Tag: Carlos Alberto

Carlos Alberto acredita que sucesso de Jorge Jesus e Sampaoli mudará perfil dos treinadores brasileiros

O Flamengo tem sido apontado como uma das melhores equipes do futebol brasileiro. O Santos, por outro lado, também tem sido bastante elogiado. O que ambos os clubes têm em comum? Treinadores estrangeiro, que são responsáveis por alcançar determinado nível de destaque no país.

— Os dois estrangeiros vão fazer os caras pensarem muito ano que vem. Todos jogam igual, aí vem o Flamengo com 4-1-3-2. Os caras jogam no 4-3-3 e não é. A primeira obrigação do centroavante é marcar. Aí fica complicado. O sarrafo aumentou -, disse o ex-jogador e agora comentarista de futebol.

Mesmo com um investimento modesto, o Santos de Sampaoli chegou a liderar o Campeonato Brasileiro por algumas rodadas. O Flamengo de Jorge Jesus, por sua vez, é líder isolado da competição, com 67 pontos, dez à frente do Palmeiras, segundo colocado, que tem 57. Além disso, o desempenho, sempre ofensivo, é o que chama a atenção nos times dos técnicos estrangeiros.

Por: Coluna do Fla

Gabigol evita polêmica com Carlos Alberto, mas alfineta: “Meus números respondem por mim”

Gabriel Barbosa ou Gabigol? Essa foi uma questão que veio à tona nos últimos dias, quando o ex-jogador e comentarista Carlos Alberto afirmou que se recusava a chamar o artilheiro pelo apelido. Torcedores do Flamengo, animados com o rendimento do atleta, se irritaram com a opinião. No entanto, o atacante parece tranquilo quanto à questão.

Gabriel já havia dado seu pitaco sobre o assunto em rede social, se reafirmando como “Gabigol”. Porém, nesta terça-feira (13), o camisa 9 evitou entrar em polêmica após ser questionado sobre o assunto em entrevista coletiva. Apesar disso, ele chamou atenção para seus números positivos na temporada.

FOTO: JOÃO PEDRO GRANETTE/COLUNA DO FLA

– Eu respeito a opinião de todo mundo, não vejo problema em me chamar de Gabriel ou Gabriel Barbosa. Não entro em polêmica assim e meus números respondem por mim. Respeito a opinião dele (Carlos Alberto), foi um grande jogador, está sendo comentarista espero que ele seja bom e fale as coisas com argumento -, disse o atacante.

Carlos Alberto discordando ou não, fato é que Gabigol é o atleta que mais balançou as redes na temporada entre todos do futebol nacional: são 22 gols feitos em 33 partidas. Gilberto, do Bahia, igualou a marca no último domingo (11), precisando porém de 37 jogos para isso. Gabriel, que não entra em campo desde a partida de volta das oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec, no dia 31 de julho, se prepara para retornar no próximo sábado (17), quando o Mais Querido encara o Vasco, em duelo pela 15ª rodada do Brasileirão.

Por: Coluna do Fla

Carlos Alberto vê vinda de Balotelli para o Flamengo como positiva: “Está dando um salto na carreira”

O Flamengo intensificou a negociação para tentar acertar com o centroavante italiano Mario Balotelli. Os dirigentes Marcos Braz (vice de futebol) e Bruno Spindel (diretor executivo), juntos com o advogado Marcos Motta, foram à Europa tratar diretamente com o jogador e seu empresário. Para o ex-atleta Carlos Alberto, caso as partes entre em acordo, Balotelli seria beneficiado.

“Super Mario“, como é conhecido, é visto, por muitos, como um jogador bastante polêmico. Por isso, no programa O Jogo Sagrado, dos canais FOX Sports, foi debatido se é uma boa a possível contratação do atacante. Carlos Alberto analisou o ponto de vista de Balotelli, que pode estar vindo para um país onde será tratado com carinho pela torcida, além de morar em um bom lugar e receber um bom salário.

FOTO: AFP

— O jogador sabe quando é ‘barca furada’… Ele está indo para um time bom, vai morar em uma cidade legal. O Flamengo paga salário melhor que lá (Europa), ninguém é bobo. Ele está dando um salto na carreira, ele está precisando desse carinho. É gostoso também quando você tem uma torcida que te abraça, que te dá esse carinho. O Balotelli tem que sair da Itália um pouco, respirar um ar mais tranquilo para ele.

As negociações com Mario Balotelli se arrastam há cerca de uma semana. Jogador, empresário e Flamengo devem se reunir já nesta terça-feira (13), com o intuito de finalizar os trâmites de forma positiva para o clube da Gávea. O centroavante está livre no mercado e pode assinar contrato com o Rubro-Negro mesmo com a janela de transferências internacionais fechada desde o último dia 31.

Por: Coluna do Fla

Jornalista alfineta Carlos Alberto sobre polêmica: “Acho justíssimo que ele se chame Gabigol, o cara faz gol à beça”

O Flamengo venceu o Grêmio por 3 a 1, no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro e manteve os 100% de aproveitamento como mandante, mesmo atuando sem um centroavante nato. As ausências de Gabigol e Lincoln – que já treinam com bola e têm chances de enfrentar o Vasco, no próximo final de semana, foram supridas por Bruno Henrique, que vem sendo utilizado na função por Jorge Jesus.

No entanto, o comentarista Mauro Cezar enfatizou a necessidade de um atacante de área. Comparou, também, Gabigol aos ex-centroavantes do Mais Querido, negociados recentemente. E aproveitou para alfinetar o ex-jogador Carlos Alberto, no programa ‘Linha de Passe’, dos canais ESPN, no último domingo (11), que disse se recusar a chamar o camisa 9 do Flamengo de Gabigol:

– O Flamengo precisa ter um centroavante. Se tivesse um bom centroavante hoje… Aliás, uma curiosidade: o Flamengo gastava com Uribe e com Dourado o equivalente ao custo mensal do Gabigol. Ou seja, o que é melhor? Ter Uribe e Dourado, ou só o Gabigol? Ele não é bem um centroavante, mas é goleador. Então, você tinha dois caras que entram em campo para fazer gol, tem outro que tem ‘gol’ no nome, embora alguns não concordem. Eu acho justíssimo que ele se chame Gabigol, o cara faz gol à beça. Se o Gustagol é Gustagol, o Gabigol também pode ser Gabigol, ora bolas. É curioso isso, porque os dois custavam mais ou menos o que custa mensalmente o Gabigol. É um ponto importante que deve ser sempre olhado: quanto custam certos jogadores, a relação custo-benefício deles. Os caras que têm talento, resolvem.

O Flamengo encara o Vasco no próximo sábado (17), às 19h, com mando de campo do cruzmaltino, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, em jogo válido pela 15ª rodada do Brasileirão. A presença de Gabigol e Lincoln ainda será avaliada pela comissão técnica, já que, além de estarem retornando de lesão, o Rubro-Negro tem compromisso importante pela Libertadores, na quarta-feira (21), pelas quartas de final da competição continental.

Por: Coluna do Fla

Torcida do Flamengo rebate comentarista após crítica a Gabigol: “Quem é Carlos Alberto?”

O atacante Gabriel Barbosa tem dado vários motivos para o torcedor do Flamengo comemorar. Até então, são 22 gols marcados com a camisa do Fla, em 33 partidas disputadas. No entanto, em parte da imprensa, o camisa 9 tem causado um certo incômodo. Esse é o caso, por exemplo, do ex-jogador e atual comentarista Carlos Alberto, que foi rebatido pela Nação após contestar o atleta.

A crítica de Carlos Alberto ao atacante aconteceu na última terça-feira (06), quando ele disse que se recusava ao chamar o atleta rubro-negro de “Gabigol”, afirmando que o jovem não está entre os maiores artilheiros que o Campeonato Brasileiro já teve – vale destacar que Gabriel foi quem mais marcou gols na competição em 2018 e, na atual, também é artilheiro isolado.

Em meio a isso, torcedores do Flamengo não pouparam respostas através de redes sociais. Alguns chegaram a ironizar o fato de Carlos Alberto ter sonhado em atuar no Rubro-Negro, mas encerrou a carreira sem conseguir realizar tal feito.

CONFIRA REAÇÕES:

Por: Coluna do Fla

Carlos Alberto questiona chegada de Jorge Jesus: “O Jorge Jesus não tem nada demais”

Recém aposentado dos gramados, Carlos Alberto estreou na função de comentarista no programa ‘Jogo Sagrado’, dos canais FOX Sports. E, ao que tudo indica, manterá fora de campo a mesma postura polêmica que o marcou dentro das quatro linhas. Afiado, o ex-jogador opinou sobre a chegada de Jorge Jesus ao Flamengo:

– Se você traz o Guardiola para o Flamengo, ou você traz o Mourinho, é outra parada. O Flamengo gosta de vender sonho. O Jorge Jesus não tem nada demais. Torço para que o trabalho dele seja bem sucedido e tomara que ele faça sucesso.

FOTO: FOX SPORTS

Com passagens por diversos times ao longo da carreira, incluindo o Porto (POR), onde venceu a Champions League em 2003/04, e Werder Bremen (ALE), o meio campo encerrou a carreira no modesto Boavista (RJ), no mês passado, aos 34 anos de idade. Curiosamente, Carlos Alberto atuou nos outros três times do Rio de Janeiro durante a carreira: Fluminense, Vasco e Botafogo.

Recentemente, o ex-meia revelou alguns sonhos que ficaram faltando durante sua trajetória. Entre eles, vestir rubro-negro: “Óbvio que eu queria ter jogado no Flamengo, queria muito. Faltou isso!”

Por: Coluna do Fla

Carlos Alberto revela pendência em sua carreira: “Óbvio que eu queria ter jogado no Flamengo”

Carlos Alberto anunciou na última quinta-feira (20) a sua aposentadoria dos gramados. Em entrevista concedida no mesmo dia ao programa “Expediente Futebol“, do canal Fox Sports, o agora ex-meia contou sobre algumas das pendências em que teve na sua carreira como jogador profissional. Dentre elas, falou sobre nunca ter tido a chance de defender as cores do Flamengo.

– Óbvio que eu queria ter jogado no Flamengo, queria muito, assim como eu queria ter jogado no Palmeiras, são dois grandes clubes. Faltou isso. E queria ter disputado uma Copa do Mundo pela Seleção Brasileira também -, disse ele, também explicando o vídeo recente em que aparece cantando o hino do Fla.

FOTO: REPRODUÇÃO

– Eu tenho um restaurante no Rio, um dia saiu um vídeo meu cantando o hino do Flamengo. Só que eu cantei vários hinos, mas só gravaram o do Flamengo, que dá ibope. Quem aqui não gosta do Zico? Você acha que ele não me influenciou a gostar do Flamengo na infância? Essa é a relação. Agora, carinho e gratidão ao Vasco e Fluminense, no Rio de Janeiro. Esse amor (pelo Flamengo) tem, foi minha primeira paixão, pelos ídolos que eu tinha -, explicou.

Aos 34 de idade, Carlos Alberto tem em seu currículo o título da Uefa Champions League de 2004, conquistado com a camisa do Porto, além de passagens por diversos clubes brasileiros, como Fluminense, Corinthians, Vasco e Grêmio. O jogador decidiu se aposentar após disputar o Campeonato Carioca deste ano pelo Boavista.

Por: Coluna do Fla

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod