio, também às 14h30 (horário de Brasília).

Coincidência do destino, o Al Hilal foi justamente o último clube de Jorge Jesus antes de todo o sucesso do técnico português à frente do Flamengo, no Brasil. Pela equipe saudita, foram sete meses de trabalho e o título da Supercopa Saudita. Tricampeão da Champions League asiática (1992-2000-2019), o time conseguiu a façanha de ser o primeiro do Oriente Médio a levantar a taça desde 2011.

Esta é a penúltima edição do Mundial de Clubes no atual formato, que reúne os sete campeões de cada continente em um torneio de tiro curto. Em 2020, a competição volta a se repetir também no Catar, mas a partir de 2021 passará a ter um novo regulamento, com 24 clubes e critérios de classificação ainda não definidos pelas confederações. A edição de estreia será na China.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO x Al-Hilal

Local: Doha, Qatar Data: 17 de dezembro de 2019, terça-feira Horário: 14h30 (horário de Brasília) Árbitro: ​Ismail Elfath (EUA/FIFA) Assistentes: Kyle Atkins (EUA/FIFA) e Parker Corey (EUA/FIFA) VAR: Alan Kelly (IRA/FIFA)

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES: 

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão e Gerson; Everton Ribeiro, De Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa. Treinador: Jorge Jesus

Al-Hilal: Al-Muaiouf; Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Al-Bulayhi e Al-Shahrani; Gustavo Cuéllar e Carlos Eduardo; Carrillo, Al-Dawsari e Giovinco; Gomis. Treinador: Razvan Lucescu

Por: Coluna do Fla

Rafinha prega respeito e atenção ao Al-Hilal: “Se passarmos, pensamos na final”

O Flamengo estreia no Mundial de Clubes nesta terça-feira (17), às 14h30, horário de Brasília, no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar. A equipe Rubro-Negra entra em campo para disputar a semifinal da competição contra o Al-Hilal, e o lateral-direito do Mais Querido, Rafinha mostrou que o foco do Mais Querido está no time árabe, mesmo com toda comoção em torno de uma possível final com o Liverpool.

— Estamos vacinados sobre esse assunto. Nosso pensamento está no Al-Hilal. Se o torcedor ou algum veículo simula a final com o Liverpool, é o que todo mundo quer. Muitos brasileiros ficaram pelo caminho e não podemos repetir o erro. Se passarmos, pensamos na final.

A equipe do Al-Hilal é conhecida pelo técnico do Flamengo, Jorge Jesus, que treinou o time em 2018. Além disso, os jogadores da equipe Rubro-Negra também encontrarão no campo adversário um velho conhecido, Cuéllar. O atleta colombiano se transferiu para a equipe da Arábia Saudita ainda neste ano, deixando o Mais Querido.

Por: Coluna do Fla

Técnico do Al-Hilal minimiza participação de Jesus na montagem de elenco: “Não influencia muito”

O Al-Hilal é o primeiro representante da Arábia Saudita a participar do Mundial de Clubes desde 2005. Campeão da Liga dos Campeões da Ásia, boa parte deste vitorioso elenco foi escolhido por Jorge Jesus, atual técnico do Flamengo e adversário na semifinal do torneio. Nesta segunda-feira (16), o atual comandante Razvan Lucescu falou sobre os constantes questionamentos sobre o reencontro com o Mister.

– Não fico frustrado sobre as perguntas. As pessoas gostam disso. Sou muito feliz por tudo que conquistei e o jogo será bem diferente, são times diferentes e estamos motivados. O Flamengo é forte, representa a América do Sul. Só espero que meu time chegue à final. Falam muito sobre Jesus ter passado aqui, mas isso não importa. O estilo de jogo é totalmente diferente, não influencia muito. É um jogo de 11 de cada lado e será decidido dentro de campo, de acordo com as decisões que tivermos em campo -, respondeu.

FOTO: DIVULGAÇÃO GE

Para o romeno, a participação de Jorge Jesus na montagem do elenco pode até dar uma vantagem ao português, mas, de acordo com o técnico, o estilo de jogo é o que realmente pode fazer a diferença.

O Al-Hilal avançou à semifinal após vencer o Espérance, por 1 a 0, com gol do craque Gomis. O atacante entrou no lugar de Gustavo Cuéllar, precisou de oito minutos em campo para mudar o rumo da ‘decisão’ e fazer um golaço. Ele recebeu um lançamento na entrada da área, deu um chapéu no zagueiro adversário e balançou as redes de primeira.

Flamengo e Al-Hilal se encontram na próxima terça-feira (17), às 14h30 (horário de Brasília), no Khalifa Stadium – Doha, Qatar. Pela outra chave, o Liverpool encara o Monterrey na briga pela classificação à grande decisão do Mundial de Clubes.

Por: Coluna do Fla

Técnico do Al-Hilal estuda duas mudanças para o confronto diante do Flamengo

Após consolidar a vaga do Al-Hilal na semifinal, Razvan Lucescu, treinador da equipe, planeja algumas mudanças no time titular para o embate contra o Flamengo. Autor do único gol contra o Espérance, Gomis provavelmente ganhará uma oportunidade no embate. Giovinco, por sua vez, também será escalado diante do Mais Querido.

A diferença técnica do Flamengo para o Espérance é abissal, sendo assim, o treinador do time da Arábia Saudita pretende escalar o que possui de melhor dentro do elenco. Em contrapartida, Jorge Jesus provavelmente deve manter o time ‘base’ do Rubro-Negro durante toda a temporada.

FOTO: KAI PFAFFENBACH / REUTERS

Em tese, Fla vai à campo com: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson e Arrascaeta; Bruno Henrique, Éverton Ribeiro e Gabigol.

Neste domingo (15), Flamengo realizou seu primeiro treino em solo asiático. Já o Al-Hilal, já estava em Doha por conta do confronto das quartas de finais. O embate da semifinal ocorre nesta terça-feira (17), às 14h30 (horário de Brasília), no estádio Khalifa Internacional.

Por: Coluna do Fla

Flamengo encerra preparação para semifinal do Mundial, contra o Al-Hilal

Após os títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa Conmebol Libertadores, o Flamengo foca 100% na disputa do Mundial de Clubes. O Rubro-Negro chegou em Doha, no Qatar, no último sábado (14). Nesta segunda-feira (16), a equipe carioca realizou o último treinamento para a semifinal da competição internacional.

Jorge Jesus é quem comandou a atividade. O treino teve início às 4h (horário de Brasília), no Abdullah Bin Khalifa. Sem nenhum lesionado, o treinador pôde contar com todos os jogadores na movimentação. A imprensa acompanhou apenas o aquecimento. Por volta das 12h30 (horário de Brasília), o Fla concederá entrevista coletiva.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Jorge Jesus não terá dor de cabeça para escalar o Flamengo. O treinador deve ir com força máxima para o jogo desta terça-feira (17): Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão e Gerson; Everton Ribeiro, De Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa.

O Flamengo entra em campo na tarde desta terça-feira (17), no estádio Khalifa Internacional, contra o Al-Hilal, dos Emirados Árabes. O jogo está marcado para às 14h30 (horário de Brasília) e é válido pela semifinal do Mundial de Clubes. Caso passe à final, o Rubro-Negro aguarda o vencedor do confronto entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, que acontece na quarta (18).

Por: Coluna do Fla

Gomis enaltece Jorge Jesus e explica comemoração: “É como um pai para mim”

A profecia de Jorge Jesus se cumpriu e o Al-Hilal será o adversário do Flamengo na semifinal do Mundial de Clubes, no próximo dia 17. O gol de Gomis, aos 27 minutos do segundo tempo, assinou a classificação da equipe saudita e eliminou o Espérance na busca pelo mundo – e o jogador comemorou de forma curiosa. Logo após a partida, o atacante francês explicou o ato.

– Não é sobre os jogadores, tenho total respeito e até torço pelo Flamengo porque Jesus é meu amigo. Antes do Mister deixar Riad, o convidei para jantar na minha casa, nos encontramos, e quando marquei o gol fui mandar a mensagem para ele: vamos nos enfrentar. Desejei boa sorte ao Flamengo pelo Twitter e não será um jogo fácil -, disse.

FOTO: REUTERS

Recentemente, o francês revelou uma curiosidade sobre a sua infância: tinha uniforme do Flamengo quando era criança. Acompanhando o sucesso de Jorge Jesus, Gomis falou sobre a qualidade dos jogadores brasileiros.

– Sei que é um grande time, com muitos jogadores talentosos, um excelente treinador e muitos torcedores. O que posso falar dos jogadores brasileiros? Que têm muita qualidade -, declarou.

Com 34 anos, o atacante está há duas temporadas no clube saudita e já somou 42 gols em 56 jogos. Gomis, no entanto, iniciou o jogo no banco de reservas – o atacante passou por uma cirurgia na semana passada e ainda se recupera da lesão.

– Não estou 100%. Combinamos de jogar somente 20, 30 minutos. Não é fácil, mas pude marcar e ajudar o time -, contou.

Por: Coluna do Fla

Al-Hilal vence e é o adversário do Flamengo na semifinal do Mundial

O Al-Hilal fez valer o favoritismo e se tornou o mais novo semifinalista do Mundial de Clubes. A estrela de Gomis, um dos principais nomes do elenco, brilhou mais uma vez neste sábado (14). Lançado na área, o atacante girou o corpo sem sequer tocar na bola, deu um lençol no adversário e emendou com um chutaço para balançar as redes de Ben Cherifia. A vitória definiu o primeiro confronto da próxima fase do torneio Fifa: Flamengo x Al-Hilal.

A equipe da Arábia Saudita dominou a posse de bola desde o primeiro minuto de jogo – foi para o intervalo com 60%. Apesar de ter sido mais técnico que o adversário, o Al-Hilal teve que encarar um Espérance mais competitivo e mais raçudo.

FOTO: REUTERS

O destino do jogo mudou aos 18 minutos da segunda etapa, após a saída de Gustavo Cuéllar. O volante deu espaço a Gomis, deixando clara a estratégia de seu técnico. A entrada do atacante deu confiança ao Al-Hilal, que começou a acelerar mais o jogo – chegando a nove finalizações contra seis aos 26. No minuto seguinte, o camisa 8 marcou o golaço com passagem para semifinal do Mundial de Clubes.

O Al-Hilal carimbou sua passagem diante de 7.726 torcedores no Estádio Jassim Bin Hamad. Após o gol, o jogo ganhou contornos dramáticos. Principalmente após a expulsão de Kanno, aos 39 minutos do segundo tempo – o volante não enfrenta o Flamengo pela semifinal. O Espérance até tentou pelas laterais ou por cruzamentos na área, mas parou na boa defesa da equipe da Arábia Saudita.

O encontro entre Flamengo e Al-Hilal acontecerá no próximo dia 17, às 14h30 (horário de Brasília).

Por: Coluna do Fla

Técnico do Al-Hilal agradece Jorge Jesus: “Ajudou na construção deste time”

O Flamengo já está imerso na expectativa para viver um dos maiores momentos da sua história. Na próxima semana, o Rubro-Negro volta a disputar o Mundial após 38 anos de ausência – e, enquanto o Campeão Sul-Americano se prepara para viajar ao Qatar, país-sede da disputa, nesta sexta-feira (13), outros campeões continentais já estão no Oriente Médio para o torneio. Se o Mais Querido se concentra para enfrentar um velho conhecido na possível final, a semi já guarda a expectativa por reencontros.

FOTO: DIVULGAÇÃO/AL-HILAL

Antes de revolucionar o futebol brasileiro no comando do Flamengo, o treinador português Jorge Jesus trabalhou no Al-Hilal. O Mister foi responsável por organizar e construir o elenco que se sagrou campeão asiático em 2019 – e seu trabalho é reconhecido quase um ano depois da sua saída. Nesta sexta-feira, o atual treinador do clube saudita, o romeno Razvan Lucescu, agradeceu pela contribuição para que o Al-Hilal se classificasse para o primeiro Mundial da sua história.

– O Mister Jesus é um dos principais treinadores do mundo atualmente, ajudou na construção deste time, e temos que dizer obrigado –, disse, em entrevista coletiva.

O Al-Hilal pode enfrentar o Flamengo na semifinal. Antes, clube árabe enfrenta o Espérance, da Tunísia, pelas quartas de final. O confronto entre os campeões asiático e africano acontece às 11h deste sábado (14).

Por: Coluna do Fla

“Ele tira o melhor do jogador”, declara jogador do Al-Hilal sobre Jorge Jesus

Após 38 anos, o Flamengo voltou a ser campeão da Copa Libertadores. Sendo assim, além do título mais importante do continente, o Rubro-Negro retorna também à disputa do Mundial Interclubes, que será disputado em Doha, no Catar. Em meio a isso, os adversários parecem estar ligados no clube carioca. Não a toa, o atacante Bafétimbi Gomis, do Al-Hilal, rasgou elogios ao técnico Jorge Jesus.

Destaque do Al-Hilal, Gomis foi comandado pelo Mister na temporada 2018/2019, quando o português esteve justamente na equipe árabe. Ao recordar do trabalho ao lado de Jorge Jesus, o artilheiro francês não poupou elogios: “Jesus é o melhor, é o melhor. É alguém que me ajudou a chegar longe, a melhorar esportivamente. Me deu a satisfação de ser mais agressivo. Ele tira o melhor do jogador. Mexeu com meu coração”, disse ele, em entrevista ao Globo Esporte.

Com Jorge Jesus, o Al-Hilal foi campeão da Supertaça da Arábia Saudita. Ao todo, ele comandou o Al-Hilal em 24 partidas, nas quais conseguiu 19 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. Com isso, ele é querido tanto por atletas, quanto pela torcida do clube.

Para encarar o Flamengo na semifinal, o Al-Hilal precisa confirmar o favoritismo nas quartas de final, fase na qual enfrenta o Espérance, da Tunísia. Este duelo está marcado para este sábado (14). O Fla, por sua vez, assistirá para saber quem enfrenta na semifinal, no dia 17.

Por: Coluna do Fla

Jogador brasileiro coloca Flamengo em nível europeu: “Muito elevado”

Para enfrentar o Flamengo na fase semifinal do Mundial de Clubes, o Al-Hilal precisa mostrar sua força e superar o Espérance, da Tunísia – em um duelo que será realizado no próximo dia 14, às 11h. Se classificado, o confronto entre a equipe da Arábia Saudita e a do Rio de Janeiro será, também, o confronto dos reencontros. Jorge Jesus de um lado e Gustavo Cuéllar de outro.

Há, também, o caso de Carlos Eduardo. O meia brasileiro, com passagem discreta pelo futebol nacional, já foi comandado por Jorge Jesus em 2018 e elogiou o legado deixado pelo Mister rubro-negro.

– Ele mudou muita coisa no clube. Teve a parte da nutrição, também a de prevenção de lesões. Ele trouxe para cá, e até hoje o pessoal tem esse trabalho no clube. Todos viram a importância que isso tinha no futebol -, relembrou o atleta.

FOTO: DIVULGAÇÃO AL-HILAL

O meia teve uma breve – e branda – passagem pelo Fluminense, em maio de 2009. Pelo Tricolor, e rival do Flamengo, Carlos Eduardo somou 11 partidas e apenas um gol. No mesmo ano retornou de empréstimo ao Desportivo Brasil – até, entre um empréstimo e outro, ir para o Estoril. Chegou ao Al-Hilal após passagem pelo Porto.

Atualmente, Carlos Eduardo é um dos principais nomes do ataque saudita. Pela principal liga, por exemplo, marcou oito gols em nove jogos disputados. Querendo aproveitar a boa fase para fazer história, o meia analisou o Flamengo, possível adversário, e o colocou em nível europeu.

– A equipe do Flamengo eu vejo, sim, em um nível muito elevado, nível europeu. Só que futebol são 11 contra 11 e acredito que vá ser um jogo bem equilibrado. Eu como jogador não tenho esse pensamento de favoritismo com equipes maiores ou menores. Tenho sempre isso comigo -, pontuou.

O Flamengo, vencedor da Copa Libertadores da América, já está classificado para fase semifinal. A estreia do clube brasileiro está prevista para o próximo dia 17, às 14h30.

Por: Coluna do Fla

Everton Ribeiro

Everton Ribeiro exalta Al-Hilal: “Uma equipe muito forte”

O Campeonato Brasileiro foi finalizado no último domingo (08), e o Flamengo pôde celebrar o seu sétimo título da competição. O foco agora é no Mundial de Clubes, que será disputado em Doha, no Qatar. Everton Ribeiro, que já atuou na Arábia Saudita, revelou ter conhecimento sobre um dos possíveis rivais na semifinal do torneio internacional.

O jogador atuou por quase três anos no Al-Ahli, e um dos possíveis adversários do Flamengo é o Al-Hilal, que é apontado como favorito para superar o Espérance, da Tunísia. Por isso, Everton Ribeiro contou que o time árabe tem bastante qualidade, confirmando o que Jorge Jesus vem falando ao longo das últimas semanas.

FOTO: DIVULGAÇÃO

— A gente já sofre aqui nos treinos quando fazemos um reduzido ou um mini coletivo. Sempre sai 1 a 0, 0 a 0, porque o jeito que o Mister joga dificulta muito o ataque adversário. Vamos estar preparados para essa semifinal. Já joguei contra o Al-Hilal, tem grandes jogadores árabes lá, ainda mais com outros estrangeiros. O Mister sempre fala do Al-Hilal porque é uma equipe forte. Se eles passarem, a gente vai ter um grande jogo pela frente -, disse o meia.

O Flamengo viaja para Doha na tarde de sexta-feira (13), em avião fretado. O Rubro-Negro irá realizar três treinamentos no Qatar, no sábado (14), no domingo (15) e na segunda (16). Na terça (17), o Fla encara o vencedor do confronto entre Al-Hilal e Espérance. O duelo do time carioca na competição está marcado para às 14h30 (horário de Brasília), no estádio Khalifa Internacional.

Por: Coluna do Fla

Com Cuéllar e Giovinco na lista, Al-Hilal divulga os relacionados para a competição

Já garantido na semifinal do Mundial de Clubes, Flamengo espera seu adversário de ‘camarote’. Al-Hilal (Arábia Saudita) e Espérance (Tunísia), entram em campo dia 14 de dezembro às 11 horas (horário de Brasília). Nesta quinta-feira (05), Al-Hilal divulgou os 23 jogadores relacionados para a competição.

Confira!

Abdullah Almuaiouf Mohammed Alburayk Carlos Eduardo Ali Albulayhi Gustavo Cuéllar Salman Alfaraj Abdullah Otayf Sabastian Giovinco Mohammed Alshelhoub Yasser Alshahrani Hassan Kadesh Abdullah Alhafith Befetimbi Gomis Andre Carrillo Jang Hyunsoo Amir Kurdy Hatan Bahbri Mohamed Kanno Salem Aldawsari Mohammed Alwakid Nawaft Alghamdi Mohammed Jahfali Omar Khrbin

Treinador: Razyan Lucescu

FOTO: REPRODUÇÃO

Apesar de ser um time consideravelmente desconhecido, o time da Arábia Saudita possui alguns jogadores conhecidos pela torcida rubro-negra e pelo futebol mundial. Gustavo Cuéllar, ex-Flamengo, é um dos destaques da equipes. Além de Giovinco e Carillo, ambos com passagens pelo futebol europeu.

De fato, o time carioca é favorito no confronto, independente do adversário que enfrentará na semifinal, mas é preciso de cautela, pois trata-se de jogo único. Esse será o primeiro reencontro de Gustavo Cuéllar à frente do seu ex-clube. Flamengo, por sua vez, terá força máxima na busca da conquista do bicampeonato mundial.

Por: Coluna do Fla

  • 1
  • 2

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod