Tag: Bap

Flamengo

Opinião: A “estranha” situação da renovação de Diego Alves

O Flamengo vive uma novela pela renovação com o goleiro Diego Alves. Novela essa com contornos um tanto quanto estranhos. Nos últimos dias você deve ter visto que Diego Alves acertou a renovação com o Flamengo, certo? Foi noticiado em todos os veículos de imprensa. E eles não erraram. De fato, Diego Alvez entrou em acordo com Marcos Braz e Bruno Spindel e renovou seu contrato. Só que algo aconteceu entre o acerto verbal e a assinatura do papel. Logo após o “acerto”, ficou-se sabendo que o departamento financeiro do clube barrou a negociação, por considerar fora dos padrões. Mas como ainda não se sabia quais valores eram esses, não dava para se questionar. Hoje, o GE soltou matéria dando valores (não desmentidos pelo clube) e que deixam uma questão em nossas cabeças. O que está acontecendo no clube? A proposta que Diego aceitou de Spindel tem salário que gira em torno de 800 mil mensais. O valor é elevado para um goleiro, mas nem tanto, principalmente para o status de Diego Alves. Porém o grupo comandado por BAP e Tostes estabeleceu um teto para um acerto, e os valores acertados entre Spindel e Diego Alves esbarrariam nesse teto, assim a negociação foi barrada. Durante essa semana uma nova proposta foi oferecida a Diego Alves, com apenas um ano de contrato e reajuste menor que o proposto anteriormente. Ele e seu empresário prontamente recusaram e dizem que apenas irão cumprir o acertado no dia 24 de Outubro, com o Spindel. Ou seja, o Flamengo se encontra numa “encruzilhada” entre o valor acertado por Bruno Spindel e jogador e o que Tostes e BAP querem. Mas no meio dessa história deveria ter um presidente, ou não?

O que se questiona

Onde estava Landim durante todo esse processo de renovação? Ele não sabia do teto estabelecido por BAP e Tostes? Spindel não sabia dele também? Em alguns momentos, todo esse imbróglio parece mais uma “batalha” de poder e influência no clube do que propriamente uma preocupação com o financeiro ou renovação do jogador que é ídolo, e isso é bastante complicado. O que se questiona, acima das intenções dos envolvidos, é a quase abstenção de Landim de se posicionar e dar um ponto final na história. Ele é o presidente. Se de fato, provado ser mal negócio, que ele barre, caso contrário, que ele assine a renovação. O que o Flamengo não pode é ficar refém de duas alas que pensam diferente o que deve ser feito. Aliás, isso também é uma falta de respeito com o próprio Diego Alves. Enquanto isso, Diego Alves já pode assinar pré-contrato com outra equipe. O contrato do goleiro vai até 31 de Dezembro e caso não aconteça uma renovação, ele já não estará com o elenco as últimas 11 rodadas do Brasileirão, possíveis finais da Copa do Brasil e da Libertadores. Esses jogos ocorrem todos após 31 de Dezembro. Leia também: Reação de torcedores do São Paulo ao pegar o Fla Veja também: Flamengo enfrenta o São Paulo nas quartas de final da Copa do Brasil
flamengo

Domenec e mais 7 testam positivo para Covid-19

A vida do Flamengo não está fácil. Após ter 7 jogadores confirmados com covid-19 até a noite de ontem, hoje mais 9 testes apresentaram resultado positivo para o vírus. Domenec Torrent, Thuler, Rodrigo Caio, Marcos Braz, Luiz Eduardo Baptista (BAP), Landim, Gabriel Batista, João Gomes e Everton Ribeiro são os novos infectados. A situação coloca o Flamengo em sinal de alerta total. Isso porque todos os atletas tiveram contato frequente entre si e se torna totalmente incontrolável saber quem poderia já estar com a doença, mas ainda não apresentar sintomas/teste positivo. Se já antes, o Flamengo não tinha nenhuma ideia de que time colocar em campo no Domingo, diante do Palmeiras, agora muito menos. A tendência aliás, é que mais jogadores testem positivo nos próximos dias, fato que poderá deixar o clube sem opções. O Palmeiras protestou contra o adiamento da partida, a CBF sinalizou para negar o pedido de adiamento também. Até então, o jogo permanece, mas a questão que fica é: até que ponto o Palmeiras estará colocando seus atletas em risco para contaminações futuras? E onde está a responsabilidade pelas vidas envolvidas? Com 19 infectados por covid dentro do clube e tendência a aumento, o Flamengo tenta montar seu time para a partida. Sem treinador, sem dirigentes e sem muitas opções para determinadas posições. Talvez esse seja o momento propício para se usar o tão enaltecido bom senso por parte de alguns mandatários. Leia também: Secretario-geral da CBF diz que Palmeiras x Flamengo não deve ser adiado Veja também: O Anjo da Guarda Rubro-Negro está de volta!

Bap ignora rejeição da Nação: “Tenho estrada, lido com isso com naturalidade”

Luiz Eduardo Baptista (Bap), vice-presidente de relações externas do Flamengo, voltou a se manifestar após início de semana conturbada no clube, por conta da demissão de Paulo Pelaipe. Em entrevista concedida ao canal ESPN, o dirigente afirmou não se incomodar com a rejeição da torcida rubro-negra, que levou a hashtag #ForaBAP aos assuntos mais comentados do Twitter.

– Acho que quem trabalhou com mídia como eu, por cinco anos, quem cumpre o papel que eu cumpro no Flamengo há algum tempo, quem conhece o ambiente do Flamengo… Eu não me surpreendi. Se eu me incomodei? Nem um pouco. Eu tenho estrada, lido com isso com naturalidade. E entendo que isso foi uma expressão muito forte de algumas pessoas que, sem muitas informações, entendiam que isso significaria mudanças no Flamengo. Mudanças no sentido oposto do de 2019 -, disse Bap, prosseguindo:

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

– Quanto a isso, a torcida pode ficar tranquila. Estamos longe de querer mexer no que deu certo. A decisão do presidente é absoluta e soberana, e não cabe a nós ficar questionando. Para mim, foi absolutamente natural -, finalizou.

Alheio às polêmicas nos bastidores, o Flamengo trabalha para fechar mais contratações para a temporada de 2020. Michael, revelação do Brasileirão 2019 pelo Goiás, e o atacante Pedro, da Fiorentina, são nomes que estão em negociação para integrar o plantel. Até o momento, o Rubro-Negro oficializou as chegadas de Pedro Rocha, ex-Cruzeiro, e Gustavo Henrique, que defendeu o Santos em 2019.

Por: Coluna do Fla

Flamengo hoje

Bap desmente boatos sobre relação com Braz: “Não pode ter discórdia e não tem”

O Flamengo esteve diante de um cenário conturbado nos últimos dias. Isso porque, Paulo Pelaipe, que até então ocupava o cargo de gerente de futebol, foi demitido da função de forma inesperada. A situação gerou uma série de discussões envolvendo uma possível “queda de braço” entre o vice de futebol Marcos Braz e o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista. Em contato com o FOX Sports, Bap desmentiu os boatos.

O VP de Relações Externas do Fla afirmou ter uma “ótima relação” com Braz e disse ter sido um dos responsáveis pelo retorno do dirigente ao Rubro-Negro. Ainda revelou que foi criticado por uma ala mais conservadora depois de demonstrar apoio ao hoje vice-presidente de futebol do clube da Gávea.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

– Eu tenho uma ótima relação com o Braz. Não concordamos com todas as coisas, mas ao longo do processo do conhecimento de Flamengo, que me coloquei nos últimos sete anos, uma das coisas que tenho dito que o Flamengo é grande para que seja exclusivo. Tem que ser inclusivo. Advoguei a aproximação ao Braz e tive papel importante para o Braz estar no lugar que está hoje. Eu fui criticado por velhas raposas rubro-negras para apoiar o Marcos Braz -, revelou Bap, completando em seguida:

– Eu entendia que era uma possibilidade de juntar ao nosso conhecimento e na matemática da boa gestão, no popular, fazer 1+1 dar 3. Temos qualidades que o Marcos não tem e vice-versa. Não pode ter discórdia e não tem -, acrescentou.

Fora das polêmicas vividas nos bastidores, parte do elenco do Flamengo e atletas da equipe sub-20 deram o pontapé inicial à pré-temporada, na última terça-feira (07). O restante do plantel se reapresentará somente no próximo dia 27, já com o português Jorge Jesus no comando dos treinos.

Por: Coluna do Fla

Flamengo não vai deixar de contratar Michael por conta de “diferença ridícula”, afirma Bap

O Flamengo se reuniu com o Goiás na tarde desta quarta-feira (08), no Rio de Janeiro, para tentar avançar na negociação por Michael, grande destaque do Esmeraldino em 2019. As partes, porém, não chegaram em um acordo e novas conversas já estão previstas. Em contato com o FOX Sports, Luiz Eduardo Baptista (o Bap), vice de relações externas e membro do conselho de futebol do clube, comentou sobre as tratativas.

Bap afirmou torcer por um desfecho positivo, mas ressaltou que o Rubro-Negro não fará nenhuma extravagância para contar com o atacante. O dirigente ainda afirmou que o clube não deixará de realizar a contratação por conta de uma “diferença ridícula”.

– Qualquer clube gostaria de contar com o Michael. Espero que tenha um final feliz. O Flamengo não vai fazer nenhuma maluquice, mas também não vai deixar de contratar um jogador como o Michael por causa de uma diferença ridícula -, garantiu, completando em seguida:

FOTO: DIVULGAÇÃO / GOIÁS E.C.

– A discussão conceitual já foi feita no Flamengo, assim como a financeira. O Bruno (Spindel, diretor executivo) sabe exatamente os limites e as condições que ele pode avançar para contar com o Michael. Eu, assim como os 43 milhões de torcedores, cruzo os dedos para que dê certo.

O Flamengo segue intenso no mercado, buscando nomes de peso para reforçar o plantel e tentar superar o “difícil calendário” de 2020, como o próprio Bap reconheceu durante o contato com o FOX Sports. Até o momento, o Rubro-Negro oficializou as contratações do ex-cruzeirense Pedro Rocha e do zagueiro Gustavo Henrique, ex-Santos, e está muito próximo de garantir a chegada do volante Thiago Maia.

Por: Coluna do Fla

Bap explica escolha por Abel em 2019 e afirma: “Nada no Flamengo precisa de unanimidade para ser aprovado”

O nome de Luiz Eduardo Baptista (Bap) vice-presidente de relações externas do Flamengo, tem sido muito comentado desde segunda-feira, após a demissão do gerente de futebol Paulo Pelaipe. A situação expôs o embate político de lideranças internas, assim como visto no caso Abel Braga. Em entrevista à FOX Sports, Bap foi questionado e esclareceu o ocorrido na contratação do ex-técnico.

– Nós discutimos o perfil ideal de técnico pro Flamengo quando tínhamos três nomes. Nada no Flamengo precisa de unanimidade para ser aprovado. O Conselho chegou a conclusão coletivamente que a opção da época seria o Abel Braga -, ressaltou.

FOTO: REPRODUÇÃO

Bap foi um dos responsáveis pela contratação de Abel Braga e tentou manter o ex-treinador no cargo. Ao comando de Abel, o Flamengo não alcançava resultados positivos e a Maior Torcida do Mundo ficou insatisfeita. Os torcedores protestaram contra o ex-técnico e, em maio, Abel pediu demissão. Marcos Braz negociou com Jorge Jesus e o português assumiu o Rubro-Negro no meio do ano, durante a parada para a Copa América. Ao final de 2019, o Mister provou que Braz marcou um golaço ao fechar sua contratação e encerrou a temporada com a conquista dos títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores da América.

A ‘briga’ interna do clube tem, de um lado, Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e BAP; no entanto, no Ninho do Urubu, o assunto Pelaipe é página virada. O Flamengo segue com seu planejamento normal no Centro de Treinamento.

Por: Coluna do Fla

“Não tive influência na saída do Pelaipe”, afirma Bap

O ano de 2020 começou internamente conturbado no Flamengo. Nesta segunda-feira, o gerente de futebol, Paulo Pelaipe, foi desligado de suas funções, sem aviso prévio, e e sem o conhecimento do VP da pasta, Marcos Braz. Apontado como responsável pela demissão, o vice-presidente de relações externas, BAP, se pronunciou.

– Não existiu influência minha na saída do Paulo Pelaipe. Sabia do problema que estávamos vivendo. Mas a decisão foi do presidente Landim, ele chamou a responsabilidade. Ele já tinha um desconforto em relação a estrutura do futebol do Flamengo, estava carregada -, afirmou, em entrevista à Fox Sports.

O assunto da demissão de Paulo Pelaipe gerou revolta entre os torcedores, que fizeram uma campanha no Twitter pedindo a saída do vice-presidente. No entanto, o assunto é “passado” no Mais Querido, que segue o seu planejamento normalmente.

Por: Coluna do Fla

Sampaoli

Bap desmente boatos de ser contra técnicos estrangeiros: “Fui ao Chile tentar contratar o Sampaoli”

O Flamengo iniciou o ano com polêmicas nos bastidores. Paulo Pelaipe, que comandava a pasta de gerente de futebol, foi desligado da função na última segunda-feira (06), através de um e-mail enviado pelo RH. Em entrevista concedida ao canal FOX Sports, o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista (Bap), explicou esta situação e outras envolvendo o seu nome.

Bap desmentiu os boatos de que seria contra técnicos estrangeiros no Flamengo e revelou a tentativa de contratação de Jorge Sampaoli, que treinou o Santos na última temporada. O dirigente, porém, não especificou quando houve o interesse no argentino. Vale lembrar que ele também atuou na gestão Eduardo Bandeira de Mello, entre 2013 a 2015.

– Eu nunca fui contra técnico estrangeiro. Tanto que fui ao Chile tentar contratar o Sampaoli. Sempre fomos entusiastas. Dos 20 técnicos que passaram no Brasil a maioria deu errado. Só (Jorge) Jesus e Sampaoli não. Tem que achar o técnico certo, sem desafio do idioma -, disse o vice de relações externas do Fla.

Bap ficou em evidência nos últimos dias depois de ter sido apontado como um dos responsáveis pela saída de Paulo Pelaipe. Também ao FOX Sports, o dirigente negou a participação na demissão do agora ex-gerente de futebol.

Alheio às polêmicas nos bastidores, o Flamengo trabalha para fechar mais contratações para a temporada de 2020. Michael, revelação do Brasileirão 2019 pelo Goiás, e o atacante Pedro, da Fiorentina, são nomes que estão em negociação para integrar o plantel. Até o momento, o Rubro-Negro oficializou as chegadas de Pedro Rocha, ex-Cruzeiro, e Gustavo Henrique, que defendeu o Santos em 2019.

Por: Coluna do Fla

Jornalista destaca reação de torcedores a favor de Braz em ‘guerra fria’ com BAP

O ano de 2020 chegou, e com a virada, uma nova temporada se inicia para o Flamengo. No entanto, o início deste novo ciclo para o clube Rubro-Negro está sendo marcado por um período conturbado, por conta da demissão do gerente de futebol, Paulo Pelaipe. Muito se especula que a demissão do gerente de futebol tenha sido motivada para atacar o vice de futebol, Marcos Braz, que tinha Pelaipe como ‘braço direito’

Em meio a esse cenário, o jornalista Flávio Gomes opinou sobre a situação durante o programa Bom Dia Fox, da emissora Fox Sports. Na análise, Flávio destacou a importância de Braz para o Flamengo, em comparação ao BAP, que seria o responsável pela saída de Pelaipe.

— Me parece que o Marcos Braz fez mais pelo Flamengo nos últimos tempos, do que esse senhor, BAP. E é por isso que a gente inclusive viu os muros pichados, “estamos com Braz.

A decisão do desligamento do dirigente do clube foi uma surpresa, tendo em vista que a renovação de contrato de Paulo Pelaipe com o Flamengo já estava encaminhada. O ex-gerente de futebol recebeu um e-mail do RH, comunicando sobre sua demissão. O dirigente do clube Rubro-Negro, Luiz Eduardo Baptista é apontado como um dos principais responsáveis pelo desligamento de Paulo Pelaipe.

O Flamengo ainda não se pronunciou sobre o ocorrido, mas a coletiva de reapresentação do elenco, que iria contar com Pelaipe, Marcos Braz e Bruno Spindel, e aconteceria nesta terça-feira (07), foi cancelada. A situação expõe a política interna do clube, onde opiniões diferentes geram conflito, assim como foi no caso de Abel Braga.

Por: Coluna do Fla

Apontado como ‘algoz’ da demissão de Pelaipe, Bap esquiva: “Quem pode falar é o presidente”

Um dia antes de retornar aos trabalhos no Ninho do Urubu, Paulo Pelaipe foi comunicado, através de um e-mail enviado pelo setor de recursos humanos, sobre seu desligamento do Flamengo. Sua saída, recebida com surpresa, evidencia uma queda de braço entre dirigentes – considerando que sua permanência já estava encaminhada – e gera um clima instável nos bastidores. De acordo com informações iniciais, o vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, seria um dos principais responsáveis pela demissão de Pelaipe.

A demissão do gerente de futebol, inclusive, já gerou consequências. Nesta terça-feira (07), os muros da Gávea amanheceram pichados – o BAP foi o principal alvo do protesto. Além disto, a tag #ForaBap dominou os assuntos mais falados mundialmente no Twitter. O portal ‘O Dia’ entrou em contato com Luiz Eduardo Baptista, que desconversou sobre o assunto.

– Quem pode falar sobre isso tudo é o presidente do Flamengo, a quem cabe decisões como essa -, declarou o vice-presidente de relações externas.

A saída de Pelaipe é tida por alguns como mais um capítulo da ‘Guerra Fria’ dos bastidores rubro-negro entre BAP e Marcos Braz – pausada desde a saída de Abel Braga e chegada de Jorge Jesus. Se especula que o supervisor e amigo pessoal de Luiz Eduardo Baptista, Gabriel Skinner, possa ocupar o cargo de gerente de futebol no lugar de Paulo Pelaipe.

Há, ainda, a informação de que Pelaipe havia sido desligado por vazamento de informações internas.

Por meio de nota divulgada nesta terça-feira (07), Pelaipe demonstrou surpresa pela demissão, agradeceu ao Flamengo e relembrou sua importância na chegada de Jorge Jesus, um dos principais nomes do clube atualmente.

Por: Coluna do Fla

Jornalista revela contradições entre diretores do Flamengo por contratações

O clima no Flamengo é de pressão. Dentro de campo, os resultados e as atuações nas últimas semanas não têm agrado à torcida, que cobra um rendimento melhor de um elenco repleto de talento. Fora das quatro linhas, a diretoria também é alvo de polêmicas – a Nação pede atitudes mais incisivas dos dirigentes para resolver os problemas do time. No entanto, a diretoria ainda não tem um consenso sobre as contratações que fará.

Segundo o repórter Gustavo Henrique, da Rádio Globo, dois dirigentes importantes do clube têm batido de frente: Luiz Eduardo Baptista, o Bap – vice-presidente de relações externas; e Marcos Braz, vice-presidente de futebol. A causa seria a contratação de um zagueiro. O primeiro prefere a chegada de Bruno Vianna, que atua no futebol português. Já Braz é entusiasta da chegada de Jemerson, que é jogador do Monaco. De acordo com a apuração, a maior parte da diretoria está do lado do VP de futebol, mas Bap é considerado muito influente nas decisões.

O sistema defensivo do Flamengo vem sendo o mais criticado por grande parte da torcida. A zaga é, inclusive, uma das mais vazadas entre os times da série A na temporada 2019. O ”mochilão” pela Europa tem como ideia principal trazer nomes de peso para suprir essa carência rubro-negra.

Por: Coluna do Fla

Ex-auxiliar do Flamengo defende Abel: “Abel está aí fazendo um trabalho progressivo muito bom”

Apesar da pressão, Abel Braga não está sozinho. Se dentro do clube seu maior aliado é o vice-presidente de Relações Externas, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, fora dele o treinador Arthur Bernardes – que foi auxiliar técnico no próprio Flamengo em 1995 – defende o companheiro de profissão, sobretudo por já ter convivido com dias turbulentos na Gávea.

 Antes do Abel, tinha outro que estava lá estava sendo cobrado da mesma maneira. Eu tive a oportunidade de trabalhar com o Apolinho e a cobrança era igual, ainda mais no ano do centenário do Flamengo. Não é nada fácil trabalhar no Flamengo, você tem que ter uma capacidade de reposição de peças e treinamento muito bem elaborados. Com uma equipe de auxiliares bem competentes, Abel consegue trabalhar para que as cobranças não detonem o trabalho que está feito. O Flamengo tem um calendário extenso e o Abel está aí fazendo um trabalho progressivo muito bom. -, opinou ao portal Lance!

Segundo Bernardes, a alta rotatividade de jogadores e a forte cobrança pelo jogo ofensivo e bem jogado na busca por vitórias, somados ao extenso calendário que envolve ao menos quatro competições ao longo do ano, diminuem a paciência com o treinador e impactam diretamente na performance dentro de campo.

– Existe um certo exagero nesse tipo de situação e isso prejudica muito o treinador. Às vezes ele quer colocar dois ou três atletas para jogar uma sequência, mas não consegue por conta de protocolos de fisiologia que esbarram no desenvolvimento. Não quero dizer que a ciência não tenha que acompanhar, mas com a responsabilidade que o Abel tem com um time de investimento alto, ele fica com uma sobrecarga muito maior. Ele tem que procurar ser o mais específico possível no treinamento e ficou bem claro pra mim que o trabalho de finalização tem que ser aprimorado, porque os atletas perderam muitos gols nestes últimos jogos -, finalizou.

Por: Coluna do Fla

Torcedor questiona sobre possível saída de Cuéllar do Flamengo, e Braz responde

O Flamengo conseguiu a vitória sobre o Corinthians, em partida disputada na última quarta-feira (15), em Itaquera, pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil. Mesmo jogando abaixo do esperado, o Rubro-Negro saiu na frente por uma vaga nas quartas, contando também com as ótimas atuações de Rodrigo Caio e de Cuéllar. O volante, inclusive, vem atraindo olhares de outros clubes, mas Marcos Braz, vice de futebol do Fla, garantiu que o jogador seguirá na Gávea.

Ao ser questionado no Twitter por um torcedor sobre possíveis propostas envolvendo o camisa 8, o dirigente rubro-negro foi sucinto: “Você é que está dizendo que ele será“, disse Braz em seu perfil, tranquilizando os rubro-negros nas redes sociais.

Confira abaixo a interação:

Considerado o “Craque do Jogo” contra o Corinthians, de maneira unânime, em premiação realizada pela Rede Globo, Cuéllar vem confirmando ainda mais o seu status de titular absoluto no clube da Gávea e xodó da torcida rubro-negra. Em entrevista recente concedida ao SporTV, o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista garantiu não ter propostas pelo volante, mas afirmou que a diretoria avaliaria em caso de surgimento de ofertas de outras equipes.

– Não chegou nada oficialmente. Mas ele é um super jogador, exemplo para garotada e não surpreende se houver eventual interesse. A multa é muito alta. Se chegar, vamos avaliar. Mas nosso interesse é que ele cumpra o contrato -, disse Bap.

Por: Coluna do Fla

Mauro retruca afirmação de Bap sobre ‘segurança’ de Abel: “O técnico foi questionado mais e mais”

Apesar de estar razoavelmente bem no Brasileirão e classificado para o mata-mata da Copa Libertadores da América, o Flamengo apresentar irregularidade em suas atuações ao longo da temporada. Em meio a isso, o técnico Abel Braga passou a ser questionado no cargo. No entanto, o vice-presidente de de relações externas do Fla, Luiz Eduardo Baptista, mais conhecido como Bap, garantiu que o treinador jamais foi contestado nos bastidores, afirmativa refutada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN.

Através de sua conta no Twitter, Mauro ratificou a informação que havia dado anteriormente, quando disse que Abel passou a sofrer pressão interna. Para justificar a declaração de Bap, o jornalista apontou que o dirigente estava defendendo o técnico por ser um dos maiores apoiadores da contratação.

“O que as pessoas esperavam, que BAP, o responsável maior pela contratação de Abel Braga, que se empenhou para segurá-lo nos momentos mais delicados, dissesse a dois dias do jogo com o Corinthians que o treinador balançou? Ora, não sejamos ingênuos, né?”, escreveu ele inicialmente.

“Uma eventual saída de Abel significaria uma derrota de BAP, que o escolheu em 2018. Mas dentro do Flamengo, pelo desempenho irregular e algumas atuações entre fracas e sofríveis, além de escolhas discutíveis, o técnico passou a ser questionado mais e mais […] E Abel voltará a ser obviamente questionado se o time do Flamengo novamente atuar mal nos próximos jogos. Se tinha crédito no início, já o gastou e somente boas atuações e vitórias devolverão ao treinador algum prestígio”, completou ele em seguida.

CONFIRA AS PUBLICAÇÕES: Por: Coluna do Fla

Bap garante Abel no comando: “É com Abel que viemos e vamos seguir com ele”

O Flamengo conheceu na noite desta segunda-feira (13) o adversário que enfrentará nas oitavas de final da Libertadores da América, após sorteio realizado na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai. A equipe carioca terá que medir forças com o Emelec, do Equador. Em entrevista concedida no evento, Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de relações externas, rechaçou qualquer possibilidade de pressão envolvendo Abel Braga e garantiu o treinador para as fases finais da competição continental.

– Não sei para quem o Abel estava balançando. Tudo que o Flamengo disputou ganhou. Existe um sensacionalismo enorme em cima disso. É com Abel que viemos e vamos seguir com ele. Esse sensacionalismo só nos fortalece -, disse BAP, em entrevista concedida ao SporTV.

Antes de se preparar para a fase decisiva da Conmebol Libertadores, porém, o Flamengo mira as suas atenções para o confronto de ida das oitavas de finais da Copa do Brasil. O Rubro-Negro encara o Corinthians, na próxima quarta-feira (15), em sua estreia no torneio nacional. O duelo será disputado às 21h30 (horário de Brasília), na Arena Itaquera.

Por: Coluna do Fla

BAP defende permanência de Abel Braga e cria mal-estar no Flamengo

Abel Braga vive momento conturbado no Flamengo após mais uma derrota sob o comando do clube, desta vez para o Internacional, pelo Brasileirão. Se não bastasse, a entrevista coletiva pós-jogo do treinador também não repercutiu bem entre os dirigentes. Vice de Relações Externas, Luiz Eduardo Baptista – o BAP – entrou em ação no futebol e defendeu a continuidade de “Abelão” na equipe, gerando um clima de mal-estar nos bastidores. A informação foi publicada pelo GloboEsporte.com.

De acordo com a publicação do portal, BAP teria entrado em contato na última quinta-feira (02) com Fábio Braga, filho e empresário de Abel, para garantir apoio ao treinador e afirmar que o planejamento segue inalterado. Vale lembrar que o dirigente foi o principal responsável pela contratação do técnico, acabando com a até então unanimidade pelo nome de Renato Gaúcho.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Foi ele também a voz mais atuante para a manutenção do treinador no clube após mais uma atuação ruim diante do Internacional, na última quarta-feira (01), diante do clima tenso nos bastidores da equipe da Gávea. Ainda de acordo com o GE, Abel teria se queixado por não receber apoio em meio aos intensos questionamentos sobre seu trabalho.

Diante da forte pressão envolvendo o técnico do Fla, o Conselho Diretor do clube decidiu emitir uma nota oficial sobre os resultados do futebol, dando total respaldo ao trabalho realizado por Abel Braga e citando a conquista da Flórida Cup sobre o Ajax, primeiro adversário do Rubro-Negro no torneio amistoso. A manifestação da cúpula provocou ainda mais descontentamento entre os torcedores e pegou de surpresa até mesmo o departamento de futebol.

Por: Coluna do Fla

“De bom tamanho”, afirma Bap sobre grupo do Flamengo na Libertadores

Luiz Eduardo Baptista, o Bap, futuro vice-presidente de Relações Externas e integrante que grupo que vai gerir o futebol do Flamengo, foi um dos representantes do Rubro-Negro no sorteio da Libertadores, que aconteceu na noite desta segunda-feira. Ele afirmou que o grupo ficou “de bom tamanho”, não demonstrando preocupação com a possibilidade de ter duas partidas na altitude.

O time da Gávea, na primeira fase da competição continental, vai encarar o Peñarol, do Uruguai, LDU, de Quito, e mais um time boliviano ainda indefinido, que pode ser San Jose de Oruro ou Royal Piri. Caso passe San Jose, o duelo contra a equipe boliviana e contra a LDU será na altitude. – Para a gente, acho que ficou de bom tamanho. Tem o desafio de, eventualmente, fazer dois jogos na altitude. Acreditamos que o “G2” da Bolívia venha a ser o San Jose de Oruro, 3.700 metros. Então, temos de nos preparar bem para isso… Mas é bom enfrentar, logo na largada, o bicho mais feio de frente. Libertadores não tem moleza. O que tivermos de enfrentar, vamos enfrentar com muito trabalho e muita dedicação. – disse, em entrevista à FOX, o dirigente, que completou: – São dois adversários difíceis (Peñarol e LDU), mas o Flamengo tem condição de enfrentá-los, com toda a certeza. Bap garantiu ainda que acontecerão contratações pontuais para a próxima temporada, elogiando o elenco do Flamengo. – Entendo que o Flamengo, quando entra em qualquer competição, tem de entrar para vencer. Ganhar ou perder é da vida, mas tem de entrar para vencer. Pela reação dos meus colegas aqui, o que ouvi dos outros clubes, vários deles fizeram cara de cheiro ruim. Então, entendo que ficou de bom tamanho. Flamengo tem um grande elenco, vai se estruturar e se preparar adequadamente. E as contratações que podemos fazer, serão pontuais. Vamos reforçar um elenco bom – finalizou. Fonte: LANCE!


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod