Tag: Base

Flamengo

Copa América “força” Flamengo a apostar novamente na base

“Craque o Flamengo faz em casa”.

A frase é famosa e reflete os bons momentos que o clube teve no passado, com várias conquistas de um elenco recheado por jogadores da base. Mas essa característica tem voltado aos poucos no Flamengo.

Apesar de revelar grandes nomes como Adriano Imperador, Júlio César ou Juan, essa geração de crias do Ninho não conseguiu grandes conquistas com o Flamengo. Aliás, apenas Imperador, mas já para o final da carreira, em 2009.

O fato é que os garotos do Ninho em uma cenário recente, sempre entraram “na fogueira”, precisando escapar de zona de rebaixamento ou uma situação ruim. Mas isso mudou nos últimos anos, e coincidentemente ou não, o Fla tem voltado a revelar jogadores com maior frequência.

Jorge, Lucas Paquetá, Vinícius Júnior, Léo Duarte e Samir são alguns dos últimos atletas de base na Europa. Mas o que se espera de jogadores da base antes do retorno financeiro, é o retorno em campo. E pode-se dizer que isso o Flamengo também tem conseguido fazer.

Nos dois últimos estaduais do Rio, o elenco que iniciou as campanhas que terminaram em título, foram com jogadores da base. Além disso, no momento mais complexo da temporada 2020, em meio ao Brasileirão e um surto de covid, a base entrou e somou pontos que no fim do Campeonato, garantiram o título.

E agora, em contexto de Copa América, a base volta novamente a ter espaço. Ryan Luka, Thiaguinho, Max e Yuri são frequentemente relacionados. Ryan por exemplo, entrou diante do América-MG e sofreu um pênalti não marcado pela arbitragem.

Maurício Souza comenta sobre base do Flamengo

O treinador interino Maurício Souza precisou assumir o time na beira do gramado enquanto Rogério Ceni está se recuperando de covid. E ele comentou sobre o processo de transição de jogadores da base para o profissional no clube, e sua participação nisso:

“Nosso papel principal é fornecer jogador à equipe profissional. Quando eles sobem e correspondem, isso é um sinal de que o nosso trabalho está sendo bem feito”, disse.

Além dos nomes citados, Rodrigo Muniz e Matheuzinho estão no time titular, com Muniz jogando muito bem e marcando gols. Maurício comentou sobre a qualidade do centroavante:

“O Rodrigo já é uma realidade. É um grande jogador com capacidade de definir tanto com os pés quanto pelo alto. Falar do Muniz é muito fácil, pois é um jogador que não dá trabalho nenhum. Concentrado, ele é mortal”, disse.

O Flamengo volta aos gramados nesta quarta, pela Copa do Brasil a partida de volta diante do Coritiba.

Veja também: Brandon Robinson é do Mengão!

Rodrigo Muniz

Domenec agradece: Conheça os jovens jogadores chamados ao Equador

Domenec terá quatro jogadores pouco conhecidas por ele (e até nós) para a partida desta terça-feira pela Libertadores. Natan, João Lucas, Guilherme Bala e Rodrigo Muniz integrarão o banco de reservas e estarão a disposição. O Flamengo já preparou a logística, tanto de chegada dos garotos, quanto da ida dos jogadores infectados, de volta ao Rio de Janeiro.

Natan

O camisa 31 Natan, é zagueiro, possui 19 anos e tem 1,85 metros. O garoto é destaque do sub-20 do Flamengo, sendo titular absoluto da equipe. Canhoto, o zagueiro joga pelo lado esquerdo da defesa, mas também já atuou pela direita. Natan já conquistou o brasileiro sub-20, a supercopa do brasil sub-20 e a copa do brasil sub-17. Natan também treinou e realizou algumas atividades com a seleção brasileira, à pedido de Tite. Sendo um jogador que muitos clubes seguem sempre de olho. Seu contrato vai até o fim de 2021.

João Lucas

João Lucas é o único da lista que não veio da base do Flamengo. O lateral direito se destacou pelo Campeonato Carioca 2019 no Madureira, e foi adquirido pelo Flamengo para, quem sabe, gerar bons frutos. O atleta já entrou em campo mas ainda se mostra “verde” para ser titular.

Guilherme Bala

Camisa 33, Guilherme Bala tem 18 anos e se destaca pela velocidade. O garoto joga pelo lado esquerdo de ataque e não é “cria do ninho”. Ele chegou ao clube em 2019, mas antes passou pela base do Vasco e pela base do Madureira, onde se destacou, sendo convocado para a seleção brasileira sub-18. Pelo Flamengo, Bala fez o gol do título brasileiro sub-20, no ano passado.

Rodrigo Muniz

Outro jogador que está na base do Flamengo mas não é cria da base. Ele tem 19 anos e chegou no clube com 17, vindo do Desportivo Brasil. Muniz tem 1,82 metros, é forte fisicamente, e tem velocidade, características raras em um atacante. Muniz é destaque em finalizações, sendo considerada uma das maiores joias da base. O garoto tem contrato até 2024 com o rubro-negro. Leia também: Torcedores pedem para adiar o jogo do Flamengo Veja também: Rubro-negras participam de ação dos Flamiguinhos para campanha do Outubro Rosa
Matheuzinho-flamengo

Noticias do Flamengo: Jesus convoca quinteto da base para treinos no profissional

Após anunciar que não buscará mais reforços durante a pandemia do novo coronavírus, A única opção do Flamengo foi buscar buscar peças para compor o elenco nas categorias de base. O técnico da equipe, Jorge Jesus convocou cinco atletas do sub-20 para treinamentos no Ninho do Urubu com a equipe profissional. A informação foi divulgada pelo canal ‘Dominío Rubro-Negro’ e confirmada pelo GloboEsporte.com. Os atletas convocados são: Atacantes Lázaro e Rodrigo Muniz, o lateral-direito Matheuzinho, o volante João Gomes e o zagueiro Natan. Nesta sexta-feira, os jovens farão o teste de coronavírus, em horário diferente do restante do elenco. Na segunda, passarão pelos exames de sorologia e, caso estejam aptos, iniciarão as atividades com o restante da equipe profissional. Cabe lembrar, que Jorge Jesus já havia demostrado interesse em contratar um substituto de Rafinha na lateral-direita, porém, devido a pandemia, o clube foi impossibilitado de buscar reforços. Dito isso, Matheuzinho pode ser a opção de Jorge Jesus na lateral direita, onde o Mister tem reforçado a necessidade de peças. Lázaro e Rodrigo Muniz se destacaram em 2019 na base rubro-negra e são vistos como atletas de grande potencial. O primeiro, aliás, tem multa de 80 milhões de euros para clubes do exterior e chegou a fazer algumas atividades no elenco principal no início do ano. Muniz esteve no grupo sub-23 que disputou a Taça Guanabara e também na Libertadores sub-20. A decisão do clube de não buscar reforços durante a pandemia de coronavírus, veio após o rubro-negro diminuir 25% nos salários de todos os jogadores. Para a equipe carioca, buscar reforços depois de reduzir os salários dos atletas, poderia causar desconforto no elenco. LEIA MAIS SOBRE FLAMENGO

Flamengo Hoje: Além Do Máster, Fla Pode Ganhar Até R$ 12 Milhões Em Outro Espaço

Torcida Do Flamengo Vai À Loucura Com Novo Corte Do Sósia De Gabigol

             

Coritiba contrata zagueiro que pertencia ao Flamengo

O Coritiba tem se esforçado nos últimos meses para fazer contratações e reforçar seu elenco de base. E foi assim que o clube paranaense chegou no zagueiro Habraão, de 18 anos. Ele estava no Flamengo, porém foi cedido por empréstimo ao Coxa, o atleta jogava nos últimos meses no Primavera. Habraão já assinou contrato e foi apresentado, inicialmente a ideia é de o integrar ao elenco sub-20 do Coxa. O garoto estava jogando pelo Flamengo até o início do ano passado, quando se destacou com a camisa do Primavera pela Copa São Paulo de futebol júnior. O Flamengo então o contratou por empréstimo, porém agora ele segue para o Coritiba, também por empréstimo.

Saídas e chegadas no Flamengo

Nos últimos dias o Flamengo contratou alguns atletas de base, mas também perdeu outros. A grande maioria das perdas se deram pela análise da comissão técnica, como no caso do Habraão. Assim, são escolhas do clube em relação ao potencial observado em cada jogador. O Flamengo tem investido pesado em sua base e não se prende apenas em formar totalmente seus jogadores. Muitos são captados de times menores, como é o caso de Vizeu por exemplo, vindo do América-MG. Neste cenário, a prática de empréstimo dos jovens jogadores é comum. Ela é tida como uma “fase de testes” para as grandes equipes finalmente decidirem se ficam ou não com o jovem. É muito comum também que esses atletas tenham seus direitos “fatiados” entre o clube que o formou, seus empresários e o contratante. Situação que geralmente o Flamengo tenta evitar.  

Flamengo acerta contratação de jovem talento para a base

O processo de domínio do mercado que o Flamengo tem tentado implementar nos últimos meses não fica apenas no campo profissional. O rubro-negro tem também buscado analisar jogadores de base, em torneios como a Copinha. E vem justamente dessa competição a mais nova contratação para a base do clube. Cleiton, de apenas 16 anos se destacou pelo modesto Canaã. O atleta chamou a atenção dos olheiros do Flamengo que logo avançaram para o contratar. Mas o Flamengo quer inicialmente o introduzir aos poucos em sua base, como teste, e por isso, foi contratado por empréstimo. O contrato com o jovem zagueiro vai até julho de 2021. Tempo suficiente para a comissão técnica analisar se vale a pena ou não avançar por uma negociação em definitivo. Apesar da pouca idade, Cleiton foi titular durante toda a Copinha pelo time baiano.

Contratações frequentes para a base

Essa não é a primeira contratação do Flamengo para a base, e provavelmente não será a última. O clube tem investido cada vez mais em atletas jovens, por entender que eles poderão retornar ao clube, tanto dentro, quanto fora de campo. Durante muitos anos o Flamengo deixou a base de lado, não tendo o investimento necessário. Porém, em um mercado formador como o brasileiro, ter uma base forte é fundamental para aumentar suas receitas anuais. Nos últimos anos o Flamengo faturou cerca de meio bilhão de reais em vendas de jogadores da base. Vinícius Júnior, Reinier e Paquetá encabeçam a lista, mas Felipe Vizeu, Léo Duarte e Jean Lucas são outros exemplos de atletas que renderam grana ao rubro-negro.

Flamengo renova contrato de lateral e multa chega a marca de 348 milhões

O Flamengo a cada dia entende mais a importância de valorizar a base. Muito da receita do clube nos últimos anos se dá por conta de grandes vendas. Para se ter idéia, o Flamengo faturou nos últimos anos pouco mais de meio bilhão em vendas de jovens. É justamente por ter uma base tão vencedora e que por seu histórico recente, desperta interesse dos europeus quando se deparam com um jovem de qualidade. Assim, o Flamengo renovou o contrato de seu jovem lateral da base Caio Roque. Ele irá completar 18 anos nos próximos dias. Seu vínculo com o Flamengo vai até dezembro de 2024 e sua cláusula de rescisão chega a 348 milhões de reais. É bem verdade que esses valores acabam sendo ilusórios já que na maioria dos casos, se vende bem abaixo disso. Porém é uma proteção para o clube e uma valorização importante para o jovem. Em pouco tempo de clube Caio já venceu dois estaduais, um mundial, uma libertadores e um campeonato brasileiro, ambos os títulos em sua categoria. Caio não é o único jogador da base a ter multa astronômica. Lázaro, destaque do time na base e também na seleção da categoria, possui multa de 365 milhões de reais, ele encabeça a lista dos jovens valiosos rubro-negro. O Flamengo possui hoje uma receita de se invejar, mas é totalmente inegável que revelar e vender jogadores da base é ainda um aditivo necessário e que todo clube de um mercado como o brasileiro, deve investir. E o sucesso de jovens já vendidos para a Europa aumenta ainda mais o “incentivo” do europeu em investir num jovem formado no Ninho.    

Flamengo recebe novas exigências para categorias de base usarem o Ninho do Urubu

A decisão judicial que exigia a permanência em tempo integral de uma ambulância no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, para que as categorias de base pudessem utilizar o CT foi reformada pelo juiz Pedro Henrique Alves. O magistrado da 1ª Vara da Infância da Juventude e do Idoso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), em sua decisão, acatou pedido de reconsideração parcial efetuada pelo Flamengo, baseada em documentos com declarações do chefe do departamento médico do clube, Doutor Márcio Tannure.

A dispensa da ambulância está condicionada, de acordo com o Ministério Público estadual (MPRJ), ao comprometimento do clube e do médico rubro-negro em assumir todas e quaisquer responsabilidades por incidentes no local. Vale ressaltar que as categorias de base retornaram ao Centro de Treinamento nos últimos dias para dar continuidade aos treinos.

Além da responsabilidade direta, ao Flamengo foi solicitada documentação que comprove a qualificação dos dez profissionais que atuam no DM do clube, “em suporte básico à vida, sua identificação, escala e convênio com o Hospital Vitória, bem como a disponibilidade de remoção móvel de acidentes no CT”. Essa exigência deverá ser cumprida até a próxima terça-feira, dia 21, às 14h, em audiência com o juiz e o MPRJ no TJ.

Após a tragédia que vitimou 10 jogadores nos alojamentos do Ninho em Fevereiro, o CT George Helal ficou interditado por dois meses, por decisão judicial, impedindo a entrada e a frequência para menores de idade. O comprometimento em cumprir novas exigências deve satisfazer a justiça para que a rotina em Vargem Grande volte ao normal com tranquilidade e segurança para os Garotos do Ninho.

Por: Coluna do Fla

Incêndio no Flamengo mata jogadores da base

Casal Rubro Negro: NINHO DO URUBU EM CHAMAS: No início desta manhã, o CT do Mengão queimou…. Pelo que soubemos, 10 atletas eram da base do Flamengo, todos entre 14 e 16 anos. 3 feridos gravemente… A NAÇÃO está de luto… Só nós torcedores rubro negros, sabemos o que é ser FLAMENGO! perdemos nossos irmãos, atletas sim, mas acima de tudo, nossos irmãos rubro negros! Filhos também, pois todos são crianças e tinham o sonho de se tornarem atletas do maior clube do mundo, detentor da maior TORCIDA deste planeta. O Flamengo não é um clube e sim UMA NAÇÃO. O Rio de Janeiro está parando, o Brasil inteiro acompanha o noticiário, estamos recebendo uma enxurrada de chamas no zap, no celular, nas redes sociais, na mensagem privada e por ai vai. Vários amigos e clientes, espalhados não só pelo Brasil mas tb no exterior pedem notícias… Mantermos o nosso foco na informação VERDADEIRA mas ao mesmo tempo, estamos passando muito mal… Faltam palavras para serem traduzidas nesta simples mensagem. Este casal está se deslocando para o NINHO DO URUBU. QUE DEUS conforte os familiares destes atletas!

Conheça Bill, destaque do Flamengo na estreia da Copinha

Pagodeiro, caseiro e de família com passado vascaíno. Esse é Fabricio Rodrigues da Silva Ferreira, o Bill, camisa 7 do Flamengo e autor de três gols e uma assistência na vitória por 4 a 0 sobre o River-PI, na estreia na Copa São Paulo de Futebol Junior.

O garoto brilhou na primeira partida do rubro-negro em 2019 e despertou curiosidade da torcida. Afinal, quem é o promissor jogador? O apelido existe desde a infância, já que o avô paterno, vascaíno, não conseguia pronunciar o nome do neto, devido a complicações na fala. A tradição flamenguista logo tomou conta da família, já que a mãe torce pelo rubro-negro. Até o pai teve que trocar de time para acompanhar o filho. – Quando eu nasci meu vô já era bem idoso, não conseguia falar o meu nome e aí ele falava “Bill”. Aí ficou, desde pequeno todo mundo me chama assim. Ele era vascaíno, mas eu puxei o lado da minha mãe, que é todo flamenguista. Meu pai era vascaíno, mas mudou. Já aconteceu dele ir em Flamengo e Vasco em São Januário e torcer pelo Flamengo. Ele diz que foi pelo filho, então tenho certeza que ele já mudou de bandeira – brinca Bill. Fora de campo, Bill diz que não é chegado em baladas e que prefere ficar em casa, para aproveitar o tempo livre com a família. O pagode com Ferrugem e Tiee também não pode faltar nas folgas. – Fora de campo eu gosto de tocar um pagode, isso é uma tradição do carioca: Tiee, Ferrugem. Gosto muito desse tipo de cantor. Gosto de ficar com a família, curtir um pouco com eles. Natural de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, o atacante de 19 anos falou também do começo no futebol, desde pequeno nos campinhos da cidade natal. Aos 13 anos, teve uma oportunidade no Volta Redonda-RJ e, em seguida, chegou ao clube de coração, onde já conquistou a Copinha de 2018. Agora, quer o bicampeonato, de preferência com mais gols como o da estreia. – A infância sempre foi de muito futebol, nunca tive esse pensamento de chegar onde cheguei, porque o sub-20 do Flamengo já é muita coisa. O futebol eu jogava desde pequeno, em qualquer lugar. Fonte: Globo Esporte

 

Flamengo divulga lista de relacionados para a Copa São Paulo de Futebol Júnior

O Flamengo divulgou na manhã desta quarta-feira quais são os 25 jogadores que integrarão a delegação do Rubro-Negro na Copa São Paulo de futebol júnior. No grupo 15, o Fla está junto com Jaguaríuna, Trindade e River-PI (com quem faz a estreia, nesta quinta, às 16h).

Dos 25 garotos escolhidos pelo técnico Maurício Souza, 13 fizeram parte do elenco campeão no ano passado em cima do São Paulo. 03/01 – 16h – Flamengo x River-PI 06/01 – 16h – Trindade x Flamengo 09/01 – 16h – Jaguariúna x Flamengo Com quatro títulos na competição, o Rubro-Negro é o atual campeão da Copinha. O Corinthians é o maior campeão (10 títulos), Fluminense (5) e Internacional. Confira a lista abaixo: Goleiros: Pedro Caracoci (campeão em 2018) Victor Hugo (campeão em 2018) Yago Darub (campeão em 2018) Pedro Victor Laterais: Michael (campeão em 2018) Pablo (campeão em 2018) Ramon (campeão em 2018) Vitor Ricardo Vitinho Zagueiros: Aderlan (campeão em 2018) Patrick (campeão em 2018) Nathan Natan Volantes: Matheus Alves (campeão em 2018) Henrique Gomes Meias: Luiz Henrique (campeão em 2018) Reinier Marx Atacantes: Bill (campeão em 2018) Vitor Gabriel (campeão em 2018) Wendel (campeão em 2018) Yuri Rodrigo Muniz Rhyan Paradela Fonte: Globoesporte

Gerente de Futebol de Base do Fla revela método empregado para sucesso dos Garotos do Ninho

As categorias de base do Flamengo apresentaram uma temporada de destaque em 2018. Afinal, foram 15 títulos conquistados pelo sub-14 até o sub-20. Eduardo Freeland, Gerente de Futebol de Base do Rubro-Negro, explicou o sucesso dos Garotos do Ninho, citando os processos empregados pelo clube.

– O clube tem as suas diretrizes muito claras, na forma e estilo de jogar. Todas as categorias seguem esse modelo. Claro, existem as particularidades de cada treinador e suas competências, mas o jogar do Flamengo tem um estilo próprio, pela identidade, história e cultura do clube. Esse jogar é baseado em princípios que direcionam a questão aplicada nas categorias e isso facilita muito a subida e a descida dos jogadores. Quando o atleta está em uma categoria e sobe à outra, ou retorna, ele tem muito claro que suas funções estão encaixadas dentro desse modelo de jogar do Flamengo -, disse o Gerente de Futebol de Base, em conversa concedida ao site oficial do clube da Gávea.

Freeland também fez questão de exaltar as permanentes reuniões marcadas para abordar questões metodológicas que serão empregadas nas categorias, além da comunicação realizada entre as comissões técnicas das diversas sub-divisões da base, de modo a facilitar a adaptação dos jovens.

– O fato de o Flamengo ter um estilo de jogo claro facilita muito. Além disso, é muito fácil destacar que a equipe técnica do clube tem um ambiente de trabalho formidável, reuniões permanentes onde estamos discutindo as questões metodológicas. As categorias que se aproximam estão sempre em sinergia discutindo os atletas. Os coordenadores cuidam para que a comunicação seja ainda mais presente entre as Comissões Técnicas, o que facilita muito a adaptação dos atletas para atuar nas categorias de cima ou de baixo -, ressaltou.

Por fim, o Gerente de Futebol da Base entrou em detalhes sobre a nova estrutura, antes utilizada pelos profissionais, que será cedida à base em 2019. Freeland se mostrou otimista com a mudança, mas declarou que a nova etapa trará uma maior cobrança por resultados.

– A gente acredita que a parte estrutural é muito importante para desenvolver os jogadores. Não podemos dar um conforto desproporcional à fase de idade que ele tá vivendo para que não perca a motivação para ganhar novos desafios no seu desenvolvimento. A gente sabe que o módulo do profissional é de nível altíssimo. Teremos que ter cuidado com essa adequação. A expectativa é altíssima também. Estamos indo para uma nova etapa e seremos mais exigidos pelos resultados, mas sabemos da qualidade dos profissionais que vão herdar essa estrutura física. Teremos o melhor hardware para trabalhar o altíssimo nível de software que temos hoje -, completou Eduardo Freeland.

Fonte: Coluna do Flamengo

Fla prega cautela para que Reinier não pule etapa em sua formação

O nome de Reinier, de 16 anos, já desperta a curiosidade dos rubro-negros. Os títulos, os prêmios individuais e atuações nas divisões de base tornam o meio-campista um dos nomes mais promissores do Flamengo para os próximos anos. Por isso, o entendimento do clube é de que “todo cuidado é pouco” quando se trata do garoto, cuja multa rescisória é de 70 milhões de euros, na cotação atual, cerca de R$ 306 milhões.

– Tem que ter muita calma. Ele tem um potencial muito grande, mas tem que cumprir uma etapa nos juniores e depois subir para os profissionais. Vamos trabalhar para que aconteça na hora certa – afirmou o diretor Carlos Noval. Na última sexta-feira, Reinier marcou o gol da vitória do Flamengo sobre o Fluminense que garantiu a conquista do título da Copa do Brasil Sub-17. A decisão foi disputada no Maracanã. Durante o ano de 2018, o garoto foi visto algumas vezes entre os profissionais, treinando no CT Ninho do Urubu. Construímos, ao longo dos anos, uma filosofia vencedora, sempre visando a formação de uma geração vitoriosa, afirmou Carlos Noval, que trabalhou na base do Fla de 2010 a 2018, antes de ser promovido aos profissionais. Reinier completará 17 anos de idade no dia 19 de janeiro, mas o meia já está integrado ao elenco sub-20 do Flamengo. No próximo mês, o jovem disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior, um dos torneios mais visado das categorias de base. Será mais uma etapa na formação do jogador. Natural de Brasília, Reinier se mudou para o Rio de Janeiro em 2011. Antes de chegar ao clube da Gávea, o meio-campista passou pelas divisões de base dos rivais Botafogo, Vasco e Fluminense. O garoto reúne qualidades de um “camisa 10 clássico”, com bom passe e chute, além da, tranquilidade com a posse. Fonte: LANCE!


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod