Tag: Bolsonaro

Flamengo Bolsonaro Landim

Jair Bolsonaro, chama Rodolfo Landim para ser seu vice-presidente em 2022

Jair Bolsonaro espera que o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, seja o vice-presidente da eleição de 2022. O desejo foi divulgado em coluna de Anselmo Gois, repórter do jornal “O Globo”.

De acordo com a publicação, a mensagem é que, nos bastidores, as preferências por líderes têm circulado entre políticos e empresários de confiança que têm vínculo com o Presidente da República.

Presidente Rodolfo Landim oficializa que tentará a reeleição no Flamengo |  LANCE!
Foto: AM PRESS

A publicação destaca que Bolsonaro e Rudolf Landim já se encontraram diversas vezes, inclusive nesta quinta-feira (17), quando representantes de rubro-negros participaram do almoço oferecido pela secretaria de supermercados carioca ao presidente.

Segundo Bolsonaro, e segundo a coluna, Landim é um empresário de sucesso e responsável por levar o Flamenco à conquista da Copa Libertadores, em 2019 e do Bicampeão do Brasileirão, em 2019 e 2020.

O desejo de Bolsonaro chegou aos ouvidos do líder rubro-negro, mas ainda não há sinal oficial. Vele reforçar que, o atual vice-presidente de Jair Bolsonaro, é o Hamilton Mourão.

Uma volta do futebol:

Em maio passado, quando o futebol ainda estava paralisado pela pandemia da covid-19, Landim conversou sobre o retorno do futebol brasileiro com o então presidente do Vasco, Alexander Campello, e outros sócios do clube em Brasília. Diante do enorme impacto negativo, o presidente Flamengo divulgou carta condenando os críticos de “intolerância política”.

“Infelizmente, nosso país anda doente. Não falo da COVID-19, mas dessa intolerância política de parte a parte que separa até mesmo famílias e que, infelizmente, alguns pretendem implantar também no nosso Clube. O sentimento que nos une é amor e não ódio. Entendo que meu papel como presidente do Clube é o de defender seus interesses e para isso é necessário me relacionar com autoridades”, pontou no momento em questão.

“Entendo que meu papel como presidente do Clube é o de defender seus interesses e para isso é necessário me relacionar com autoridades. Para mim, não importa a orientação política delas. Busco a todas no sentido de conseguir os apoios que precisamos para melhorar continuamente o nosso Flamengo”, finalizou Landim em seu pronunciamento, na carta

Bolsonaro-Flamengo

Vídeo: Bolsonaro resenha com jogadores do Fla em treino

O Flamengo ainda está em Brasília. O Rubro-negro entrou em campo na noite desta quinta-feira, onde bateu de frente com o Palmeiras e venceu o time paulista na melhor atuação da equipe com o técnico Rogério Ceni no comando. Nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro foi até o CT onde os jogadores estavam treinando. Os vídeos começaram a viralizar no final da tarde para o começo da noite. Um deles mostra o presidente conversando tranquilamente com os atletas do Flamengo. Nas redes sociais, o vídeo rapidamente ganhou milhares de comentários. Muitos torcedores não viram problema na sua visita, entretanto, parte da imprensa criticou o presidente e os dirigentes por estarem conversando muito próximos um do outro sem máscaras. Veja o vídeo logo abaixo. O Flamengo está focado no próximo jogo do Brasileirão. Vindo de uma grande vitória, a equipe carioca agora terá que jogar contra o Sport Recife, time que está lutando para não cair para a segunda divisão. O jogo promete ser duro, onde o Rubro-negro carioca tem que vencer de qualquer maneira para não deixar o Inter disparar.  
Bolsonaro-Flamengo

Ao lado de Felipe Melo, Pato e presidente do Flamengo, Bolsonaro fala em “Bi Mundial do Palmeiras”

Em evento que marcava a posse de Fábio Faria (PSD) como ministro das comunicações na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o presidente da república Jair Bolsonaro, citou o zagueiro do Palmeiras, Felipe Melo, ao afirmar que ver a equipe alviverde levantando a taça do Bi-campeonato Mundial no fim do ano. Bolsonaro saúda Felipe Melo e fala em 'bi mundial do Palmeiras' em ... “Quero dizer ao Felipe Melo, que está aqui ao meu lado: estou aqui com o broche do Flamengo, mas estarei contigo no Catar no final do ano para levantar a taça de bicampeão mundial do Palmeiras”, afirmou Jair Bolsonaro, torcedor do clube alviverde. O presidente da República foi batizado como homenagem a Jair Rosa Pinto, protagonista do título da Copa Rio 1951, com status de mundial para o Palmeiras. Em 2018, ao lado de Felipe Melo, ele participou das comemorações pelo título do Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque. O presidente do Flamengo, Rodolfo Landin, também esteve presente na cerimônia de posse do novo ministro das comunicações. Também estava presente clubes, Alexandre Pato, do São Paulo, que inclusive, é cunhado de Fabio Faria. Bolsonaro, ao iniciar discurso, ressaltou a presença dos representantes dos clubes ali presente. “Lá na ponta esquerda, representantes do Flamengo. Estou com o broche nesse momento e, aqui na ponta direita, o Felipe Melo, representando, com toda certeza, o nosso time. Os dois, juntos, (representando) duas grandes torcidas, para o bem e para a democracia do nosso país”, disse Bolsonaro ao iniciar seu discurso. Sempre mostrando paixão pelo futebol, o presidente da república nunca escondeu ser torcedor declarado do Palmeiras, porém, já mostrou várias vezes que não tem problema nenhum em vestir os mantos de outros clubes. Jair Bolsonaro já apareceu com as camisas de praticamente todos os clubes: de Corinthians a Palmeiras, de Botafogo a Flamengo e mais. LEIA MAIS SOBRE FLAMENGO

Flamengo X Bangu: Às Vésperas Do Duelo, Globo Se Manifesta

         
Marcelo-crivella-Flamengo

Crivella afirma que hospital no Maracanã não traz riscos e que Bolsonaro vai a partida

Ao que parece, a espera pela retomada do futebol do Brasil está prestes a ter fim. A federação de futebol do estado do Rio de Janeiro (Ferj), sugeriu, juntamente com a maioria dos clubes, Entre eles Flamengo e Vasco, que a retomada da bola rolando no campeonato estadual aconteça na próxima terça-feira (18). Maracanã está com hospital de campanha para a Covid-19, mas Crivella não vê problema em jogos no local - Delmiro Junior/Agência O Dia/Estadão Conteúdo Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, é favorável a volta do calendário esportivo no estado e afirmou que o fato de ter um hospital de campanha no Maracanã não traz nenhum risco, além de garantir que o presidente da república Jair Bolsonaro, estará presente na partida entre Flamengo e Bangu. “Não tem problema com o hospital de campanha. O jogo são só os jogadores, vão entrar por um portão que não tem ligação com o hospital de campanha. A imprensa é restrita, com todas as normas de segurança. A Vigilância Sanitária vai estar para fiscalizar vestiários, atendimento médico aos jogadores”, disse. Crivella também revelou promessa de Jair Bolsonaro de comparecer ao duelo entre Flamengo e Bangu, o primeiro do retorno do Campeonato Carioca, sugerido para esta quinta (18). “O presidente Bolsonaro prometeu que vem. Então, não vai ser vazio, o presidente Bolsonaro disse que vai vir ver o jogo”. Cabe lembrar, que entre os clubes não estão de acordo com a volta do Campeonato Carioca nesta quinta-feira (18), estão o Fluminense e o Botafogo. Marcelo Crivella também falou sobre esse fato e deu o livre arbítrio para os clubes: quem quiser atuar em junho, que jogue. Quem não quiser que chegue a um acordo para jogar em julho. “Flamengo e Vasco acham que podem voltar, e a fase permite. Botafogo e Fluminense: ‘Não vamos voltar’. Então, o acordo tem que ser feito assim: Flamengo e Vasco jogam entre si e com clubes que querem jogar, e os clubes que não querem jogar, a Federação tem que ter todo o respeito e eles passam a jogar em julho”, declarou. LEIA MAIS SOBRE FLAMENGO

Flamengo X Bangu: Sem Acordo, Jogo Pode Não Ter Transmissão

 
Bolsonaro

Bolsonaro provoca torcedor do Vasco: ”vice para 2022”

O presidente da república, Jair Bolsonaro, fez uma brincadeira envolvendo uma torcedor do Vasco da Gama. Na noite desta sexta-feira, dia 06, o líder do executivo estava conversando com apoiadores quando viu um torcedor vascaíno, fazendo uma brincadeira que certamente não será bem vista pela torcida Cruz-maltina.

Jair Bolsonaro provoca torcedor do Vasco

Em vídeo divulgado pelo canal Foco do Brasil, Bolsonaro diz que encontrou o seu více para  próxima corrida presidencial, que acontecerá em 2022: ”Você é vascaíno? Achei meu vice para 22 (risos)”, declarou . Como já era esperado, muitos torcedores vascaínos não gostaram nada da afirmação de Jair Bolsonaro. Vale destacar que mesmo vestindo com frequência camisa de diversos times do Brasil, ele tem uma grande identificação com o Flamengo. ”O cara torce pro Palmeiras e já viu a gente ganhar uma final na casa dele. Presidente piada! Cara com lágrimas de alegria”, disse um vascaíno sobre a fala de Bolsonaro.   Recentemente, o Flamengo e Vasco se reuniram com presidente para dar apoio ao retorno do futebol. Os dois times foram muito criticados pelas autoridades sanitárias: ”Hoje conversei com a cúpula do Flamengo, e tinha também o presidente do Vasco da Gama. Eles querem voltar a jogar futebol. Então, conversamos com o Ministério da Saúde para ter um protocolo para abrir, com um certo regramento. Começa, por exemplo, sem ninguém na arquibancada”, disse.

Bolsonaro entrega camisa do Flamengo ao Príncipe dos Emirados Árabes

Na reta final da mais longa viagem ao exterior, o presidente Jair Bolsonaro começou no sábado (26/10) a agenda oficial no Oriente Médio. A última escala dele antes de voltar ao Brasil é marcada pelas visitas a três países do Golfo Pérsico: Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita.

Na chegada a Abu Dhabi, o presidente participou de uma cerimônia militar de homenagem aos mártires dos Emirados Árabes e de uma cerimônia de oferenda floral. Ele defendeu que o Brasil precisa se rearmar para ter capacidade de defesa:

– Ninguém quer um Brasil extremamente belicoso, mas devemos ter o mínimo de dissuasão.

O presidente brasileiro declarou ainda preocupação com a situação na América Latina.

– A América Latina tem que estar estável. Nós nos preocupamos. Espero que o futuro presidente da Argentina esteja alinhado com os rumos do Mercosul, a abertura do mercado. Com as cláusulas democráticas do Mercosul, coisa que a Venezuela não vinha fazendo. Nem era para ter entrado no Mercosul, ressaltou.

Sobre as manifestações no Chile, ele reafirmou que ‘a preocupação existe e que o Brasil ‘colabora, na medida do possível, com a estabilidade democrática’.

– Foto: Divulgação

Por fim, Bolsonaro entregou uma camisa do Flamengo ao Príncipe dos Emirados Árabes, Xeque Mohammed bin Zayed Al Nahyan.

Amanhã (26), Bolsonaro participa da sessão de abertura do seminário empresarial Brasil-Emirados Árabes Unidos e da cerimônia de troca de Atos Internacionais. Em seguida, almoça com o Xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi. Bolsonaro também se encontrará com atletas brasileiros e emiráticos de jiu-jitsu. Em seguida, participa de uma reunião com o Xeque Mohamed bin Rashed Al Maktoum, vice-presidente, primeiro-ministro dos EAU e governante de Dubai. Está prevista ainda uma visita à Grande Mesquita Xeque Zayed e à noite, Bolsonaro se reúne com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e empresários brasileiros e emiráticos.

Por: CORREIO BRAZILIENSE

Bolsonaro entrega agasalho do Flamengo ao presidente da China

Ao lado do presidente da China, Xi Jinping, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (25) que 1,3 bilhão de chineses torcerão pelo Flamengo no fim do mês de novembro, quando o time joga a final da Copa Libertadores contra o argentino River Plate.

Bolsonaro também presenteou Xi com um agasalho do clube, que considerou ter o melhor time de futebol do Brasil na atualidade.

“O Brasil todo é Flamengo e com toda a certeza 1 bilhão e 300 milhões de chineses também serão Flamengo no final do mês que vem. Então, presenteá-lo com uma camisa do melhor time brasileiro no momento”, afirmou o presidente brasileiro.

Em 2018, a população chinesa era de 1.395.380 pessoas, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas da China.

Bolsonaro é palmeirense e botafoguense, mas já havia aparecido em público com a camisa do Flamengo em junho, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, numa partida contra o CSA. Na ocasião, ele e o ministro Sérgio Moro vestiram as camisas que ganharam de torcedores.

Foto: Divulgação

A visita à China faz parte de um périplo de Bolsonaro por países da Ásia e do Oriente Médio. Ele também esteve no Japão, onde participou da entronização do imperador Naruhito, e ainda deverá ir aos Emirados Árabes, ao Catar e à Arábia Saudita.

Isenção de vistos para a China e Índia

Durante a visita a China – que Bolsonaro classificou de país capitalista, embora ele seja governado desde 1949 pelo partido comunista – o presidente anunciou que pretende isentar chineses e indianos de visto de turismo e negócios.

O presidente, que estava acompanhado do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, não informou quando a medida entra em vigor. Segundo Araújo, “não necessariamente” vai haver reciprocidade – ou seja, isenção de vistos para brasileiros.

A medida já foi anunciada para cidadãos dos Estados Unidos, Austrália, Japão e Canadá, mesmo sem reciprocidade por parte desses países – os brasileiros ainda precisam de visto para visitá-los.

Por: G1

Vereador do PT ameaça torcer pro Vasco após Bolsonaro vestir Flamengo

O vereador Rodrigo Forneck, PT, arrancou gargalhadas dos seus pares na sessão da Câmara de Rio Branco ao repudiar a presença do presidente Bolsonaro (PSL) e o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante partida entre CSA e Flamengo realizada ontem (12) no estádio Mané Garrincha, pelo Campeonato Brasileiro.

Tanto Bolsonaro quanto Moro vestiam camisas do Flamengo no início da partida sendo que a de Moro foi dada por um torcedor. Vale lembrar que o ministro é torcedor do Athlético-PR. O vice-presidente, Hamilton Mourão também esteve presente assim como o Ministro da Economia, Paulo Guedes.

Foto: Divulgação

A presença do presidente no jogo foi vista como uma oportunidade de aumentar sua popularidade assim do o ministro que vem sendo duramente criticado pelo vazamento de supostas conversas entre o procurador Deltan Dallagnol sobre a Lava Jato.

“Ontem eu já vi uma estratégia mais barata e batida que qualquer um que está na berlinda ou ringue tentando arrancar popularidade e que vai tirar proveito da popularidade do Flamengo. Senti vergonha da camisa do time que torço ao ver o Bolsonaro fazendo isso. To pensando em mudar para o Vasco ou Botafogo porque sei que ele não vai buscar popularidade em times pequenos”, criticou.

Por: O RIO BRANCO

Jose de Abreu se revolta com foto postada pelo Flamengo e afirma: “Jamais voltarei a torcer por este clube de merd*”

O Flamengo venceu o CSA por 2 a 0, nessa quarta-feira (12), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, o clube carioca não conseguiu transformar as chances em gols. O Rubro-Negro precisou dos últimos 45 minutos para balançar as redes com Vitinho, aos 19 minutos, e Gabigol, quando o relógio marcava 32 minutos. Esse resultado dá ao time carioca os três pontos na tabela do torneio.

Apesar da vitória, os torcedores rubro-negros demonstraram insatisfação por uma atitude do clube fora de campo. Pelas redes sociais, o Flamengo postou uma foto do presidente Jair Bolsonaro, e do ministro da justiça, Sérgio Moro, ao lado dos dirigentes do clube. Os dois chefes de Estado estiveram presentes na partida, e foram presenteados com camisas do Flamengo. Por conta desta publicação, torcedores rubro-negros criticaram as postagens e falaram sobre uma norma que está presente no estatuto, que determina que o Clube de Regatas do Flamengo deve ser apartidário.

O ator Jose de Abeu, torcedor declarado do Flamengo, criticou a foto em sua conta nas redes sociais, afirmando que não torcerá mais pelo clube.

— Acabo de queimar minhas camisas do Flamengo. Jamais voltarei a torcer por este clube de merd*.

Por: Coluna do Fla

Bolsonaro e Moro comparecem a estádio para jogo CSA x Flamengo

O presidente Jair Bolsonaro compareceu ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, para a partida de hoje entre CSA e Flamengo. O jogo é válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Vestindo a camisa da equipe rubro-negra, Bolsonaro foi fotografado na companhia do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro; do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão; do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ).

Bolsonaro e Moro foram saudados pela torcida. Os dois vestiam camisas do Flamengo antes do pontapé inicial da partida, sendo que a de Moro foi dada por um torcedor nas arquibancadas. Depois, o ministro tirou o uniforme, enquanto Bolsonaro optou pela camisa reserva da equipe, branca. Hélio Lopes também apareceu caracterizado com as cores do clube do Rio de Janeiro, assim como o general Hamilton Mourão, que tinha ainda um casaco da seleção brasileira por cima.

Apesar de estar vestido com a camisa rubro-negra, Jair Bolsonaro é declaradamente torcedor do Botafogo e do Palmeiras, embora já tenha aparecido com uniformes de outras equipes, como o Vasco, por exemplo, clube que seu filho Flávio é torcedor e onde já compareceu a jogos também.

Homenagem teve foto de esposa com camisa do Flamengo

Horas antes, no Twitter, o presidente celebrou o Dia dos Namorados com uma foto ao lado da esposa, Michelle. Na imagem, a primeira-dama também veste uma camisa do Flamengo.

Por: UOL Esporte

CSA x Flamengo terá a presença do presidente Jair Bolsonaro

O Flamengo enfrentará o CSA nesta quarta-feira (11), às 21h30, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada da competição para a Copa América, que se inicia na sexta-feira (14). O jogo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, deverá contar com a presença do presidente Jair Bolsonaro. O convite foi feito pelo ex-presidente da Federação Alagoana de Futebol, Gustavo Dantas Feijó, atual vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Feijó, torcedor do CSA e Bolsonaro, do Palmeiras, são fãs de futebol e costumam estar presentes em estádios. No ano passado, o presidente da República esteve em campo, durante a premiação, na conquista do Brasileirão pelo time alviverde paulista, vestido a rigor, com a camisa do time do coração, quando fez questão de cumprimentar os jogadores e distribuir as medalhas aos campeões.

FOTO: REPRODUÇÃO

Além de Flamengo e CSA, a agenda do presidente indica que Jair Bolsonaro acompanhará, ao lado do governador de São Paulo, João Dória e outras lideranças do governo, a abertura da Copa América e estreia do Brasil, contra a Bolívia, na sexta-feira (14), no estádio do Morumbi, em São Paulo.

Por: Coluna do Fla

Bolsonaro reencontra polêmica garotinha com camisa do Flamengo

Bolsonaro visitou neste sábado a estudante Yasmin Alves, 8, na Cidade Estrutural, periferia de Brasília, para, segundo ele, desfazer um mal-entendido provocado pela imprensa. Há alguns dias, o presidente recebeu um grupo de alunos e o vídeo inicialmente divulgado levou à interpretação do jornal O Estado de S.Paulo de que a menina se recusava a cumprimentá-lo. Depois, com a íntegra da cena, o diário constatou o erro e se corrigiu.

O vídeo original, publicado pelo próprio presidente em suas redes sociais, é coberto pelo som do Hino Nacional e não é possível ouvir o que Bolsonaro conversa com as crianças. Aos 28 segundos, uma menina cruza os braços e faz sinal de não com a cabeça ao ser interpelada por ele. A cena viralizou nas redes como se fosse uma recusa da aluna em falar com o presidente.

“Eu perguntei quem era palmeirense e ela falou que não, nada mais além disso”, afirmou Bolsonaro na saída de sua casa. Yasmin vestia a camisa do Flamengo presenteada pelo presidente em visita que ela fez ao Palácio do Planalto nesta semana.

“Não tentei mudá-la de time, não”, comentou. Bolsonaro disse que fez a visita para desfazer a imagem de que ela era mal-educada em sua comunidade.

 região, carente, mobilizou-se em parte para recebê-lo. A rua e arredores da casa foram bloqueados, de modo que alguns moradores acenaram para o presidente à distância.

Pouco antes de o presidente deixar a residência de Yasmin, o esgoto escorreu do cano da calçada bem na área montada para que desse a entrevista, impregnando a rua de mau cheiro. Bolsonaro acabou falando com os jornalistas alguns passos para o lado.

Ele estava acompanhado da mulher, Michelle, que levou um bolo de chocolate, o deputado Helio Lopes (PSL-RJ), o Helio Negão, e o ministro Floriano Peixoto (Secretaria-Geral).

Os pais de Yasmin serviram pão com leite condensado, café da manhã do qual Bolsonaro mostrou gostar na eleição quando recebeu a Rede Globo em sua casa com a refeição servida.

“Mas não deu tempo de comer, não. Tomei só uma xícara de café, tá ok?”, contou.

  Por: Folha de São Paulo

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod