Tag: Rogério

Arão

Em início de trabalho, Ceni mantém Arão na zaga

O time principal do Flamengo segue fazendo sua pré-temporada. Hoje o elenco completa duas semanas de preparação antes de entrar aos gramados, fato que ocorrerá nesta quarta, diante do Bangu. A partir de agora, o elenco alternativo que disputou o carioca até então, se “unifica” aos titulares que estavam de férias. Rogério Ceni tem focado em aspectos táticos da equipe que em breve já terá grande desafio pela final da Supercopa do Brasil, diante do Palmeiras. Para início de trabalho, Ceni mantém duas mudanças que fez no final da temporada passada. Arão segue na zaga e Diego segue como volante. Aliás, durante os treinamentos, Arão e o polêmico Gustavo Henrique formaram a dupla. Ainda é cedo para dizer se essa será a formação de Rogério para a temporada. É importante dizer também que Rogério não tinha a disposição no treino o Rodrigo Caio (machucado), Bruno Viana, Noga e Léo Pereira, que estavam com o elenco alternativo. Assim, mudanças podem acontecer.

O saldo das seis primeiras rodadas de Carioca

O saldo das seis primeiras rodadas de Carioca é positivo, apesar de alguns tropeços o Flamengo é o líder da competição e tem sua classificação encaminhada. Alguns jogadores também aproveitaram bem a chance. Em meio a polêmica negociação com Rafinha, Matheuzinho provou ser opção válida na lateral direita. Já Bruno Viana se destacou na zaga, sendo sempre seguro na marcação e de boa saída de bola. Hugo Moura e João Gomes dominaram o meio de campo em vários momentos, também se mostrando importantes ao elenco. Na frente, dos “mais velhos”, talvez Vitinho tenha se saído melhor, com 2 gols em 3 jogos. Pensando na base, Muniz se destacou, sendo o artilheiro do Flamengo, mostrando bom poder de finalização e posicionamento. Agora cabe ao Rogério Ceni definir quem ele irá aproveitar nas próximas rodadas e durante a temporada. Leia também: Opinião: Mesmo cedo, Bruno Viana chama a atenção Veja também: Flamengo empata por 1 a 1 com o Boavista, em Bacaxá
Flamengo

Santos terá desfalques diante do Flamengo pelo brasileirão

Flamengo e Santos se enfrentam neste domingo pelo brasileirão. Se o objetivo do rubro negro agora se dá apenas no campeonato nacional, o mesmo não pode ser dito para o Santos, que ainda tem uma disputa de Libertadores, pela frente, na próxima quarta diante do Grêmio. Ou seja, além dos desfalques inevitáveis, Cuca também tem a decisão de poupar ou não jogadores para o confronto da Libertadores. Três desfalques já são certos. Lucas Veríssimo e Diego Pituca estão suspensos e não jogam. Soteldo testou positivo para covid e também está fora. Assim, o Santos terá dupla de zaga reserva e meio de campo sem seu principal jogador. No seu último treino, Cuca revezou entre alguns atletas que jogaram diante do Grêmio e outros que não jogaram. Indicando assim, de fato, uma alteração considerável em seu time titular. O Flamengo por outro lado teve a semana toda livre. Rogério Ceni pode trabalhar a parte tática e principalmente a defensiva, tão criticada. Logo, a expectativa é de um Flamengo mais forte que nos últimos jogos. Rogério possui os desfalques de Thiago Maia (que ficará meses fora), Gustavo Henrique, Willian Arão e Diego. Gabigol ainda é uma possibilidade, mesmo que mais improvável. A equipe que deverá entrar em campo pelo rubro negro será: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gérson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro. Leia também: Grohe tem nome vinculado ao Fla para ser o substituto de Diego Alves; Gremistas torcem contra Veja também: Flamengo e adidas apresentam nova camiseta especial do Rubro-Negro
São Paulo

O que esperar do São Paulo de Diniz na noite de hoje

O Flamengo entra em campo daqui a pouco para enfrentar o São Paulo pela Copa do Brasil. Um clima estanho de apreensão pelo “novo” Flamengo paira sob as cabeças dos rubro negros, apesar de entender do pouco tempo de treino e que possivelmente, não muitas novidades poderão ser notadas. Mas o aspecto estranho do confronto se dá pela relação entre Rogério Ceni e São Paulo. Os torcedores do tricolor não pareceram nem um pouco felizes com a contratação do treinador pelo Flamengo, mas convenhamos, não temos nada com isso! O Diniz deverá seguir hoje a mesma proposta de jogo que fez no Maracanã diante do Flamengo de Dome. Primeiro porque o treinador não é muito de mudar sua forma de jogar e segundo que pela falta de tempo de Rogério, como já dito, pouca coisa deve mudar no Flamengo, taticamente dizendo. O São Paulo seguirá sendo um time de proposta de posse de bola, com um meio campo forte na marcação e criação, inclusive apostando bastante na marcação alta e nos possíveis vacilos da dupla de zaga rubro negra, vacilos esses que ajudaram bastante na queda de Dome. Com dois atacantes pelo centro, será fundamental por parte do Flamengo ter marcação encaixada no meio de campo para não expor os zagueiros. Essa situação deixará possivelmente um dos atacantes tricolor livre. O sistema defensivo do São Paulo não é o mais confiável, tanto quando pressionado quanto quando sofre de marcação adiantada dos adversários, o São Paulo costuma se complicar. Ou seja, o Flamengo poderá hoje se beneficiar com a mesma arma que o São Paulo irá se propor a fazer, marcação alta. Leia também: Provável escalação do Flamengo preocupa torcida Veja também: Flamengo vence o Nova Iguaçu por 1 a 0 e garante classificação para as semifinais da Taça Rio Sub-20

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod