Tag: Bola de Prata

Mister se emociona com premiação da dupla de volantes; confira reação dos torcedores

A segunda-feira (09) começou com a premiação do Bola de Prata, da ESPN, e o Flamengo dominou a seleção do Brasileirão. Durante a premiação da dupla de volantes, vencida por Gerson e Willian Arão, o técnico Jorge Jesus não escondeu o orgulho e chegou a chorar com os dois recebendo os troféus no palco.

O Mister também foi eleito o melhor técnico e levou o prêmio para casa. Na chegada, o treinador rubro-negro foi muito festejado e distribuiu autógrafos, inclusive para crianças com camisas da Seleção Brasileira, e também dos grandes times de São Paulo.

Veja a emoção do Mister e a reação dos torcedores:

Por: Coluna do Fla

Flamengo emplaca sete jogadores na seleção Bola de Prata do Brasileirão

Após realizar um Campeonato Brasileiro magnifico, Flamengo teve superioridade na seleção Bola de Prata, premiação anual realizada pela ESPN. Apesar de possuir alguns jogadores que chegaram no meio da competição, os atletas tiveram sua parcela na conquista do heptacampeonato. Na premiação, o time carioca emplacou sete jogadores.

Confira!

Diego Alves (Flamengo); Jorge (Santos), Lucas Veríssimo (Santos), Gustavo Gómez (Palmeiras) e Rafinha (Flamengo); Willian Arão (Flamengo), Gerson (Flamengo) e Arrascaeta (Flamengo); Bruno Henrique (Flamengo), Dudu (Palmeiras) e Gabigol (Flamengo).

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Emplacando mais que a metade dos jogadores da seleção, Flamengo ainda teve o treinador destaque: Jorge Jesus, com méritos, foi eleito o comandante desta edição. O aproveitamento do português no campeonato chegou perto a 80% – apenas duas derrotas.

O destaque dos 11 jogadores é Gabriel, que foi eleito o melhor jogador da competição, segundo a ESPN. Se em campo o Rubro-Negro quebra recordes, fora dele também registra alguns feitos. Jorge Jesus, por sua vez, foi premiado como melhor técnico e tornou-se o primeiro treinador estrangeiro a receber este prêmio.

Por: Coluna do Fla

Dupla de volantes do Flamengo é eleita a melhor do Brasil pelo Bola de Prata

Já dizia a música: está difícil de parar os coringas do Flamengo. Ninguém parou em campo, e ninguém para nas premiações. Nesta segunda-feira (9), o Mais Querido saiu como maior vencedor na 50ª edição do prêmio Bola de Prata. O Fla teve vencedores em todas as posições e na volância não poderia ser diferente: Willian Arão e Gerson foram os melhores da posição.

Arão estreou pelo Flamengo em janeiro de 2016. De lá para cá, participou de 229 jogos até ser eleito o melhor volante do país – participou de 126 vitórias, 56 empates e 47 derrotas. Neste tempo de Gávea, marcou 24 gols com o Manto Sagrado: dois tentos são do Brasileirão deste ano.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Gerson chegou ao Flamengo em julho e não precisou de tempo para se firmar como titular. Dinâmico e esbanjando classe, o camisa oito impressionou com passes e dribles e pela postura em campo. Atuou como volante, armador e até ponta, ganhando o apelido de “Coringa” no caminho. O criador do “Vapo” também se destacou pela identificação e pelo amor pelo Manto Sagrado.

Por: Coluna do Fla

Bruno Henrique recebe prêmio Bola de Prata e é o melhor ponta do Brasil; veja dupla

O Flamengo varreu o Campeonato Brasileiro: heptacampeão, recordista de pontos, carrasco dos demais participantes e casa dos maiores jogadores do país. Na premiação que coroa os melhores atletas do ano, obviamente o Rubro-Negro sobrou. Na 50ª edição do Bola de Prata, o ataque foi flamenguista: além de Gabigol, um rubro-negro ficou também com o prêmio de melhor segundo atacante. O Rei dos Clássicos e das dobradinhas, Bruno Henrique, foi eleito para a posição.

Bruno Henrique voltou a fazer dobradinhas contra seis outros times (Fluminense, Vasco, Cruzeiro, Internacional, Corinthians e Ceará) e foi decisivo em jogos-chave da temporada. Não à toa, foi eleito melhor jogador da Libertadores – além de campeão. No Brasileirão, foram 23 gols e 3 assistências.

Por: Coluna do Fla

Flamengo hoje

Rafinha fatura Bola de Prata de melhor lateral-direito do Brasileirão

Após viver altos e baixos nas últimas temporadas com os laterais, o Flamengo hoje tem uma das melhores duplas do futebol brasileiro. Após o fim do Brasileirão, o lateral-direito Rafinha foi eleito da posição e levou o prêmio Bola de Prata para casa.

Multicampeão por onde passou, o camisa 13 fez questão de agradecer aos companheiros e enalteceu o histórico ano de 2019 que o Flamengo está vivendo.

– Depois de tanto tempo fora, é um orgulho voltar ao Brasil e receber esse prêmio. Flamengo teve muito sucesso em 2019 e dedico o prêmio aos meus companheiros.

Rafinha chegou no meio da temporada, mas foi fundamental nas conquistas do Brasileirão e também da Libertadores> Mesmo sem a faixa de capitão, o lateral é um dos líderes que comanda o time em campo.

Por: Coluna do Fla

Arrascaeta-Flamengo

Arrascaeta é eleito melhor meia e conquista o segundo troféu no prêmio Bola de Prata

Peça-chave no esquema de jogo de Jorge Jesus, Arrascaeta brilhou na temporada 2019 e faturou mais um troféu no prêmio Bola de Prata, da ESPN. Depois de vencer a votação de gol mais bonito do Brasileirão, o uruguaio também foi eleito o melhor meia da última edição.

FOTO: FLAMENGO

De volta ao palco, Arrascaeta agradeceu mais uma vez aos companheiros e também aos torcedores que sempre apoiaram o time em qualquer canto do Brasil.

– Obrigado a toda equipe do Flamengo, todo os jogadores e nossa torcida que acompanhou esse ano. Temos mais conquistas para irmos juntos -, disse.

Por: Coluna do Fla
Diego Alves-Flamengo

Diego Alves leva o prêmio Bola de Prata

A 50ª edição do Bola de Prata está sendo dominada pelos jogadores do Flamengo, e o melhor goleiro tinha mesmo que ser Diego Alves. O camisa 1 fez uma grande Campeonato Brasileiro, foi fundamental na conquista do heptacampeonato e foi quem levou o prêmio de melhor da posição. O arqueiro agradeceu pelo troféu particular e parabenizou seus companheiros.

– Nós estamos aparecendo mais ali no campo, mas quero agradecer a todos que tiveram parte. Muito obrigado a todos. Gostaria de parabenizar todos os goleiros no Brasil -, disse.

O paredão rubro-negro chegou ao Flamengo em 2017 e passou por altos e baixos nesta temporada. Depois de ser criticado pela torcida na vitória sobre o Botafogo, no Maracanã, o camisa um deu a volta por cima com grandes atuações e, em especial, com a defesa de um pênalti nas oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec. Seu feito foi fundamental para a classificação do Mais Querido para a fase seguinte. No Brasileirão, se destacou com defesas difíceis em momentos fundamentais e despontou como um dos líderes do elenco.

Desde julho de 2017, quando chegou, Diego Alves fez 129 jogos e participou de 74 vitórias e 30 empates. Nos pênaltis – fundamento em que é mundialmente conhecido pela capacidade -, saiu superior em 11 dos 30 cobrados contra si com o Manto Sagrado – um impressionante aproveitamento de 39,3% nas cobranças máximas.

Por: Coluna do Fla

Jorge Jesus é eleito o melhor treinador do Brasileirão e fatura o prêmio Bola de Prata

Mesmo com pouco tempo de trabalho no Brasil, Jorge Jesus já está na história do Flamengo e agora começa a colher prêmios individuais. Depois de um grande trabalho na conquista do Brasileirão, o técnico português foi eleito o melhor treinador da competição e ficou com o prêmio Bola de Prata, da ESPN.

Esta foi a primeira vez que um técnico estrangeiro levou o prêmio de Bola de Prata. O Mister aproveitou para agradecer aos seus atletas, e também aos adversários do campeonato nacional.

FOTO: DIVULGAÇÃO/ESPN/FLAMENGO

– Este troféu faz é de muita gente e da estrutura do Flamengo. Tenho jogadores apaixonados pelo que fazem. Fomos campeões da Libertadores e do Brasileiro. Quero dar os parabéns também para os meus adversários, que nos obrigara, a colocar um ritmo intenso nos treinos e nos jogos. Obrigado para quem nos obrigou a ser melhor e um beijo para meus jogadores.

O Mister seguiu agradecendo o prêmio recebido, e avisou que a história não vai parar por aqui.

– Significa a qualidade do trabalho. Somos premiados e isso é um marco na minha história, mas não vai parar por aqui.

Por: Coluna do Fla

Gabigol é eleito o melhor centroavante do prêmio Bola de Prata

Hoje tem prêmio pro Gabigol! Nenhuma surpresa na 50ª edição do prêmio Bola de Prata. O maior artilheiro do campeonato brasileiro em um só ano ficou com o troféu de melhor centroavante da competição. Finalista do prêmio ao lado de Eduardo Sasha (Santos) e Wellington Paulista (Fortaleza), o camisa nove do Flamengo ficou na primeira posição e ganhou a premiação.

Gabigol chegou ao Flamengo em janeiro de 2019 e viveu um ano dos sonhos. Se tornou o maior artilheiro do clube em uma temporada no século – são 43 gols e mais dois jogos a disputar -, levantou a taça e colecionou recordes individuais. O camisa nove fez 25 gols no Brasileirão e se consagrou como primeiro jogador a ser o maior marcador em duas edições consecutivas desde os anos 90.

FOTO: ALEXANDRE LOUREIRO/BP FILMES

Gabriel já havia sido escolhido como melhor atacante do país pelo Bola de Prata em 2018. Apesar do inegável talento individual, o rubro-negro fez questão de dividir a glória com os companheiros de equipe e com a Nação Rubro-Negra.

– Como eu falei, estou muito feliz. É histórico, são duas vezes seguidas. O objetivo era ser campeão, mas prêmios assim me deixam muito feliz. Compartilho esse prêmio com meus companheiros. O carinho da torcida me motivou muito e ainda falta mais prêmio, se Deus quiser. Quem sabe no Mundial -, agradeceu.

Por: Coluna do Fla

Flamengo tem os cinco melhores jogadores do campeonato

Desde a chegada de Jorge Jesus, o Flamengo se tornou uma máquina no futebol brasileiro. Líder absoluto do Brasileirão, com 77 pontos, o Rubro-Negro caminha a passos largos para ter campanha recorde, precisando conquistar cinco pontos de 18 possíveis para se tornar campeão com o maior aproveitamento no atual modelo do campeonato. Em meio a isso, talentos individuais também têm se destacado. Não a toa, de acordo com o prêmio Bola de Prata, os cinco melhores jogadores do Brasileirão são do Fla.

Gabigol, artilheiro da competição, lidera o ranking com grande folga: Sua nota média é de 7,32. Além dele, o meia Giorgian De Arrascaeta é o uníco jogador com nota superior a sete: são 7,10 em média por partida para o camisa 14 do Fla. O atacante Bruno Henrique, que vive crescente no Brasileirão, é quem fecha o pódio, com índice de 6,54.

FOTO: KAIO LAKAIO/VEJA

Na sequência, o setor de ‘volância’ do Flamengo é o que aparece: Gerson, com 6,48, é apontado como quarto melhor jogador do Campeonato Brasileiro. Willian Arão, por sua vez, aparece logo na sequência, com apenas 0,01 a menos que o camisa 8. Vale destacar que, no Top 10, o Rubro-Negro ainda conta com Everton Ribeiro (8º) e Rafinha (9º), com 6,35 e 6,32, respectivamente.

Por: Coluna do Fla

Flamengo possui oito representantes na seleção Bola de Prata

Quando os talentos individuais aparecem, o time tende a crescer no decorrer das competição, e claro, consegue manter uma regularidade. Nesta temporada, Flamengo está colhendo os frutos que plantou. O time comandado por Jorge Jesus é algo fora da curva no território nacional. Na premiação do Bola de Prata, da ESPN, o Mais Querido foi representado por oito jogadores na seleção após a 30º rodada.

O time foi montado com: Weverton; Rafinha, Gustavo Gómez, Pablo Marí e Jorge; Willian Arão, Gerson e Arrascaeta; Dudu, Bruno Henrique e Gabriel.

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

O destaque foi a volta de Gerson. O volante do time carioca vive grande fase e tornou-se indispensável desde que assumiu a titularidade. Ao total, são oito jogadores do Flamengo, três do Palmeiras e um do Santos. A grande fase do Rubro-Negro no ano retrata a superioridade na seleção.

Artilheiro do Campeonato, com 20 gols, Gabriel transformou-se em figurinha registrada na seleção do Bola de Prata. Autor de 15 gols no Brasileirão, a passagem de Bruno Henrique também virou rotineira. Pablo Marí, Rafinha, Willian Arão, Gerson e Arrascaeta são primordiais para o esquema adotado pelo Mister. O Mais Querido faz jus a sua superioridade.

Por: Coluna do Fla

Flamengo emplaca sete jogadores na seleção Bola de Prata

Você pensa que o Flamengo é time? O Flamengo é seleção! Dos 11 jogadores da seleção do prêmio Bola de Prata, após a 28ª rodada, sete são atletas do Mais Querido (e representam todas as posições). Veja os jogadores escolhidos para o Bola de Prata do Brasileirão: Diego Alves, Pablo Marí, Rafinha, Willian Arão, Arrascaeta, Éverton Ribeiro e Gabigol.

O Mais Querido vem impressionando (e muito) pelo futebol apresentado e é o melhor time do Brasil na atualidade. Líder isolado do Campeonato Brasileiro e finalista da Copa Libertadores da América, o Rubro-Negro vem comprovando, em números, a qualidade da equipe. O Flamengo é o melhor mandante e tem o melhor ataque da competição, registra recorde de pontuação na era dos pontos corridos, tem a maior média de público e maior renda de bilheteria, entre tantos outros.

FOTO: A. VIDAL/M. CORTES/ PAULA REIS/FLAMENGO

Com 64 pontos, dez de vantagem para o vice-líder, Palmeiras, o Flamengo entra em campo novamente na próxima quinta-feira (31), contra o Goiás, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no Serra Dourada, às 20h (de Brasília), e o Mais Querido vai em busca de três pontos para se isolar ainda mais no topo da tabela.

Por: Coluna do Fla

Flamengo tem dois representantes entre os cinco melhores meias do prêmio Bola de Prata

Ao final da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo lidera mais um ranking. Dos cinco melhores meias da competição, os dois primeiros são representantes rubro-negros: Arrascaeta e Éverton Ribeiro registram pontuações de 7,10 e 6,31, respectivamente, no Bola de Prata da ESPN.

Os melhores meias do campeonato precisam ter disputado, no mínimo, 14 partidas. Além de ser o líder no ranking dos meio-campistas, Arrascaeta também está no top três artilheiros do Brasileirão, com 11 gols. Ele só perde para Gabigol e Bruno Henrique, colegas de time, com 19 e 12 gols cada. Já o Miteiro, é o segundo jogador com mais passes para gols do Flamengo: são cinco; ele só perde para o Giorgian, com sete.

FOTO: A. VIDAL/M. CORTES/ PAULA REIS/FLAMENGO

Everton Ribeiro e Arrascaeta devem entrar em campo novamente no próximo desafio do Mais Querido. Nesta quinta (31), o Flamengo vai enfrentar o Goiás, em partida válida pela 29ª rodada. O jogo será disputado no Serra Dourada, às 20h (horário de Brasília).

Por: Coluna do Fla

Rafinha já é o quinto melhor jogador do Brasileirão, segundo prêmio Bola de Prata

Rafinha chegou ao Flamengo na janela do meio de ano e tomou conta da lateral direita da equipe carioca. Mesmo sem atuar nas duas últimas rodadas do Brasileirão, contra Fortaleza e Fluminense,  o camisa 13 já aparece como o quinto melhor jogador do campeonato, de acordo com o prêmio “Bola de Prata”.

O lateral possui média de 6,39. À sua frente no prêmio, estão somente os seus companheiros de equipe, Willian Arão, Arrascaeta e Gabigol, além do atacante Dudu, do Palmeiras. Confira abaixo o top 5 e as respectivas pontuações dos jogadores, candidatos ao “Bola de Ouro” do Campeonato Brasileiro.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO
  1. Gabigol (atacante) – 7,31
  2. Arrascaeta (meia) – 7,10
  3. Dudu (atacante) – 6,64
  4. Willian Arão (volante) – 6,52
  5. Rafinha (lateral direito) – 6,39

Rafinha teve uma lesão no osso zigomático esquerdo da face durante a partida contra o Athletico Paranaense, disputada no último dia 13, pela 25ª rodada do Brasileirão. Uma semana depois, o lateral retornou para as atividades com bola e, ao que tudo indica, deve ser utilizado por Jorge Jesus para o jogo decisivo contra o Grêmio, que acontece nesta quarta (23), pela semifinal da Libertadores. O duelo será disputado no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília).

Por: Coluna do Fla

Rafinha alcança mínimo de jogos e entra na seleção Bola de Prata

O Flamengo é líder do Campeonato Brasileiro por conta do trabalho coletivo que tem sido realizado. No entanto, há também espaço para que talentos individuais brilhem. Prova disso é que, na seleção Bola de Prata, o Rubro-Negro domina em todos os setores. Após a rodada 22, foi a vez de mais dois jogadores do Fla ganharem espaço no “11 ideal”: Rafinha e Pablo Marí.

Anteriormente, a posição na lateral direita era de Marcos Rocha, do Palmeiras. Rafinha já tinha média para entrar no time dos melhores da competição, mas sua quantidade de jogos não era o suficiente, uma vez que só são considerados jogadores que tenham disputado no mínimo 50% das partidas do Brasileirão. Situação semelhante aconteceu com Pablo Marí. O zagueiro, com média de 5,89, ultrapassou Rodrigo Caio, seu companheiro de equipe, e está com 0,01 a menos que Gustavo Gómez, líder do ranking entre zagueiros.

Ao todo, o Flamengo tem seis jogadores na seleção, sendo eles os já citados Rafinha e Marí, além de Willian Arão, Everton Ribeiro, De Arrascaeta e Gabigol. Vale destacar que há outros atletas rubro-negros que brigam direto por vaga no seleto grupo. Gerson e Diego Alves estão no segundo lugar em suas respectivas posições.

CONFIRA A SELEÇÃO:
FOTO: REPRODUÇÃO/ESPN/BOLA DE PRATA
Por: Coluna do Fla

Flamengo tem três integrantes na seleção Bola de Prata da rodada

O Flamengo derrotou o Avaí por 3 a 0, nesse sábado (07), em partida que marcou a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O time Rubro-Negro abriu o placar no primeiro tempo com o artilheiro do Brasil, Gabigol. Ainda na primeira etapa, o Mais Querido ampliou a vantagem com Marí, e já nos minutos finais da partida, Reinier estufou a rede do Leão da Ilha e sacramentou a vitória da equipe carioca. Por conta da excelente atuação apresentada pelo Flamengo nos gramados, três jogadores foram selecionados para integrar a seleção Bola de Prata da rodada, do canal ESPN.

Os responsáveis pelos três gols da partida contra o Avaí, Gabriel Barbosa, Pablo Marí e Reinier foram eleitos para compor o time da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 9 do Flamengo, Gabigol chegou a marca de 29 jogos em 39 partidas que disputou. Já o zagueiro do time Rubro-Negro balançou as redes adversárias pela segunda vez neste confronto. Em sua estreia no time titular, a joia das categorias de base do Mais Querido, Reinier marcou seu primeiro gol pelo profissional e deu uma assistência.

Com a vitória sobre o Avaí, o Flamengo continua na liderança do Campeonato Brasileiro com 39 pontos, e acumula dois pontos de diferença do segundo colocado Santos, após o tropeço contra o Athletico Paranaense, na Vila Belmiro. O time Rubro-Negro voltou ao Rio de Janeiro nesse sábado (07), e inicia sua preparação para a próxima partida nesta segunda-feira (09). O Mais Querido enfrentará o seu principal rival na tabela do Brasileirão, o Santos, no próximo sábado (14), às 17h, horário de Brasília, 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã.

Flamengo tem cinco representantes na Seleção Bola de Prata do Brasileirão

O Flamengo venceu o Palmeiras por 3 a 0, nesse domingo (01), em partida que marcou a 17º rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã. O time Rubro-Negro abriu o placar com Gabigol aos 10 minutos do primeiro tempo, e depois ampliou a vantagem com De Arrascaeta, e mais um do camisa 9 na última etapa do confronto. Com os ótimos resultados apresentados pelo Mais Querido no torneio de pontos corridos, cinco jogadores do Flamengo integram a Seleção Bola de Prata, do canal ESPN.

Os responsáveis pelos três gols da partida contra o Palmeiras e principais nomes do setor ofensivo do Flamengo, Gabigol e Arrascaeta foram eleitos para compor o time. Além deles, o meia Everton Ribeiro, o volante Willian Arão e o zagueiro Rodrigo Caio também integram a Seleção Bola de Prata do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória sobre o Palmeiras, o Flamengo segue na liderança do Campeonato Brasileiro com 36 pontos, mesma pontuação do segundo colocado Santos, entretanto, o time Rubro-Negro possui vantagem devido ao saldo de gols. Após o confronto contra a equipe paulista, o Mais Querido volta aos treinamentos nesta terça-feira (03), em preparação para o jogo contra o Avaí, neste sábado (07), às 17h, horário de Brasília, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Por: Coluna do Fla

Diego Alves sobe de produção e se aproxima de posto de melhor goleiro do Bola de Prata

Dizem que um bom time começa com um bom goleiro. E o Flamengo não pode reclamar. Diego Alves é o dono da camisa um e, não à toa, é considerado um dos melhores do país. Os números corroboram esta tese: o arqueiro rubro-negro está a poucos pontos de ultrapassar Douglas Friedrich, do Bahia, e se tornar o líder da posição no prêmio Bola de Prata, que homenageia os melhores do Brasileirão.

Diego Alves tem, atualmente, média de 5,72 no quesito. Douglas lidera com 5,78.

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

O arqueiro rubro-negro chegou a viver montanha russa nos últimos meses. Após sofrer com críticas, defendeu pênaltis nas oitavas de final da Libertadores e foi fundamental para a classificação contra o Emelec. Logo depois, falhou feio contra o Bahia. Mas o camisa um não se abalou e tornou a subir de produção: duas rodadas depois, defendeu dois pênaltis no clássico contra o Vasco. Nos jogos seguintes, contou com o ótimo desempenho defensivo do time e sofreu apenas um gol em quatro partidas.

Diego Alves chegou ao Flamengo no meio de 2017, vindo do Valencia-ESP. Na Europa, se firmou como um dos maiores pegadores de pênalti do futebol. No Fla, chegou ganhando a posição, mas não pode participar dos momentos-chave do time por causa de uma lesão. Em 2018, se firmou de vez com milagres e chegou a ficar a poucos minutos de quebrar o recorde histórico de goleiro do Rubro-Negro com maior tempo sem ser vazado. Desde a chegada, são 107 partidas oficiais pelo clube. Nesta temporada, atuou em 13 oportunidades pelo Campeonato Brasileiro; quatro pela Copa do Brasil; nove pela Libertadores; 12 pelo Carioca e uma pela Flórida Cup.

Por: Coluna do Fla

Flamengo emplaca seis jogadores na seleção “Bola de Prata” da rodada

O Flamengo venceu o Palmeiras por 3 a 0, nesse domingo (01), em partida que marcou a 17º rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã. O time Rubro-Negro abriu o placar com Gabigol aos 10 minutos do primeiro tempo, e depois ampliou a vantagem com De Arrascaeta, e mais um do camisa 9 na última etapa do confronto. Por conta da grande atuação apresentada em campo, seis integrantes do time carioca integram a Seleção Bola de Prata da Rodada do torneio de pontos corridos.

Além de Gabriel Barbosa e Arrascaeta, que foram os autores dos três gols da vitória do Flamengo, os laterais Rafinha e Filipe Luís, o volante Gerson, e o zagueiro Pablo Marí foram os escolhidos para compor a Seleção Bola de Prata, do canal ESPN, da 17ª Rodada do Campeonato Brasileiro.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/MARCELO CORTES/FLAMENGO

Com a vitória sobre o Palmeiras, o Flamengo segue na liderança do Campeonato Brasileiro com 36 pontos, mesma pontuação do segundo colocado Santos, entretanto, o time Rubro-Negro possui vantagem devido ao saldo de gols. Após o confronto contra a equipe paulista, o Mais Querido volta aos treinamentos nesta terça-feira (03), em preparação para o jogo contra o Avaí, neste sábado (07), às 17h, horário de Brasília, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Por: Coluna do Fla

Gabigol e Arrascaeta são únicos jogadores com média superior a 7 na Seleção Bola de Prata

A fase é boa e os resultados não mentem: o Flamengo é o time do momento no futebol brasileiro. O elenco mostra cada vez mais consistência no futebol apresentado e chegou, merecidamente, à liderança do Campeonato Brasileiro. Com atuações firmes e placares positivos, o Rubro-Negro é exaltado pela qualidade coletiva do seu elenco, mas também pelos valores individuais – e o prêmio Bola de Prata reafirma isso. Dois jogadores do Mais Querido despontam no ranking, elaborado pela ESPN.

Gabigol e Arrascaeta são os dois primeiros colocados na lista da Bola de Ouro, prêmio entregue ao melhor jogador do Brasileirão, independentemente da posição. Os dois impressionam pelos números: o camisa nove tem média 7,21; enquanto o craque uruguaio soma 7,15. Para efeito de comparação: ao final do Brasileirão 2017, o vencedor do prêmio (Jô, atacante então no Corinthians) terminou o campeonato com nota 6,63.

FOTO: ANDRÉ DURÃO

Além de ter uma das maiores médias acumuladas, Arrascaeta foi responsável por um recorde do prêmio em 2019. Na goleada por 6 a 1 sobre o Goiás, em Julho, o meia recebeu nota 10 perfeita dos jornalistas. Foi a primeira vez que um jogador atingiu o feito desde 2012, quando Neymar o fez. Naquele ano, o craque do Santos foi eleito ‘hors concours’ da seleção do campeonato e recebeu um prêmio especial.

A Seleção Bola de Prata segue dois critérios: as notas dos jornalistas e o algoritmo DataESPN. Todos os atletas recebem avaliações de 1 a 10 e, ao fim do campeonato, os jogadores com as melhores médias são honrados com o troféu. Além de uma Bola de Prata por posição, é eleito também o Bola de Ouro. O prêmio existe desde 1970 e já coroou craques do futebol nacional.

Por: Coluna do Fla

  • 1
  • 2

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod