Tag: Réver

Fora do Flamengo, Atlético-MG anuncia Réver como novo reforço

O Atlético-MG anunciou o retorno do zagueiro Réver ao clube, pelo qual foi capitão na conquista da Copa Libertadores, em 2013. Na tarde desta quinta-feira (27), o Galo postou em seu Twitter uma imagem com o zagueiro, relembrando sua história com a camisa do time mineiro e o tempo de contrato firmado entre as partes. O defensor disputou a temporada de 2018 pelo Flamengo, inclusive ocupando o posto de capitão, emprestado pelo Internacional, que detinha seus direitos.

No entanto, a idade elevada – está com 33 anos – começou a prejudicar o atleta dentro de campo. Com algumas críticas reverberando pelas arquibancadas, Réver viu as cobranças aumentarem após uma derrota em um clássico para o Botafogo, na reta final do Brasileirão. Um dos gols do rival, marcado por Erik, teve participação do zagueiro, que acabou ficando marcado. A saída não foi dificultada pelo time carioca, que pagava, mensalmente, R$ 350 mil ao atleta, e agora economiza o montante.

Em 2018, Réver entrou em campo para defender o Rubro-Negro em 44 oportunidades, marcando dois gols, ambos no Campeonato Brasileiro, contra Vitória e Sport. Com a camisa do clube, conquistou o Campeonato Carioca de 2017. Agora, retorna a Belo Horizonte, terra onde reside sua família. Além de Flamengo, Atlético-MG e Internacional, Réver defendeu Paulista, Al Wahda-EAU, Grêmio e Wolfsburg-ALE.

Fonte: Coluna do Flamengo

Réver chega a BH para exames e acertar com o Galo

O Atlético-MG está perto de anunciar a chegada dos primeiros reforços para a temporada 2019. O zagueiro Rever, que jogou pelo Flamengo este ano, e o lateral-direito Guga, do Avaí, desembarcaram em Belo Horizonte no fim da manhã desta sexta-feira para realizar exames médicos e acertar com o clube alvinegro.

Perfil dos jogadores

O lateral-direito Guga tem 20 anos e vai pode assinar um contrato longo, de cinco anos, com o Galo, que pensa no jovem como possível revenda no futuro. Para ter Guga, o Galo vai ceder alguns jogadores para o time catarinense. Flamengo e Sevilla-ESP tentaram levar o jogador no meio do ano, mas o Galo conseguiu superar a concorrência. Com 33 anos, Réver volta ao clube pelo qual ganhou seus grande títulos, como a Libertadores de 2013 e a Copa do Brasil de 2014, sendo capitão em ambas as conquistas. O defensor fará um contrato de três anos com o alvinegro de Minas. Fonte: LANCE!

Além de Réver, Flamengo pode ver mais um zagueiro deixar o clube

Rio – Buscando uma reformulação no plantel para o ano que vem, o Flamengo deve ter muitas mudanças no setor defensivo. O zagueiro Réver está bem perto do Atlético-MG e o também defensor, Rhodolfo, pode deixar o Rubro-negro. As informações são do portal “UOL”.

De acordo com as informações do site, o jogador não faz parte dos planos da diretoria do clube carioca. Ele, assim como Réver, tem contrato até 31 de dezembro de 2019. Apesar disso, o Flamengo estaria disposto a liberá-lo e aguarda propostas para encontrar a melhor solução. Com isso e a futuro aposentadoria de Juan, o Flamengo ficaria apenas com os jovens Léo Duarte e Thuler no elenco. Porém, a equipe carioca vem observando alguns nomes para o setor como Miranda, zagueiro da seleção brasileira na última Copa e da Inter de Milão, e Gil, ex-Corinthians e atual jogador do Shandong Luneng, da China. A equipe carioca ainda observa jogadores para as laterais. Pelo lado direito, o Flamengo estaria próximo de um acordo com Mariano, ex-Fluminense, atualmente no Galatasaray e também teria interesse em Dodô, que disputou o último brasileiro pelo Santos. Fonte: odia.ig.com.br

Disposto a liberar Rhodolfo e sem Réver, Fla irá ao mercado por zagueiros

O Flamengo terá uma zaga reformulada em 2019. Se Réver está perto do Atlético-MG, outro defensor integra a lista para deixar o elenco. Trata-se de Rhodolfo, que não faz parte dos planos da nova direção para a temporada.

A exemplo de Réver, o zagueiro também tem contrato até 31 de dezembro de 2019. Aos 32 anos, ele defendeu o clube em 46 jogos e fez três gols. A diretoria está disposta a liberá-lo e aguarda propostas para encontrar a melhor solução. Ao mesmo tempo, o movimento faz com que o Flamengo intensifique a busca por zagueiros no mercado. Um deles, obrigatoriamente, será mais experiente e deve atuar como um comandante do setor. Até dois atletas da posição devem ser contratados. Depois da confirmação das saídas, o Rubro-negro iniciará a temporada com dois zagueiros jovens no elenco: Léo Duarte e Thuler. O veterano Juan também está no grupo, mas apenas para a parte final da recuperação de cirurgia no Tendão de Aquiles e um jogo de despedida antes da aposentadoria. A ideia de reformular a zaga já estava na cabeça dos dirigentes escolhidos pelo presidente Rodolfo Landim. Eles acreditam que duas novas peças podem capacitar o elenco junto aos jovens Léo Duarte e Thuler. A dupla viveu bom momento durante o Campeonato Brasileiro, principalmente antes da pausa para a Copa do Mundo, quando atuou por algumas partidas no time titular. Embora as movimentações de mercado estejam em curso, a tendência é a de que todas as negociações sejam aceleradas a partir da próxima quarta-feira (19), quando Landim tomará posse como presidente do Flamengo para os próximos três anos. Fonte: UOL

“Bem encaminhado”, diz dirigente do Galo sobre negociação com Réver

O capitão do Flamengo, Réver, está perto de ser anunciado como reforço do Atlético-MG. Marques, diretor de futebol do Galo, falou sobre a negociação com o zagueiro nesta segunda-feira.

“Bem encaminhado. Estamos trabalhando muito para reforçar o time para brigar em todas as frentes. Não quero ficar na especulação, não é a linha de trabalho que quero levar”, disse Marques, segundo o canal “Fox Sports”.

“O Réver é cobiçado pelos grandes clubes do Brasil. Teve um grande ano, sendo titular e capitão de um dos grandes times do Brasil. Então é pauta, não só no Atlético, mas em qualquer clube do Brasil”, acrescentou. Liberado pelo Rubro-Negro para negociar com o Galo, Réver deve assinar com o clube mineiro por três temporadas. 

Saiba quanto o Flamengo economizará com saídas de Réver, Geuvânio e Moreno

As primeiras mudanças no elenco do Flamengo para 2019 vão render enorme economia: R$ 1,32 milhão por mês em salários com as saídas do zagueiro Réver, e dos atacantes Geuvânio e Marlos Moreno. Os três jogavam na Gávea por empréstimo.

Geuvânio era o mais caro deles e ganhava R$ 650 mil mensais – o valor equivale a metade de seus vencimentos no Tianjin Quanjian, da China. O Fla o contratou por empréstimo, gratuito, de uma temporada e meia, mas teve de assumir 50% do custo mensal. O acordo termina no dia 31 de dezembro.

Em 18 meses, Geuvânio só disputou 41 partidas e marcou apenas três gols, sendo dois nesta temporada e um na passada. Pior: ele só conseguiu ser titular 16 vezes, tendo saído do banco de reservas em outras 25 oportunidades. Já Réver tinha salário de R$ 350 mil por mês. O zagueiro estava vinculado ao Rubro-Negro até dezembro de 2019, por empréstimo, mas defenderá o Atlético-MG a partir de janeiro. O Galo, que já tinha 75% dos direitos econômicos, solicitou seu retorno, o que foi aceito pelo novo presidente do Fla, Rodolfo Landin. Os mineiros, inclusive, se acertaram com o Inter pela compra dos outros 25%. A situação de Marlos Moreno é parecida a de Geuvânio. Seu contrato de empréstimo termina em 31 de dezembro e ele voltará ao Manchester City, pois não há interesse na Gávea em sua permanência. Com isso, os rubro-negros economizam R$ 320 mil mensais com o salário do colombiano, que não agradou. SALÁRIOS DOS EX-FLAMENGUISTAS: – Geuvânio: R$ 650 mil mensais – Réver: R$ 350 mil – Marlos Moreno: R$ 320 mil NÚMEROS DO TRIO PELO RUBRO-NEGRO: GEUVÂNIO: (junho de 2017 a dezembro de 2018) 41 jogos 3 gols 0 título RÉVER: (junho de 2016 a dezembro de 2018) 133 jogos 11 gols 1 título (Campeonato Carioca) MARLOS MORENO: (janeiro a dezembro de 2018) 35 jogos 1 gol 0 título Fonte: Blog do Jorge Nicola

Reforço para a zaga vira necessidade no Flamengo

A negociação entre três clubes – Atlético-MG, Flamengo e Internacional – está perto de concretizar o retorno do zagueiro Réver ao Galo para 2019. O clube mineiro ofereceu um contrato de três temporadas, o que agradou o atleta e não foi coberta pelas outras partes. Desta forma, Réver deve voltar á equipe que defendeu entre 2010 e 2014, tornando-se ídolo da torcida com os títulos da Copa Libertadores 2013, Copa do Brasil 2014 e os Estaduais de 2012 e 2013.

A informação foi inicialmente dada pelo “Globoesporte” e confirmada pelo L!. Réver tem vínculo com o Internacional até 31 de dezembro de 2019, estando emprestado ao Fla pelo mesmo período. Por isso, as duas partes precisaram ser consultadas pelo Galo. De início, a diretoria do Colorado não se opôs à troca, uma vez que os salários do atleta continuarão a cargo de outro clube. Na Gávea, o entendimento é de que Réver fez uma temporada abaixo do nível apresentado pelo capitão em 2016. Além disso, o camisa 15 teve a sequência atrapalhada por problemas físicos, o que, mesmo com sua permanência para 2019, faria a diretoria buscar reforços para a defesa. Com sua provável saída, torna-se necessária a chegada de ao menos um zagueiro para o ano que vem. O contrato de duração maior – o qual o Flamengo não tem interesse de cobrir por ora – fez a oferta do Galo atraente para Réver, que chegará ao clube com moral. O Atlético-MG vê o atleta como reforço de peso e que, contratado, “chega e joga”. Recentemente, a diretoria mineira tentou Igor Rabello, defensor do Botafogo, mas a proposta de R$ 12 milhões foi recusada pelo Alvinegro. O Flamengo encerra 2018 com cinco zagueiros no elenco profissional: Juan, Léo Duarte, Rhodolfo e Thuler, além do próprio Réver. Para a próxima temporada, o ídolo Juan terá participação simbólica dentro das quatro linhas, visto que teve o contrato renovado até o fim de abril para recuperar-se da cirurgia no tornozelo direito e despedir-se dos gramados e do clube que o revelou de maneira digna. Assim, com a provável saída de Réver, restam o experiente Rhodolfo, que teve problemas físicos em 2018, e os jovens Léo Duarte, de 22 anos, e Thuler, de 19 anos e convocado para o Sul-Americano Sub-20 pela Seleção Brasileira, sendo baixa para a comissão técnica de Abel Braga no início do Campeonato Carioca. A nova diretoria do Flamengo não confirma a oferta por Réver, assim como as demais movimentações do clube no mercado, mas trabalha por reforços com a participação de Abel Braga e o comitê de futebol comandado por Marcos Braz, que assume a vice-presidência de futebol com a posse de Rodolfo Landim.  Fonte: LANCE!

Réver, do Flamengo, recebe oferta do Atlético-MG

Ainda de olho em Igor Rabello, do Botafogo, o Atlético-MG está próximo de fechar um primeiro reforço para a zaga, considerado o setor mais carente do clube atualmente: Réver. Flamengo e Internacional não se opuseram, e a volta do jogador a Belo Horizonte depende de colocar no papel a proposta dos mineiros. O zagueiro exerceu a cláusula de liberação em caso de oferta vantajosa e a apresentou aos cariocas e gaúchos, que não cobriram os três anos propostos pelo Galo.

Vinculado ao Colorado até o fim de 2019 e emprestado ao Rubro-Negro pelo mesmo período, Réver negocia com os mineiros até o fim de 2021. Por contrato, bastaria que Flamengo ou Inter equiparassem e exercessem a prioridade. Não foi o que aconteceu. Os dois clubes se comunicaram, entraram em consenso e o deixaram Réver à vontade para retornar ao Galo, restando apenas os detalhes finais. As conversas foram conduzidas pelo empresário do jogador, Fábio Melo. Aos 33 anos e há duas temporadas e meia no Flamengo, Réver é titular e capitão do time, onde disputou 135 jogos e marcou 11 gols. Porém, não é unanimidade entre os torcedores. No Atlético-MG, o zagueiro de 33 anos viveu a melhor fase da carreira, quando foi o capitão na conquista da Libertadores de 2013, maior título da história do clube, e tem o prestígio da torcida. Tanto que seu nome até entrou nos Trending Topics (assuntos mais comentados) do Twitter em Belo Horizonte. Caso volte ao Atlético-MG, Réver pode reeditar a dupla de zaga com Leonardo Silva, conhecida como “torres gêmeas” em sua primeira passagem. O atual capitão atleticano tem contrato se encerrando no fim deste ano, mas deve renovar o vínculo por mais seis meses. Fonte: Globo Esporte

Clube avança em negócio com Réver e tenta liberação do Flamengo

O Atlético-MG avançou na busca por Réver, zagueiro que defendeu o clube entre 2010 e 2014. A diretoria ajusta os detalhes de um possível contrato com o estafe do jogador e tenta a liberação do Flamengo simultaneamente. A ideia é que o atleta volte em definitivo para a Cidade do Galo.

O jogador de 33 anos é visto como um grande reforço para o setor na próxima temporada e gostaria de voltar a Belo Horizonte, conforme apurado pelo UOL Esporte. O presidente Sérgio Sette Câmara é quem negocia com Fábio Mello, agente do atleta que levantou a Libertadores 2013, a Recopa Sul-Americana 2014 e a Copa do Brasil 2014 na Cidade do Galo. O mandatário é o grande entusiasta da negociação. Ele é admirador do defensor e acredita em sua volta como um nome de peso para a retaguarda. Consultado pela diretoria nos últimos dias, o técnico Levir Culpi aprovou o retorno de Réver à capital mineira. O comandante não teve chances de trabalhar com o zagueiro em sua última passagem devido ao elevado número de lesões. O Galo avançou nas negociações com os empresários de Réver e espera uma reunião com a nova cúpula do Flamengo para tentar a liberação do jogador. A intenção é que o atleta volte em definitivo para a Cidade do Galo. O zagueiro tem contrato no Ninho do Urubu até dezembro de 2019 e recebe cerca de R$ 400 mil mensais. Na capital mineira, ele teria a mesma remuneração. Fonte: UOL

Atlético-MG procura Réver e tenta acordo com o Flamengo

O Atlético-MG iniciou conversas com o empresário Fábio Mello para tentar o retorno de Réver, campeão de Libertadores 2013 e Copa do Brasil 2014 pelo clube. Os mineiros precisam se acertar também com o Flamengo, atual time do defensor, e Inter, detentor de parte dos direitos. Os gaúchos não se opõem ao acordo.

A informação sobre o interesse do Galo no zagueiro foi divulgada pela Coluna do Flamengo e confirmada pelo UOL Esporte. As conversas são conduzidas por Sérgio Sette Câmara, presidente do clube mineiro. O mandatário conta com a ajuda do agente do atleta, Fábio Mello, para concretizar o retorno à Cidade do Galo. O diretor de futebol Marques tem outras atribuições neste momento. O atleta tem contrato com o clube da Gávea até dezembro de 2019 e também avaliza a volta a Belo Horizonte, onde é considerado ídolo. Parte dos direitos econômicos pertence ao Internacional, que por contrato necessita ser consultado. O clube gaúcho também necessita dar sinal verde para a realização do negócio, seja por empréstimo ou em definitivo. O Colorado já sinaliza com o sinal verde para a saída do jogador. A reportagem apurou que os gaúchos não fazem objeção por uma volta de Réver à Cidade do Galo. Fonte: UOL

Atlético-MG negocia o retorno do zagueiro Réver

A prioridade do Atlético-MG nesta janela de transferências é contratar zagueiros. E um possível reforço para a posição pode ser um velho conhecido. A diretoria atleticana negocia o retorno de Réver, de 33 anos, que pertence ao Internacional e está emprestado ao Flamengo até o fim de 2019 – quando encerra seu vínculo com o clube gaúcho -, mas viveu a melhor fase da carreira justamente no Galo. A informação foi publicada pela Coluna do Flamengo e confirmada pelo GloboEsporte.com.

No Flamengo, apesar de capitão e titular, Réver não é unanimidade entre os torcedores. No Galo, o cenário é bem favorável ao retorno daquele que foi o capitão na conquista da Libertadores 2013, o maior título da história do clube. Segundo apurou a reportagem, a negociação ainda está em fase inicial, e ainda não há a discussão de detalhes. Fato é que o Galo pretende, sim, contratar novamente seu ex-capitão. Ainda segundo a apuração, o Internacional não se opõe ao negócio e não conta com o zagueiro para 2019. No Twitter, o nome de Réver entrou nos Trending Topics (assuntos mais comentados) de Belo Horizonte pouco tempo após a publicação da informação. Caso volte ao Atlético-MG, Réver pode reeditar a dupla de zaga com Leonardo Silva, parceiro na primeira passagem. O atual capitão atleticano tem contrato se encerrando no fim deste ano, mas deve renovar por mais uma temporada. No Galo, a dupla Réver e Léo Silva era conhecida como “torres gêmeas”. Fonte: Globoesporte


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod