Tag: Arão

Arão

Para Arão, Flamengo é time a ser batido, jogador lista principais rivais por título

Willian Arão passou por ótimos e péssimos momentos com a camisa do Flamengo. Um dos mais antigos no elenco rubro-negro, ele mais do que ninguém viveu a passagem de Jesus e como ela alterou o patamar rubro negro. Além disso, o volante agora zagueiro viveu a transformação do Flamengo no ambiente nacional.

O jogador deu entrevista nesta segunda ao SporTV e comentou sobre o favoritismo do Flamengo na competição nacional. Atual bicampeão brasileiro, para Arão o Mengão é sim o grande time a ser batido, mas ele destacou também outras equipes que devem brigar.

“Essa distância (para os outros times) é de acordo com o que a gente apresenta. Eu acredito que nós somos o melhor time do Brasil. Se a gente estiver no nosso melhor nível, eu acho que a gente ganha de qualquer time do Brasil, disse, antes de completar:

“Mas, os outros times estudam o nosso time cada vez mais, e criam cada vez mais dificuldades. Eu acredito que o Atlético-MG vem fazendo boa campanha, o Palmeiras foi campeão de torneios importantes ultimamente, o São Paulo tem feito boas partidas. Eu colocaria esses três times (na briga)”.

O Flamengo vem de sequência incrível de grandes conquistas desde 2019, e mesmo no ano passado, com o Palmeiras conquistando Libertadores e Copa do Brasil, o Flamengo buscou quatro títulos. O ano de 2021 começou como nos anteriores, e o rubro negro já venceu duas competições.

Definitivamente os holofotes estão voltados ao Flamengo, e cabe aos jogadores seguir trilhando o caminho das conquistas. Mesmo em uma temporada com rivais se reforçando bem. A responsabilidade é grande na busca por se manter no topo.

Leia também: Flamengo E Olympique Avançam Em Negociação E Gerson Está Próximo De Sair

Veja também: Flamengo perde para o Palmeiras por 3 a 1 no Brasileiro Feminino

Arão

Ceni: “Arão atende as necessidades em qualquer posição”

No último sábado o Flamengo entrou em campo com o Arão jogando de volante. A função chamou a atenção, pois poderia significar uma nova ideia de Rogério Ceni, indicando o jogador novamente na função de volante. Porém isso não significa isso, pelo menos não pelo pela fala do próprio Rogério. Para ele, Arão é um jogador de múltiplas funções, e por isso, consegue entregar bom futebol onde for, quando o Flamengo necessitar. Rogério fez questão de destacar isso em coletiva, no sábado, quando foi questionado sobre a posição do jogador. “O Arão é um jogador versátil, que tem talento tanto para a função de primeiro volante quanto para a função de zagueiro. Não temos pressa para definir isso, vamos recuperar os jogadores. Em qualquer das posições que jogar, ele atende às necessidades do Flamengo.”, comentou. A tendência é de que Arão volte para a zaga no confronto de amanhã diante do La Calera, pela Libertadores. Até pelas atuações instáveis de Gustavo Henrique e Bruno Viana, e as lesões seguidas de Rodrigo Caio, Arão deverá seguindo na posição. Com relação a seu companheiro de zaga, Bruno Viana fez atuação mais segura no sábado em relação ao Gustavo Henrique. Porém, é possível que Rogério escolha um zagueiro mais alto, na esperança de melhorar sua bola aérea defensiva, que tem sofrido muitos gols.

As mudanças de Arão

Quem acompanha o Flamengo deve se surpreender com a mudança de William Arão nos últimos anos. Quando chegou, o jogador fazia função no meio de campo de jogador de marcação que chegava muito no campo de ataque, e pisava na área. Arão era o elemento surpresa, sempre chegando para cabecear dentro da área para o gol. Com a chegada de Jesus, uma nova função foi exigida, de primeiro volante. O jogador abriu mão de suas decidas, focou na marcação e fez parte da temporada 2019, sendo peça fundamental. Agora com Rogério o jogador precisa assumir funções de zagueiro, ainda mais defensivo e ainda mais crucial. O jogador tem vivido momentos de adaptação constante para servir o Flamengo. Leia também: Semifinais Do Campeonato Carioca São Definidas; Veja! Veja também: Flamengo vence o Volta Redonda por 2 a 1 e conquista o bicampeonato da Taça Guanabara
Rogério Ceni - Flamengo

Rogério Ceni mostra preocupação no Flamengo; entenda

Preocupação de Rogério Ceni. O Flamengo tem sofrido com a bola aérea, a equipe simplesmente não consegue marcar adversários em bolas paradas e acumula gols sofridos nesse setor. Diante do Volta Redonda, mais uma vez um gol sofrido. Mas antes, diante de Vasco, Palmeiras e Vélez Sarsfield, o mesmo problema se aconteceu. A atual zaga do Flamengo não é das mais altas, até por isso Gustavo Henrique teve algumas chances, porém o zagueiro não responde bem.

Durante entrevista coletiva no último sábado, Rogério comentou sobre esse problema da bola aérea

“Era o time mais alto que colocamos até hoje e infelizmente acabamos sofrendo o gol mesmo assim. Temos que repetir mais treinamentos dessa maneira para que a gente atenue esse tipo de gol. É chato você tomar. Eu acho que é o quarto que tomamos em cinco ou seis jogos que sofremos de bola parada sempre colocando jogadores altos onde a bola cai”, afirmou Rogério, que ainda destacou a necessidade de treinar mais neste aspecto.

Leia também: Samir Fala Sobre Sucesso Do Fla E Destaca Responsável

“Teve uma falta claríssima no primeiro escanteio que originou o segundo escanteio que ele (árbitro) não deu. Mesmo assim, nos preparamos bem, trabalhamos só escanteios defensivos ontem”. “Infelizmente, mesmo em cima do que trabalhamos sofremos o gol. Faz parte. Temos que continuar repetindo, trabalhando outras vezes. Só a repetição vai fazer com que a gente melhore”.

Rogério Ceni tem que corrigir os Erros que podem custar caro

O Flamengo volta a campo na próxima terça pela Libertadores com o técnico Rogério Ceni buscando corrigir erros. E a maior preocupação do torcedor vem sendo de justamente corrigir as falhas defensivas antes que grandes confrontos se aproximem.

Veja também: Flamengo vence o Volta Redonda por 2 a 1 e conquista o bicampeonato da Taça Guanabara

Por enquanto, o sistema ofensivo do Flamengo conseguiu fazer mais gols do que o sistema defensivo sofreu, mas diante de adversários mais qualificados, isso não irá acontecer sempre. O Flamengo, para continuar ganhando títulos, precisa ser mais estável.    
Coritiba

Torcida do Coritiba lamenta confronto com o Fla e vira meme

O Flamengo conheceu na tarde desta sexta-feira o seu adversário na Copa do Brasil, o Coritiba se enfrentaram na competição que ainda conta com 32 equipes. Mas foi durante o restante da tarde, após o sorteio, que a reação dos torcedores do Coritiba virou meme na internet. Os torcedores ficaram simplesmente atônitos com o confronto e até decretaram a eliminação da equipe. Confira: A definição de datas ainda não aconteceu. Porém, diante de um calendário tão complicado de jogos de Libertadores em todas as terças, o confronto poderá ficar entre partidas chave da fase de grupos. Rogério Ceni terá que ministrar bem o elenco para conseguir ter frente em todas as competições.

Flamengo enfrenta o Volta Redonda amanhã

Flamengo e Volta Redonda se enfrentam na noite deste sábado em partida que vale o título da Taça Guanabara. Para o rubro negro, apenas a vitória interessa, já o Volta Redonda joga com os outros resultados. Rogério Ceni está em dúvidas sobre como escalar a equipe, afinal, na próxima terça, tem confronto importante de Libertadores diante do La Calera. Apesar disso, a torcida e o departamento de futebol não quer abrir mão de mais um título, mesmo que seja mais simbólico. Portanto, Rogério deverá poupar apenas os jogadores com piores condições físicas, mantendo a base titular par ao confronto. Rogério deve aproveitar a chance também para definir o companheiro de zaga de Arão. Já que Rodrigo Caio sentiu novo problema físico e não joga pela Libertadores. Bruno Viana e Gustavo Henrique são os favoritos. Leia também: Zico elogia vitória do Flamengo, mas questiona defesa Veja também: ‘Nação Solidária’ chega ao Santa Marta distribuindo cestas básicas e álcool em gel
flamengo

Flamengo e Bangu: Onde assistir, horário e escalação

Flamengo e Bangu se enfrentam na noite de hoje pela sétima rodada do Campeonato Carioca. O objetivo do rubro negro é se manter na liderança da primeira fase, enquanto o Bangu busca se distanciar da lanterna e entrar no G8. Depois de atuar com equipe alternativa, o Flamengo volta a campo com seu time titular. Rogério Ceni também volta a comandar o time da beira do campo. Inicialmente, o treinador não fez maiores mudanças em seus ensaios durante a semana. Por isso, a estrutura do final da temporada 2020 deverá ser mantida. A partida tem horário de início às 21 horas, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Rodrigo Caio segue de fora

O zagueiro Rodrigo Caio será o único desfalque do rubro negro. Ainda durante a pré-temporada, o jogador sentiu um problema na coxa, e ainda não está apto a voltar para os gramados. Assim, Rogério estudou repetir a ideia da temporada passada, com Arão improvisado.

Onde assistir?

A partida será transmitida pela FlaTV+ e pelo canal oficial da Ferj. Mais uma vez a Record ficou de fora da transmissão de jogo do Flamengo. A emissora preferiu passar a partida de ontem entre Fluminense e Vasco e acabou amargurando mais de 26 pontos de audiência abaixo de sua principal concorrente, a Globo.

Prováveis escalações

As equipes deverão entrar em campo assim: Flamengo: Diego Alves, Isla, Bruno Viana, Willian Arão e Filipe Luís; Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni Bangu: Paulo Henrique, Digão, Israel, Gabriel Cividini e Dionathan; Marcelo Mattos, Geancarlo, Geovani, Scheppa (Rafael Carioca), Daniel e Jean Carlos. Técnico: Marcelo Marelli

Arbitragem

O árbitro da partida será Grazianni Maciel Rocha, ele será auxiliado por Michael Correia e Flávio Manoel da Silva. Leia também: Flamengo divulga lista de relacionados e confirma desfalque de Rodrigo Caio Veja também: Flamengo realiza último treino antes da partida contra o Bangu
Flamengo

Flamengo divulga lista de relacionados e confirma desfalque de Rodrigo Caio

O Flamengo volta a campo amanhã pelo campeonato carioca diante do Bangu. Essa será a primeira partida da equipe “principal” e com Rogério Ceni à beira do gramado. Porém, infelizmente para o rubro negro, não será possível ter o time titular a disposição. Isso porque Rodrigo Caio sentiu problemas musculares nos treinos de pré-temporada e não se recuperou a tempo de jogar amanhã. Rogério Ceni já vinha trabalhando com essa possibilidade durante a semana. Por isso, manteve Arão na zaga ao lado de Gustavo Henrique. O torcedor, obviamente, não gostou muito da ideia. Apesar de recém chegado, Bruno Viana já é lembrado por alguns torcedores como um possível titular.

Destaques do time alternativo são relacionados

Dos jogadores colocados como destaque da equipe alternativa, apenas Matheuzinho não foi relacionado. E o motivo não está relacionado ao desempenho do garoto, e sim de uma lesão na coxa que ele sentiu na última partida diante do Boavista. Assim, para a lateral direita, Isla e João Lucas serão as opções. Portanto, com a exceção de Matheuzinho, jogadores como Bruno Viana, Hugo Moura, João Gomes, Pepê e Rodrigo Muniz estarão ao menos no banco de reservas.

Tendência de formação sem surpresas

Rogério não deve surpreender neste início de temporada. É bem provável que sua formação titular seja muito próxima daquela que terminou a temporada 2020. Pelo menos foi isso que ele sinalizou nos treinamentos da semana. Assim, a provável escalação deverá ter Diego Alves, Isla, Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego, Gérson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Testes com outras peças provavelmente serão feitas nos segundos tempos. Flamengo e Bangu se enfrentam amanhã pela sétima rodada do Carioca, a partida está marcada para às 21 horas. Leia também: Jornalista não acredita em hegemonia do Fla e cita outros clubes fortes Veja também: Flamengo realiza último treino antes da partida contra o Bangu
Arão

Em início de trabalho, Ceni mantém Arão na zaga

O time principal do Flamengo segue fazendo sua pré-temporada. Hoje o elenco completa duas semanas de preparação antes de entrar aos gramados, fato que ocorrerá nesta quarta, diante do Bangu. A partir de agora, o elenco alternativo que disputou o carioca até então, se “unifica” aos titulares que estavam de férias. Rogério Ceni tem focado em aspectos táticos da equipe que em breve já terá grande desafio pela final da Supercopa do Brasil, diante do Palmeiras. Para início de trabalho, Ceni mantém duas mudanças que fez no final da temporada passada. Arão segue na zaga e Diego segue como volante. Aliás, durante os treinamentos, Arão e o polêmico Gustavo Henrique formaram a dupla. Ainda é cedo para dizer se essa será a formação de Rogério para a temporada. É importante dizer também que Rogério não tinha a disposição no treino o Rodrigo Caio (machucado), Bruno Viana, Noga e Léo Pereira, que estavam com o elenco alternativo. Assim, mudanças podem acontecer.

O saldo das seis primeiras rodadas de Carioca

O saldo das seis primeiras rodadas de Carioca é positivo, apesar de alguns tropeços o Flamengo é o líder da competição e tem sua classificação encaminhada. Alguns jogadores também aproveitaram bem a chance. Em meio a polêmica negociação com Rafinha, Matheuzinho provou ser opção válida na lateral direita. Já Bruno Viana se destacou na zaga, sendo sempre seguro na marcação e de boa saída de bola. Hugo Moura e João Gomes dominaram o meio de campo em vários momentos, também se mostrando importantes ao elenco. Na frente, dos “mais velhos”, talvez Vitinho tenha se saído melhor, com 2 gols em 3 jogos. Pensando na base, Muniz se destacou, sendo o artilheiro do Flamengo, mostrando bom poder de finalização e posicionamento. Agora cabe ao Rogério Ceni definir quem ele irá aproveitar nas próximas rodadas e durante a temporada. Leia também: Opinião: Mesmo cedo, Bruno Viana chama a atenção Veja também: Flamengo empata por 1 a 1 com o Boavista, em Bacaxá
Flamengo

Confira as opções de Rogério Ceni para o time titular do Flamengo

O Flamengo não tem se apresentado bem em campo. As últimas partidas diante do Fortaleza e do Fluminense foram desanimadoras até para o mais otimista. Assim, preparamos algumas opções para todas as posições do time. Então, confira a seguir:

Defesa

Se pensarmos na defesa do Flamengo, é meio óbvio dizer que na dupla de zaga e no go, as opções não são muitas. Apesar de ainda não ter emplacado, a dupla Nathan e Rodrigo Caio parece a “menos pior”. Apesar disso, fica clara a necessidade de reposicionar jogadores. O Flamengo tem dado muito espaço no meio e deixa a dupla desprotegida, precisando sair o tempo todo de suas posições. Por isso aqui, a aposta mais correta parece ser em um time mais compacto, na melhora tática, e não na mudança de nomes. O cenário pode ser visto um pouco diferente nas laterais, em especial do lado esquerdo. Enquanto Isla é de longe o melhor pela direita, Filipe Luís é hoje muito questionado. E não apenas pela falha diante do Fluminense, mas pelo desempenho geral. O lateral apoia pouco e por vezes perde em vigor físico e velocidade dos adversários. Assim, a presença de Ramon seria extremamente interessante. Porém Ceni prefere Renê como reserva direto. Um erro, afinal preparar Ramon para a posição seria ótimo para o clube. Mesmo que não fosse titular, mas ao menos a reserva.

Meio de campo

No meio de campo, Arão é como sempre, questionado. Para alguns ele marca menos do que deveria, para outros, é uma peça fundamental. Assim, Arão acaba sendo polêmico entre os torcedores. Porém, importante sim, em todas conquistas recentes. Caso pense em mudar, Ceni poderia colocar João Gomes. O garoto apesar de muito novo, mostra qualidade extrema no passe e na marcação. Muito técnico, João consegue descer como meia armador e chegar bem na área. Nos desarmes esteve bem também, mas acaba perdendo na bola aérea. Gérson parece sem incontestável na posição. Dita muitas vezes o ritmo do time e é um jogador “empolgante”. Além disso, Diego que seria uma opção, não entra tão bem a ponto de pegar a vaga. Everton Ribeiro tem sido muito questionado, e não é a toa, o jogador está muito mal. Assim, poderia perder a vaga por exemplo para um Gabigol mais aberto, dando espaço no time para Pedro. A aposta em três atacantes é válida, ainda mais eles sendo Bruno Henrique, Gabigol e Pedro. Nessa brincadeira, Everton Ribeiro poderia rodar pelo que está jogando. Arrascaeta, apesar de também não viver o melhor momento, ainda apresenta melhor futebol. E convenhamos, é insubstituível.

Ataque

Como dizemos, Pedro entrar no time se mostra crucial. Porém o elenco ainda tem Vitinho e Michael. Ambos não se mostram confiáveis, mas a entrada de um deles em algum momento pode servir para tirar Gabigol e Bruno Henrique da zona de conforto. Afinal, é para isso que se monta elenco, certo? Das posições, o ataque é o que parece mais estabelecido e sem maiores necessidades. Isso muito pela falta de qualidade apresentada pelos reservas. Leia também: Para Leonardo Bertozzi, Flamengo deveria confiar em Ceni Veja também: Sesc RJ Flamengo encara o Fluminense para fechar primeiro turno da Superliga feminina de vôlei no G4
Flamengo

Diego Alves não se recupera e fica de fora do Fla-Flu

Diego Alves segue seu tratamento de uma lesão na coxa. Na tarde de ontem Diego não participou do treino e assim acabou sendo vetado do clássico de amanhã, diante do Fluminense. Existia pouca esperança de recuperação a tempo do goleiro, na verdade. Porém, como sua recuperação não foi rápida, apenas veio a confirmar as expectativas. Talvez ele esteja disponível no final de semana, mas nada pode ser afirmado. Hugo Souza segue sendo o goleiro na ausência de Diego Alves. Dessa forma, o jovem terá nova oportunidade. Elogiado por todos e de enorme potencial, Hugo Souza é uma das esperanças de goleiros para o futuro não só apenas no Flamengo, mas no futebol brasileiro. Porém, um erro grave diante do São Paulo na Copa do Brasil acabou arranhando sua imagem com o torcedor. Apesar dela, ainda ter muitos capítulos as serem escritos. A lesão de Diego Alves é a mesma que tirou Arão dos gramados por 15 dias. Na época, João Gomes assumiu a posição da equipe.

Partida importante pelo Brasileirão

Com ou sem Diego Alves, o Flamengo precisa buscar a vitória pelo Campeonato Brasileiro. O empate diante do Fortaleza foi péssimo resultado e fez com que o São Paulo abrisse 7 pontos na liderança. Assim, com a reta final do Brasileirão, tropeços não serão mais possíveis. O Flamengo ainda tem um jogo a menos em relação ao líder. Fato que pode diminuir a diferença para 4 pontos. Além disso, enfrenta o próprio São Paulo na última rodada do Brasileirão, e a diferença em caso de vitória rubro negra, cairia para 1 ponto. Assim, o que provavelmente definirá o titulo será os confrontos diretos da parte de cima da tabela e entre Flamengo e São Paulo. A escalação do Flamengo para a partida de amanhã não deverá surpreender. Diante do Fluminense, o mengão deverá ir a campo com: Hugo; Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Pedro corre por uma vaga na equipe. Mas por enquanto, Rogério Ceni não deve promover mudanças na estrutura do time. Leia também: Arão atribui seu sucesso no Flamengo a Jorge Jesus Veja também: Com recursos do CBC, Flamengo investe em equipamentos para os esportes olímpicos
flamengo

Arão atribui seu sucesso no Flamengo a Jorge Jesus

Willian Arão sempre foi um dos jogadores mais questionados da torcida. Portanto, sua titularidade, bem como seu rendimento em campo, nunca foi unanimidade. Em meados de 2019, com o Cuellar em alta perante a torcida, Arão quase foi negociado ao futebol grego. Porém, a negociação não aconteceu devido a falta de garantias no pagamento de salários. Assim, Arão ficou, e ajudou a escrever o ano mais vitorioso da história do clube. Com a chegada de Jorge Jesus e polêmica negociação do volante Cuellar com o futebol dos Emirados Árabes, Arão se viu tendo nova oportunidade. Mas desta vez, em uma posição que não era a sua convencional: primeiro volante. Aos gritos de “tá mal Arão”, que virou meme, o jogador teve seu primeiro treino na posição com Jesus. E depois disso, nunca mais saiu do time. O “tá mal” ficou no passado e Arão foi fundamental para as conquistas. Ajudando, e muito, na defesa, enquanto Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol tinham mais liberdade. Gérson era outro que também descia bastante. Portanto, foi com Jesus que Arão encontrou o caminho certo no Flamengo. Mesmo depois de passar por dez treinadores. Willian Arão sabe da importância de Jesus, e comentou sobre a passagem do treinador no Flamengo. “A regularidade é se cuidar fora do campo. Eu tive recentemente a primeira lesão da minha carreira, depois oito, dez anos de profissional. É se alimentar, se cuidar, descansar, e depois fazer o que o treinador pede dentro do sistema dele. Se adaptar o mais rápido possível. O que me pede, eu faço. Algumas coisas são determinantes. Depois, coloco meu estilo de jogo”, comentou o jogador.

Ano de 2020 mais complicado

Com a saída de Jesus o Flamengo perdeu a compactação no meio, dando espaços aos adversários. Logo o primeiro a segurar o “rojão” foi Arão, novamente questionado por seu posicionamento em campo. Porém hoje, Arão é a única peça na posição, já que Thiago Maia se machucou e João Gomes, apesar de enorme potencial, ainda é visto como joia a ser lapidada. Dessa forma, cabe a Arão dar ao final da temporada de 2020, maior proteção na frente da área. Mas para isso, o sistema todo de defesa precisa corresponder. Leia também: Rogério precisará aumentar repertório do time nas próximas rodadas Veja também: Sub-20 elimina o Fluminense dentro das Laranjeiras e está na semifinal do Campeonato Brasileiro  
flamengo

Especulações sobre possível retorno de Cuellar tomam as redes sociais

Cuellar sempre teve muito carinho vindo da torcida do Flamengo. O volante colombiano porém, saiu de forma um tanto quanto problemática no ano passado, logo após a chegada de Jesus. Dessa forma, ele perdeu o melhor momento possível do Flamengo nos últimos anos, após passar alguns “apertos” em anos anteriores. Assim, parte da torcida não perdoa sua saída, outra parte sempre levanta seu nome para retorno. Na noite de ontem, algumas especulações envolvendo o Cuellar voltaram a aparecer. Como abaixo: O fato é que o Flamengo estará sem Thiago Maia por mais alguns bons meses. O jogador teve lesão grave e desfalcará o elenco. Assim, Arão surge como única opção do profissional para a posição, apesar das ótimas atuações de João Gomes, da base. Porém, nos últimos dias, Arão foi cogitado pela imprensa portuguesa, para ir ao Benfica, isso porque Jorge Jesus teria interesse no jogador. Caso se confirme uma boa proposta, é possível que a diretoria negocie o volante sim. Dessa forma, obrigatoriamente seria necessária a contratação de outro volante. Mas é bom dizer que tudo ainda não passa de uma especulação.

Bruno Henrique completa 30 anos nesta quarta

Bruno Henrique completa 30 anos nesta quarta-feira. O ídolo do Flamengo desde que vestiu a camisa tem números impressionantes. E mesmo com apenas dois anos no clube, tem seu nome mais do que marcado na história. Bruno Henrique chegou do Santos no início de 2019, contratado por cerca de R$23 milhões. No ano mágico de 2019, Bruno só faltou “fazer chover” com a camisa rubro negra. Foram 35 gols e 15 assistências. Além disso, venceu o prêmio de melhor jogador da Libertadores e do Campeonato Brasileiro em 2019. No geral, Bruno Henrique ganhou Campeonato Carioca (2019 e 2020), Copa Libertadores (2019), Campeonato Brasileiro (2019), Supercopa do Brasil (2020) e Recopa Sul-Americana (2020). Em 2020 os números são mais modestos, mas ainda sim, Bruno se destaca com 18 gols marcados. O time segue sua preparação por um ano de 2021 mais vencedor, e logo de cara tem clássico, dia 6, diante do Fluminense pelo brasileirão. Desde a saída de Odair, o tricolor não venceu mais na competição. Chance do Flamengo aproveitar o mal momento do rival. Leia também: Início de Ceni no Flamengo tem números piores que com Dome Veja também: Flamengo vence o Fluminense por 3 a 1 e larga na frente nas quartas de final do Brasileiro Sub-20
Flamengo

Flamengo tem cinco pendurados para partida diante do Fortaleza

O Flamengo entra em campo na noite de hoje na Arena Castelão. A partida diante do Fortaleza é a última do ano, e poderá marcar também a aproximação do Flamengo ao São Paulo, que deverá poupar titulares diante do Fluminense. Assim, vencer se torna importante, e de preferencia sem atrapalhar as próximas rodadas. Isso porque o Flamengo tem cinco pendurados. É bom dizer que dos cinco com dois cartões amarelos, apenas um é considerados titular absoluto. Portanto, o “estrago” seria menor. Gérson é quem está pendurado na partida, junto de Rogério Ceni. Dos reservas, João Lucas, João Gomes e Vitinho também estão pendurados. Enquanto João Gomes está próximo da suspensão, Arão está de volta aos gramados. Ele deverá assim, reassumir a vaga de titular na noite de hoje. Vitinho por sua vez tem sido um décimo segundo jogador de Ceni, sempre entrando. No geral, o mengão tem como desfalques para a partida de hoje Gabigol, Filipe Luís e Thiago Maia. Número reduzido em relação a tempos anteriores. Porém, não é só o Flamengo que vem desfalcado.

Fortaleza chega com cinco desfalques

O técnico Marcelo Chamusca do Fortaleza precisará lidar com cinco desfalques. Juninho está suspenso, além dele, Max Walef, Quintero e Roger Carvalho estão lesionados. Yuri César da base rubro negra tem em contrato de empréstimo a cláusula de não pode enfrentar o Flamengo. Mas de qualquer forma, também está suspenso com o terceiro cartão amarelo. Assim, o Fortaleza chega para o jogo sem opções importantes do elenco. A equipe de Chamusca vive momento complicado, em 14° na classificação e 30 pontos, dois a mais que o Vasco, na zona. Enquanto isso, o Flamengo vive a expectativa de “colar” ainda mais no São Paulo e se manter firme na luta pelo título brasileiro. O Flamengo tem 48 pontos enquanto o São Paulo tem 53. Porém, o rubro negro tem um jogo a menos, e além disso, os comandados de Diniz poderão ser poupados nesta rodada diante do Fluminense, no Maracanã. O jogo do Flamengo começa às 19h, com transmissão do Premiere para todo o Brasil. Leia também: Fortaleza x Flamengo: Provável escalação o Fla tem novidades Veja também: Flamengo fecha acordo com mais duas famílias de vítimas do incêndio do CT
Flamengo

Que situação: Botafogo poderá ter pagamento por Arão penhorada

O Botafogo vive momento econômico delicado. O rival de General Severiano pode ainda piorar sua situação caso confirme o rebaixamento para a Série B de 2021. Hoje a equipe está dentro da zona mas conseguiu na última rodada “respirar”, após vencer o rival direto Coritiba. Porém, os problemas fora de campo não cansam de surgir. Uma expectativa de receita para o Botafogo envolve uma dívida de Willian Arão do Flamengo. Mas esse valor poderá sequer chegar aos cofres do alvinegro. Isso porque Oswaldo de Oliveira entrou com uma ação, sendo um terceiro interessado no negócio, e assim receberia, em penhora, parte do valor a ser recebido pelo Botafogo. Logo após o acerto entre Flamengo e Arão, o Botafogo entrou na justiça. Com o intuito de provar por contrato o direito de renovação com o jogador, o Botafogo cobrava R$4 milhões, que com juros e correções, está hoje em R$7 milhões. Tanto Flamengo quanto o jogador entendem que a cobrança não faz sentido. Já que o Botafogo na época quebrou uma das cláusulas com o jogador, que garantia os acordos em contrato. A dívida do Botafogo com Oswaldo de Oliveira é de R$6 milhões. Ou seja, caso vença na justiça, o Botafogo praticamente não verá a cor do dinheiro, indo praticamente toda ao seu ex-treinador. O treinador trabalhou por lá entre 2011 e 2013 e desde então cobra salários e direitos trabalhistas nunca pagos. Quando se imagina que a situação no Botafogo já é ruim, o clube prova que está ainda mais afundado.

Tanta disputa para terminar sem nada

O Botafogo tem nos últimos anos buscado valores da negociação entre Arão e Flamengo. Aliás, com ameaças de “quebrar o jogador” em campo, vindas de torcedores e até dirigentes. Porém, ironicamente, Arão venceu tudo no Flamengo, estadual, brasileirão, libertadores, recopa e supercopa. Enquanto isso o Botafogo poderá amargar seu terceiro rebaixamento, com uma dívida de R$1 bilhão e sequer terá como aproveitar o valor do processo por Arão, já que seria penhorado, isso se vencer o processo. Nos últimos anos o Botafogo desdenhou de rivais que queriam jogar no Engenhão, entre outras atitudes que ao invés de unir, separava. Leia também: Rogério Ceni nega problemas de relacionamento com Arrascaeta Veja também: Em jogo movimentado, Flamengo vence o Bahia por 4 a 3 no Maracanã
Arão

Arão treina com bola e anima torcida

A lesão de Willian Arão era considerada moderadamente grave. O departamento médico levantou a hipótese, inclusive, do jogador não entrar mais em campo em 2020. Porém, Arão apresentou melhora inesperada. Assim, ele poderá entrar em campo já neste domingo, diante do Bahia pelo brasileirão. A notícia é ótima para o Flamengo. Afinal, com a lesão de Thiago Maia, não tinha outros volante no elenco profissional. Foi necessário recorrer a João Gomes, da base, assumir a responsabilidade. O jovem por sua vez, mostra preparo, apesar de ainda ser considerado muito novo. Rogério Ceni terá durante a semana, tempo, para analisar a melhora de Arão. E principalmente, colocar na balança a inexperiência de João ou o risco de colocar um Arão “meia boca”.

Bahia em má fase

A partida deste domingo diante do Bahia poderá representar a quinta derrota seguida do tricolor baiano. A equipe de Mano Menezes vai mal no campeonato. Assim, hoje, o Bahia ocupa uma posição acima da zona de rebaixamento. Desta forma, o tricolor deverá optar por uma formação mais defensiva. Com a opção de saídas rápidas em contra ataque. Portanto, para Rogério talvez seja interessante ter um zagueiro de maior velocidade. Fato que possivelmente contaria a favor de Natan, que entrou e jogou bem diante do Santos. Gustavo Henrique que cumpriu suspensão na última partida, pode voltar.

Partida para marcar “retorno” do futebol

Apesar da boa vitória diante do Santos, a equipe paulista vinha com reservas. Focados na Libertadores, os jovens garotos do Santos não foram capazes de complicar o jogo. Assim, é mais do que natural que o Flamengo precise mostrar, rodada a rodada, evolução. Diante de um adversário tão frágil e com tantos problemas, o que se espera é um desempenho próximo ao de 2019, com imposição, criação de jogadas e placar elástico. Ao menos em campo, Ceni terá seus principais jogadores. Além do possível retorno de Arão, Diego também estará de volta. Com os dois atletas, apenas Thiago Maia seria desfalque, nesse caso, um desfalque mais complexo, dada a lesão. O Flamengo joga domingo, às 18h15, no Maracanã. A partida será transmitida pelo Premiere para todo o Brasil. Leia também: Com baixo número de lesionados, Flamengo volta “aos trilhos” Veja também: Flamengo empata com o Fluminense por 1 a 1 pelo Brasileiro Sub-20
Flamengo

Com baixo número de lesionados, Flamengo volta “aos trilhos”

Os últimos dois meses foram incrivelmente movimentados no departamento médico do Flamengo. O número de jogadores lesionados impressionou a todos. Desde elenco, até imprensa e torcida. Além das questões médicas, tanto Domenec quanto Rogério, se espantaram negativamente com a condição física dos atletas, muito abaixo do que se espera para jogar a nível competitivo. Esses fatores podem ter impactado no rendimento da equipe em campo. Assim como não é absurdo dizer que de fato, pode significar uma falha grave de planejamento para a temporada. Afinal, o rubro negro amargou duas eliminações precoces na Libertadores e Copa do Brasil. Porém, o sofrimento do departamento médico do Flamengo parece estar hoje, bem menor. Com tendência a diminuir ainda mais. A equipe cada vez tem menos lesionados. Com a exceção de Thiago Maia, um caso grave e de fatalidade no meio do futebol, todos os outros estão próximos de estarem aptos. Willian Arão e Diego foram os mais recentes a se lesionar. Mas, já estão em fase de retorno aos gramados. Diego inclusive poderá voltar já na próxima rodada.

Melhora na condição física pode ser percebida em campo

Um dos maiores questionamentos desde o retorno do futebol, ainda com Jorge Jesus, foi a falta de intensidade em campo, característica do time de 2019 e até certa parte de 2020. Entretanto vários problemas podem justificar a queda acentuada. A parada do futebol por conta do surto. O retorno dos campeonatos sem a preparação adequada, o surto de covid dentro do elenco. O alto índice de lesionados após o surto de covid, os convocados. A distância de datas entre a final do estadual no Rio e o início do brasileirão. Enfim, muitas podem ser as justificativas, mas hoje, verifica-se um Flamengo aos poucos, mais intenso. É bom destacar que no processo de troca de treinadores, Rogério trouxe o seu preparador físico. A mudança pode ter surtido efeito positivo também. Mas é inevitável atribuir tal mudança ao tempo disponível maior. O Flamengo entra em campo neste domingo, diante do Bahia, no Maracanã. A partida começa às 18h15 (horário de Brasília) com transmissão do Premiere. Para todo Brasil. Leia também: Cruzamento espetacular de Ramon no time sub-20 leva torcida à loucura Veja também: Flamengo empata com o Fluminense por 1 a 1 pelo Brasileiro Sub-20
João Gomes

João Gomes fala sobre como tem sido trabalho com Ceni

Desde a chegada de Jorge Jesus, o Flamengo se acostumou a ter Arão à frente da zaga. Porém em 2020, com a chegada de Thiago Maia, essa função tem sido “revezada” em meio a temporada complicada. Mas, diante dos desfalques de ambos, cai no colo de João Gomes a oportunidade de assumir, pelo menos durante alguns jogos, a titularidade da equipe. João Gomes atuou diante do Santos e fez boa partida. Se destacando inclusive na qualidade técnica e saída de bola. O jovem acertou 43 dos 45 passes que tentou. Para Rogério Ceni, o jogador tem características para conseguir jogar até mais avançado no meio de campo. “Fez uma partida ótima. A única coisa é que ele quer mais jogo. Ele é segundo volante de origem, não primeiro. Tem talento, tem evoluído, trata muito bem a bola. Acho que dos meninos da base acho que é um dos que tem futuro no Flamengo”, comentou Ceni.
João Gomes
João Gomes diante do Junior Barranquilla, pela Libertadores

Gomes fala sobre cobranças de Ceni

Gomes confirmou a fala de Ceni, admitindo ser melhor segundo volante. Ele também comentou sobre as cobranças do treinador nesse pouco tempo de trabalho. “Vi a entrevista e fiquei muito feliz. Assim que chegou, o Rogério me disse que prefere que eu jogue de segundo volante, participando do jogo, mas eu estou pronto para jogar de primeiro volante também, dando sustentação para defesa. Na base eu também joguei nessa posição, apesar de ter atuado mais como segundo volante. Talvez por isso eu queira sair mais para o jogo, mas aí ele me dá um puxão de orelha, manda voltar, e eu seguro para dar sustentação à zaga. Estou aqui para aprender, evoluir e ajudar o time sempre”, comentou João Gomes em entrevista para o Globo Esporte.com. João também comentou sobre a oportunidade e responsabilidade de substituir Arão. O jovem destacou uma conversa com o camisa 5, além de com Rogério. “O Arão é, sem sombra de dúvidas, um dos pilares do nosso time. Ele é responsável pela sustentação que a defesa precisa, o apoio ao ataque e está sempre no lugar certo para fazer a cobertura. Ele me dá muitos conselhos e é o que sigo para tentar substituí-lo da melhor maneira”, completou. O Flamengo de João Gomes entra em campo novamente no domingo, diante do Bahia, pelo Brasileirão. Leia também: Diego Alves poderá jogar sua última partida domingo Veja também: Flamengo joga bem e goleia o Santos por 4 a 1 no Maracanã
Flamengo

Sem Rodrigo Caio, Flamengo busca quebra de tabu diante do São Paulo; confira

O Flamengo enfrenta o São Paulo neste domingo pelo Campeonato Brasileiro. A partida, válida pela décima nona rodada da competição poderá ser a que define o Flamengo como líder, mas para isso, o Inter teria que tropeçar para o Corinthians em São Paulo. Além disso, o Flamengo teria que vencer o São Paulo, fato que não acontece há mais de três anos. A última vitória do Flamengo sobre o São Paulo foi em 2017, mais especificamente no dia 2 de Julho daquele ano. Em partida disputada na Ilha do Urubu, Diego e Guerrero marcaram os gols da vitória por 2 a 0. Desde então, são cinco partidas, com três empates e duas derrotas. Sequer o Flamengo avassalador de Jesus conseguiu vencer, apesar do largo domínio na partida disputada no Maracanã, que terminou empatada. Assim, cabe aos comandados de Dome “quebrar o tabu” e vencer a partida. Para a partida deste domingo, o Flamengo tinha a expectativa de poder contar com Rodrigo Caio, porém mais uma ducha de água fria com relação ao zagueiro foi divulgada a pouco. Arrascaeta segue sendo desfalque, assim como Diego. Apesar de não haver qualquer sinalização, Hugo Souza deve seguir titular, com Diego Alves na reserva Willian Arão e Thiago Maia estão suspensos para essa partida. Fato que obrigará Dome a mudar o meio de campo, grandes chances de um jovem da base fazer dupla com Gérson, João Gomes seria o favorito. Outra possibilidade bastante ousada e menos provável, seria de colocar Gérson como primeiro volante. Mas, faltam meias disponíveis para essa escalação também. Leia também: Com 85% de aproveitamento, Flamengo “vence” maratona de Outubro Veja também: Fisioterapeuta do CUIDAR participa da Missão Europa, promovida pelo COB
Flamengo

O time que se nega a perder: As notas de Flamengo 2 x 2 Inter

O Flamengo empatou na noite de ontem com o Internacional no Beira Rio. Apesar de perder a oportunidade de assumir a liderança da competição, fica a boa sensação de quem foi superior boa parte do jogo, mas se viu complicar por erros banais e individuais. Além disso, fica a boa imagem do Flamengo que se recusa a perder, mesmo que seja no último segundo, na última gota de suor. Essa característica, presente em 2019, voltou, um ótimo sinal. Confira agora as notas da partida:

Neneca – 7,0

Quando exigido foi muito bem, fez defesas complicadas durante a partida, em especial no primeiro tempo, quando de fato o Inter jogou para vencer. Não teve responsabilidade nos dois gols sofridos;

Isla – 5,0

Isla foi bem no apoio, e se não fosse sua falha no gol, teria tido um jogo apenas regular, nota 6, mas é impossível dar essa nota após o erro grosseiro no primeiro gol do Inter. Errou mais que o costume também em outras jogadas;

Gustavo Henrique – 5,0

Gustavo conseguiu a proeza de cometer falha mais inexplicável que a de Isla. Com três jogadores em sua linha de passe, ele deu uma bicuda para trás, entregando a bola de presente para Thiago Galhardo. Mas, o zagueiro ainda teria o jogo todo para se recuperar, certo? Sim, e de fato, assim como o Isla, fez um restante de partida razoável apenas. Mas incomoda sua fragilidade em lances de velocidade;

Natan – 6,5

O melhor da linha de quatro da defesa, Natan foi firme nas divididas, bem na bola aérea e suportou bem a marcação adiantada, apesar de assustar em alguns momentos;

Filipe Luís – 5,5

Apagado pela marcação nas beiradas, Filipe praticamente não ousou chegar no campo de defesa adversário, e quando chegou, errou praticamente todos os cruzamentos que tentou. Não conseguiu fortalecer o meio como de costume, até pela marcação já citada. Seu futebol foi abaixo;

Thiago Maia – 6,5

Thiago no geral teve partida boa na marcação, calma após levar o amarelo e não se complica e razoável saída de bola. O problema é que hoje o Flamengo necessitava de uma saída de bola de maior qualidade, e não razoável. Thiago errou muitos passes, não conseguiu rodar a bola como o Flamengo precisava e isso obrigou Dome a puxar Gérson novamente pelo meio (apesar de Gérson também não ter conseguido render bem por ali hoje);

Arão – 6,0

O Arão fez partida regularmente boa, conseguiu ajudar bastante na marcação, pecou no passe em alguns momentos, assim como todo o time. Apesar de ser mais fixo, falta ao Arão de 2020 a entrada na área, em jogadas aéreas, poderia voltar a fazer isso, de forma organizada;

Gérson – 7,5

Não teve primeiro tempo muito participativo, a posição pela esquerda não funcionou para ele hoje. Mas ainda sim tentou ao máximo ser participativo. No segundo tempo Gérson comeu a bola, criou muito na frente e salvou um gol colorado atrás. Deu a assistência para o empate de Everton Ribeiro;

Everton Ribeiro – 6,5

Longe de ser o Everton Ribeiro que estamos acostumados, o camisa 7 da gávea teve partida no geral apagada. Mas o grande jogador cresce em momentos chave, e foi justamente nos últimos 15 minutos de jogo que Everton chamou o jogo, puxando bolas para a canhotinha, e entrando na área, como um centroavante, para empatar;

Vitinho – 6,0

Vitinho fez um jogo muito participativo, mais uma vez. Porém, assim como todo o time do Flamengo no primeiro tempo, demorou a encaixar no jogo. Quando no segundo tempo, o camisa onze precisou ir a ponta esquerda, voltamos ao Vitinho que pouco produzia de antes, apesar dele tentar bastante (muito mais que em tempos anteriores). No geral, uma partida média para boa;

Pedro – 8,5

O que o Pedro joga é sacanagem. Perfeito na frente, Pedro prendeu bola, partiu em velocidade, fez pivô, gol, tentou dar assistência, tentou TUDO! Pedro parece um sistema ofensivo de um jogador só, o que ele produz para a equipe é um absurdo, e tudo isso sozinho! Gabigol é ídolo e continuará sendo, mas teremos uma “luta pela posição”, seja como centroavante ou de Gabigol com Bruno Henrique. Porque, da forma como está, o Pedro não sai. Os jogadores que entraram, tiveram pouco tempo, sem nota.

Domenec – 7,0

Fez o possível diante dos desfalques, tentou de forma válida Gérson pela esquerda, mas hoje deu errado. Apesar do erro, conseguiu ler o jogo e identificar que ele precisava voltar a posição, deu certo. Não mexeu na equipe simplesmente porque o Flamengo estava bem no jogo, melhor que o Inter, e também, não tinha grandes opções na reserva hoje. Leia também: Diego Alves não renova e recebe sondagens da Europa  Veja também: Com gol no fim, Flamengo empata com o Internacional por 2 a 2 em jogo eletrizante
Pedro Flamengo

Pedro e Gérson voando, Arão mal; Confira as notas da partida

O Flamengo venceu o Sport pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Pedro (2) e Gustavo Henrique, a equipe de Domenec fez o resultado no segundo tempo, e garantiu mais três pontos na competição. O Flamengo fica momentaneamente na vice liderança. Com bastante dificuldade para criar jogadas no primeiro tempo. O rubro negro furou a retranca de Jair Ventura no segundo, e para isso, contou com excelentes atuações individuais. Confira agora as notas da partida.

Neneca – 7,0

Preciso absolutamente todas as vezes que a bola chegou nele. Neneca é um achado da base, na noite de hoje não complicou nas saídas de bola. Na bola aérea também se destacou bem, até pela altura e maior condição de jogo, adquirida em campo;

Maurício Isla – 6,5

Bem no apoio, Isla fez uma partida consistente apesar de em alguns momentos ser afobado e gerar espaços na defesa. Deu uma grande assistência para Pedro no primeiro tempo, mas o goleiro do Sport defendeu;

Gustavo Henrique – 7,0

Em campo especialmente por conta da bola aérea, Gustavo Henrique justificou a confiança com um gol de cabeça e vitória na maioria das bola aéreas na defesa do Flamengo. Com a defesa mais encaixada, não sofreu tanto pelos ataques em velocidade do adversário;

Natan – 7,5

Natan não aparenta ter a idade que possui de fato. Joga de forma muito segura, mas segura em um ponto de impressionar até os mais experientes. Perfeito por baixo, bem por cima e de saída de bola regular para boa durante a partida. Suas arrancadas da linha de defesa para o meio de campo chamam a atenção também, pela segunda partida seguida;

Filipe Luís – 7,0

Mais um que fez partida sólida. Filipe Luís chegou bem na frente, mais pelo centro de campo como sempre. Tentou dar mais qualidade e criatividade pelo meio, e em alguns momentos conseguiu fazer bem isso. Na defesa esteve bem, nenhuma jogada aconteceu em suas costas;

Arão – 5,5

Desatento no jogo, Arão por vezes parecia perdido no sistema. Hoje teoricamente ele tinha mais liberdade para descer, já que Thiago Maia era o primeiro volante. O Arão de dois anos atrás descia bem, mas o de hoje parece ter perdido essa virtude. Não conseguiu fazer nem um, nem outro;

Thiago Maia – 7,5

Ao contrário de seu companheiro de “volancia”, Thiago Maia fez grande partida. Conseguiu auxiliar o meio de campo na criação de jogadas e ao mesmo tempo fez boa atuação defensiva. Foram incontáveis roubadas de bola, duas delas em contra ataques perigosos do Sport;

Gérson – 8,0

Gérson é um “deboche”. Partida monumental, tanto na frente quanto atrás, Gérson mais uma vez parecia onipresente em campo. Foi fundamental para o time na criação das jogadas, além disso consegue ditar muito bem o ritmo do jogo, como em momentos que precisa segurar mais a bola. Talvez tenha pecado inclusive, por reter ela demais no primeiro tempo, mas nada prejudicial;

Diego – 6,5

O responsável por fazer a bola rodar com velocidade, Diego não conseguiu fazer isso no primeiro tempo. Muito pelo contrário, mais uma vez o meia acaba pecando pela demora em soltar a bola e pelo tempo que fica com ela em seus pés. Falta uma tomada mais rápida de decisões. Mas sua avaliação melhora no segundo tempo, quando aí sim, começa a soltar a bola com maior velocidade e a equipe sobe a produção. Diego é útil demais para o elenco se compreender que precisa prender menos a bola;

Bruno Henrique – 7,0

Bruno tentou jogadas de velocidade, entrada na área com toques de bola e entradas na área para cabeceio, mas no primeiro tempo nada feito. Já no segundo seu rendimento subiu, assim como o de todo time. E ele pôde aproveitar de um meio de campo mais “vivo”. Preocupado apenas em atacar e não em criar…Bruno conseguiu dar assistências, irônico não? Em duas delas, Pedro balançou as redes;

Pedro – 8,5

O melhor em campo mais uma vez, Pedro é um bom problema para Domenec quando Gabigol voltar. O centroavante tem muita presença de área e fede a gol. Mas não é só isso, fez o pivô com muita qualidade e tem condições técnicas de sair da área para criar jogadas. Fez hoje uma atuação espetacular, mesmo no primeiro tempo, fez o que foi possível; Os atletas que entraram no segundo tempo (Matheusinho, Renê, Pepê, Lincoln e Vitinho) tiveram pouco tempo, fecham sem nota.

Domenec Torrent – 7,5

Não inventou, manteve a estrutura do time com os dois meia abertos e dois volantes. Teve inteligência para no intervalo não trocar peças, e sim como elas se moviam em campo, e isso trouxe um Flamengo totalmente diferente para o segundo tempo. Demorou para alterar no segundo tempo, e poderia ter aproveitado melhor o contra ataque com Michael, Pedro Rocha ou Guilherme Bala. Leia também: Após atuação impecável de Pedro, torcida manda recado para Gabigol  
Arão-Flamengo

Willian Arão enche o torcedor do Fla de esperança e afirma: “Estamos chegando”

A vitória diante do Bahia na última quarta-feira (2) por 5 a 3, no Pituaçu, encheu os olhos do torcedor do Flamengo de esperança. Esta foi a melhor partida sob o comando de Domènec Torrent e o time está cada vez mais engajado com ás ideias de seu treinador. Willian Arão, porém, reconhece que o futebol apresentado contra o time baiano foi empolgante, mas admite que a equipe precisa evoluir e se tornar mais sólida tanto defensiva quanto ofensivamente para conquistar o título do Brasileirão.
Torrent-Flamengo
Torrent-Flamengo
“Estamos chegando. Chegamos no grupo de cima, mas, além de tudo isso, de vencer, é convencer. A vitória pode vir, mas dificilmente você vai ganhar um campeonato jogando mal. Pra ganhar um campeonato, temos que jogar bem, sólidos ofensiva e defensivamente. As vitórias são importantes para crescimento, confiança, dão moral, mas queremos crescer como equipe. Quando jogarmos cada vez melhor, vai ser mais difícil ganhar da gente, mais fácil ganhar as partidas, e, consequentemente, vamos chegar nas cabeças. Já estamos próximos, mas temos bastante margem para crescimento como equipe. Quando chegarmos a esse nível, chegaremos lá em cima mais rápido e vamos nos manter”. Willian Arão ainda falou sobre a rotação de jogadores realizado por Dome que, por sinal, tem sido bastante criticada pela mídia esportiva e torcedores. “Sou tranquilo com essas coisas. Já passei bastante coisa no Flamengo e estou treinando bastante, como todos. Respeitamos a decisão do treinador e sabemos que quem entrar vai dar conta do recado”. Com 11 pontos, o Flamengo começou a quinta-feira na quarta colocação na tabela e terá pela frente o Fortaleza, sábado, às 17h (de Brasília). Depois de vencer Coritiba, Santos e Bahia fora de casa, a equipe busca o primeiro triunfo no Maracanã.] LEIA MAIS SOBRE FLAMENGO Flamengo: Mauro critica mudanças de Torrent Torrent é elogiado por Galvão Bueno após vitória  

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod