Tag: Romário

Romário exalta diretorias do Flamengo e fala em títulos: “Não tem como não torcer”

O Flamengo vive um dos maiores momentos da sua história. Líder do Brasileirão com oito pontos de distância para o segundo colocado, o Mais Querido quebrou um tabu de 38 anos ao retornar à final da Libertadores. O Rubro-Negro disputa, em novembro, os dois maiores títulos da temporada, e o futebol desempenhado nos últimos meses dá confiança para que o clube seja um candidato forte a ambos. O Fla chama a atenção e recebe elogios de quem gosta do esporte – e alguns são ainda mais especiais.

O craque Romário é uma dessas vozes. 4º maior artilheiro da história do Flamengo, o Baixinho não escondeu sua torcida pelo clube. Em entrevista para o jornal LANCE!, o ex-jogador falou da atual fase do Mais Querido. Ele elogiou as diretorias responsáveis pelo momento administrativo e financeiro vivido e colocou esta organização como fundamental para que o clube chegasse aonde chegou.

– O Flamengo tem grandes possibilidades de ganhar esses títulos do Brasileiro e da Libertadores, tem time pra isso. Hoje, é o melhor time do Brasil, não tem como não torcer. A parte administrativa tem dado exemplo no Brasil, mesmo com algumas equipes também neste caminho, como Athletico-PR e Palmeiras. Se os outros clubes seguirem essa linha do Fla, tenho certeza que o futebol brasileiro é que vai ganhar em qualidade. O clube hoje tem que agradecer e parabenizar a gestão do Bandeira de Mello. Lembro que ele mesmo falou, quando assumiu, que ia ajeitar a parte administrativa. E está aí. Hoje, o atual presidente vem realizando uma grande gestão e herdando muito do Bandeira -, afirmou.

Apesar das boas palavras direcionadas à administração rubro-negra, Romário não poupou os demais clubes do país de críticas. Para o senador, o cenário no Brasil é ruim e prejudica a qualidade do futebol jogado no país. Ele citou joias do esporte nacional e citou Reinier.

– Fora o Flamengo, hoje, não existe nenhum time do Brasil que tenha condição de segurar um jogador que mostre essa qualidade que os europeus entendam ser interessante. Pela qualidade do futebol, pela falta de profissionalismo e, é claro, pela parte financeira. Temos uma série de clubes endividados, atrasando salários, então não tem como. O João Pedro, do Fluminense, tinha tudo para crescer aqui perto da gente, se tornar um ídolo, até mesmo vestir a camisa da Seleção. Mas como faz? O clube não tem dinheiro, precisa se regularizar, então tem que vender o jogador. Eu espero que não aconteça com o Talles Magno, mas vai ser quase impossível segurar. E o Reinier eu acredito que só saia se o Flamengo acreditar ser algo muito bom, porque não precisa vender, o Fla virou comprador –, disse.

Por: Coluna do Fla

Gabigol manda resposta para Romário após publicação do ‘Baixinho’

Uma tabelinha lotada de gols, rubro-negrismo e solidariedade. Assim pode ser resumida a interação ocorrida na tarde desta quinta-feira (26). De craque para craque, o ex-atacante Romário elogiou o camisa nove rubro-negro, Gabigol. O jovem atacante não escondeu a felicidade e agradeceu ao “Peixe”, o chamando de ídolo.

Após a aposentadoria dos gramados, Romário entrou para a política. Depois de um mandato como deputado, se elegeu senador – cargo que ocupa até hoje. O Peixe sempre foi grande defensor da bandeira da inclusão de pessoas com deficiências e tem uma lista de projetos de lei que beneficiam esta parcela da sociedade. Assim, não foi surpresa quando postou em suas redes sociais elogiando Gabigol e Jorge Jesus, que fizeram, nos últimos jogos, gestos em LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) para comemorar.

Gabriel foi o precursor da ideia. Após ser proibido de comemorar seus gols com a tradicional plaquinha de “Hoje tem gol do Gabigol”, o atacante recorreu a uma alternativa. Ao balançar a rede no jogo contra o Cruzeiro, no último sábado (21), o camisa nove foi pra a câmera da transmissão e reproduziu a frase em LIBRAS. Ele explicou a ideia depois da partida.

Nos dias seguintes a este jogo, o elenco do Flamengo recebeu, no Ninho do Urubu, pessoas com deficiência auditiva. Jorge Jesus foi um dos mais empolgados e mostrou isso ao final da vitória sobre o Internacional, na última quarta-feira (25). O Mister também foi em direção a uma câmera e, em LIBRAS, disse “Flamengo, eu te amo”.

Por: Coluna do Fla

Romário parabeniza iniciativa de Gabigol e Jesus para inclusão de surdos ao futebol

O esporte é, acima de tudo, uma forma de enriquecer nossos saberes corporais, emocionais e sociais. Há tanto crescimento antes, durante e depois de uma partida de futebol que nós esquecemos que ‘só’ se trata de ‘um jogo’. O Flamengo, time de maior torcida no mundo, sabendo de sua importância neste cenário, deu seus primeiros passos pela inclusão. A iniciativa do clube chamou a atenção de um dos maiores craques da história: Romário. O ídolo usou suas redes sociais para parabenizar as comemorações de Gabigol e Jorge Jesus.

“No Dia Nacional dos Surdos, trago um belo exemplo. Gabriel, o famoso Gabigol, comemorou o golaço do time com a frase: “Hoje tem gol do Gabigol”. E Jorge Jesus fez uma homenagem linda, ontem, após a vitória do time sobre o Internacional, com a declaração “Flamengo, eu te amo”!🙌🏾⚽️

Confira as comemorações:

Gabigol foi o primeiro a utilizar a linguagem de libras em sua comemoração. Proibido de levantar a placa que se tornou uma ‘tradição’ nos estádios, o camisa 9 utilizou os sinais para incluir torcedores surdos em sua famosa previsão: “hoje tem gol do Gabigol”.

Na última quarta-feira (26), após o confronto polêmico contra o Internacional, Jorge Jesus também utilizou a linguagem brasileira de sinais para se declarar aos torcedores e ao clube. Ao som de ‘Olê olê olê, Mister, Mister’, o comandante fez sinais para dizer: “Flamengo, eu te amo”.

A linguagem brasileira de sinais é usada por surdos e legalmente reconhecida como meio de comunicação e expressão.

Por: Coluna do Fla

Contratação de Romário pelo Flamengo é eleita a mais importante do futebol nacional

O futebol brasileiro mostrou, na janela de transferências de julho, um novo panorama para o esporte nacional. Clubes nacionais contrataram nomes fortes na Europa: Rafinha, Filipe Luís, Juanfran. A chegada também de Daniel Alves ao São Paulo levantou uma discussão: foi uma das mais importantes contratações da história do futebol brasileiro? O portal GloboEsporte.com lançou a pergunta a jornalistas e a resposta foi negativa: o dono deste posto é o Flamengo.

Em 1995, o Rubro-Negro protagonizou uma das negociações mais inacreditáveis do futebol brasileiro. Campeão e estrela do Tetra da Copa do Mundo um ano antes, ídolo e carque do Barcelona, eleito melhor do mundo: foi “só” com essas credenciais que Romário desembarcou no Flamengo.

A proposta passou por acordos comerciais e de marketing e seduziu o atacante. O Baixinho chegou como símbolo no ano do centenário rubro-negro e ficou por quatro anos no clube. Neste tempo, foram 204 gols que o colocaram como quarto maior artilheiro da história do Flamengo.

Romário chegou ao Flamengo desfilando em carro aberto, saudado por milhares de torcedores e inspirando sonhos – e correspondeu fazendo o que mais sabia fazer: balançar as redes. Por isso, foi eleito pelo GloboEsporte como maior contratação da história do futebol brasileiro. A votação foi lavada: em primeiro lugar, a chegada do Baixinho teve 420 pontos, enquanto a negociação de Ronaldo Fenômeno com o Corinthians, vice-colocado, teve 141.

O top três é completado com rubro-negro: a chegada de Ronaldinho ao Fla, em 2011, teve 72 pontos e ficou na terceira colocação. O Gaúcho também viveu seu auge no Barcelona e levantou a Copa com a Seleção, mas voltou ao Brasil já alguns anos depois do seu auge técnico e físico. Ainda assim, fez 28 gols em 74 jogos, sendo o artilheiro do elenco naquele ano.

O Flamengo tem ainda mais um nome entre os dez primeiros do ranking. O retorno de Zico ao clube do coração, em 1985, ficou na nona colocação.

Por: Coluna do Fla

Jornalista foge de comparações entre as chegadas de Daniel Alves e de Romário ao Flamengo

O São Paulo dominou as principais manchetes do país ao anunciar, oficialmente, a contratação de Daniel Alves. O lateral titular da Seleção Brasileira assinou contrato até 2022 e vai receber o maior salário do Brasil, estipulado em R$ 1,5 milhão. Seu retorno causou euforia e gerou comparações com a chegada de Romário ao Flamengo. Para Leonardo Bertozzi, no entanto, as situações são completamente distintas.

– Não concordo com a comparação. O Romário em 95 é o Neymar voltando para o Brasil hoje. Romário era o atual melhor do mundo. Não dá para chegar neste patamar de comparação -, opinou durante o Bate Bola Debate, da Espn.

Daniel Alves retorna ao Brasil depois de 17 anos. Durante este tempo, o lateral se tornou o jogador com mais títulos oficiais na história do futebol – são 40 no total, ultrapassando Giggs, Iniesta, Maxwell e Piqué.

Atualmente no São Paulo, Daniel Alves segue os exemplos de Filipe Luís e Rafinha, ambos do Flamengo, com mais tempo de Europa do que Brasil. Pelo clube paulista, disputará, apenas, o Campeonato Brasileiro em 2019.

Por: Coluna do Fla

Romário publica foto com Rafinha e deseja boa sorte ao lateral para jogo decisivo contra o Emelec

Após a vitória contra o Botafogo por 3 a 2 pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfrentará o desafio mais importante do ano contra o Emelec nesta quarta-feira (31), às 21h30, horário de Brasília, no Maracanã. Na segunda partida das oitavas de final da Copa Libertadores, o time Rubro-Negro precisa marcar três gols para conquistar a classificação para a próxima fase. Além do apoio de mais de 60 mil torcedores que comparecerão ao jogo, o ex-jogador Romário também manifestou apoio.

Em sua conta oficial pelo Instagram, Romário postou uma foto com o lateral-direito do Flamengo, Rafinha, e desejou boa sorte ao jogador na partida contra o Emelec nesta quarta-feira (31). Durante a coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (30), o atleta do Mais Querido falou sobre o encontro com o ex-jogador.

—Encontrei o Romário hoje no café da manhã no hotel. Pedi para bater a foto com ele, é meu ídolo é de todos os brasileiros. Só pedi para bater a foto e mais nada. Tenho um carinho enorme e mais nada. Desejou boa sorte e disse que está confiante que vamos passar.

 
Ver essa foto no Instagram
 

Tá ruim? @r_13official. Boa sorte amanhã jogador!

Uma publicação compartilhada por Romário Faria (@romariofaria) em

Na partida que marcará o segundo confronto das oitavas de final da Taça Libertadores, o time Rubro-Negro precisa balançar as redes adversárias três vezes para avançar para a próxima fase. O primeiro jogo aconteceu no dia 24 de julho, e a equipe equatoriana derrotou o Mais Querido por 2 a 0, no Estádio George Capwell, no Equador.

Por: Coluna do Fla

José Aldo demonstra insatisfação com atacantes do Flamengo e afirma: “Por isso o Romário está rico”

O Flamengo empatou com o Peñarol nessa quarta-feira (8), no Estádio Campeón Del Siglo, na capital Montevidéu, no Uruguai. Em uma partida de destaque para a zaga do Flamengo, e com uma atuação que deixou a desejar por parte do ataque, o clube Rubro-Negro conseguiu garantir a vaga para as oitavas de final na Copa Libertadores. Cuéllar e Éverton Ribeiro foram os dois grandes destaques do jogo com números impressionantes.

O camisa 8 conseguiu desarmar 6 jogadas na partida contra o time uruguaio e é o segundo jogador com maior número de desarmes na Libertadores, 26 ao total. Éverton Ribeiro tem mostrado o melhor de seu futebol durante o campeonato. O meia deu 16 assistências para finalizações e balançou a rede três vezes.

Apesar do grande desempenho dos dois jogadores, a torcida cobra constantemente uma melhor atuação dos atacantes. No confronto contra o Peñarol, Gabigol perdeu várias chances claras de gols. Mas a maior chance de balançar as redes veio de Vitinho, só ele e o goleiro. O lutador de UFC, José Aldo, torcedor declarado do Mais Querido, demonstrou sua insatisfação com a atuação dos atacantes, em uma entrevista.

— “Pô” pelo amor de Deus, os atacantes erraram muito gols, principalmente o Gabigol, uma sequência muito grande, logo no final Vitinho pega frente a frente com o goleiro. Mas isso é esporte, faz parte, do outro lado também estão defendendo, mas tem uma expressão que eu sempre falo para os meus amigos: “Por isso que o Romário está rico”, porque o Romário não errava gol de jeito nenhum.

Com o empate, 0 Flamengo se classificou para as oitavas de final da Copa Libertadores, em primeiro lugar no grupo D, com 10 pontos.

Por: Coluna do Fla

Romário lista dois zagueiros ex-Flamengo como “mais chatos” que enfrentou ao longo da carreira

O ex-atacante Romário ficou marcado como um dos grandes jogadores da história do futebol mundial, principalmente por sua frieza e poder de decisão dentro da área. No entanto, nem sempre o baixinho encontrava vida fácil. O próprio artilheiro falou sobre o assunto, revelando os seis jogadores que mais lhe deram trabalho ao longo da carreira, e a lista conta com dois atletas que vestiram a camisa do Flamengo: Mozer e Júnior Baiano.

A questão surgiu durante entrevista ao portal Foxsports.com.br. Quando perguntado sobre o assunto, Romário afirmou: “Mozer, Ricardo Gomes, Ricardo Rocha, Baresi, Maldini, Júnior Baiano…tudo zagueiro chato pra caceta na marcação”.

Ao longo da carreira, Romário teve três passagens pelo Flamengo, todas entre 1995 e 1999. Ao todo, ele soma 209 partidas com a camisa do Mais Querido, nas quais ele balançou as redes por 184 vezes, atingindo a impressionante média de 0,88 gol por jogo.


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod