Tag: Sport

Saiu! Confira a escalação do Flamengo para enfrentar o Sport

O Flamengo está escalado para a partida de logo mais diante do Sport em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. Renato Gaúcho, como era de se esperar, escalou o time titular, apenas com as saídas de jogadores por lesão, covid ou suspensão. Dessa forma a escalação do Flamengo tem:

Renato Gaúcho escolheu por João Gomes para iniciar a partida de hoje. Diego Ribas está suspenso com o terceiro cartão amarelo. A expectativa era de que Thiago Maia pudesse assumir a vaga, mas o volante está diagnosticado com covid, e foi colocado em quarentena.

Na zaga, o Flamengo terá uma dupla no mínimo bastante questionada, principalmente por Bruno Viana, que não consegue passar confiança para o torcedor, mesmo em bons jogos atuais com Renato Gaúcho no comando. Gustavo Henrique tem sintomas de covid, e foi preservado hoje também.

Do quarteto de ataque titular, apenas Gabigol está de fora, mas com a boa nova do retorno de Pedro, que causou certa preocupação na semana passada após torcer o tornozelo diante do Internacional. Existia tensão com a lesão, que poderia ser de longa recuperação. Porém Pedro se recuperou durante a semana e já consegue entrar em campo hoje normalmente.

É possível que Renato Gaúcho em algum momento da partida resolva preservar os seus meias, principalmente se o placar for favorável e com certa distância. Mas a prioridade do momento segue sendo pontuar no Brasileiro para se aproximar dos líderes. O Flamengo na Libertadores está muito bem encaminhado.

Flamengo e Sport: O que esperar da partida de hoje?

Flamengo e Sport se enfrentam no estádio Raulino de Oliveira com pretensões bastante diferentes no Campeonato. Mas não é apenas nas pretensões que os times mostram suas diferenças, a disparidade de qualidade técnica é gritante e o ponto chave do jogo pode acontecer no meio de campo.

O Sport tem trabalhado em uma formação com três atacantes, deixando apenas três jogadores pelo meio e uma linha de quatro defensores atrás. Na montagem durante a semana, o comandante Umberto Louzer ensaiou essa mesma formação. Dessa forma o Flamengo deverá ficar atento no sistema defensivo, já que o Sport deverá ter sim uma postura de ir para o jogo e tentar criar suas chances.

Por outro lado, o Sport perde força no meio de campo, que pode ser controlado pelo Flamengo tanto do ponto de vista numérico, quanto na parte técnica. Portanto, a tendência é que o rubro negro tenha a posse de bola, como é de costume, mas o Sport não estará disposto a apenas se defender, tendo um plano de contra ataque bem definido com seus dois pontas.

Curiosamente, apesar da péssima colocação na tabela, o Sport tem, ao lado do Atlético-MG, a melhor defesa do Campeonato Brasileiro. Se por um lado o sistema defensivo funciona bem, por outro a equipe coleciona apenas 8 gols marcados e tem o pior ataque dos 20 clubes.

É justamente pelo número muito baixo de gols marcados que o Sport tenta empregar um futebol pouco mais ofensivo. Porém fica a dúvida se o jogo de hoje seria o melhor para isso.

Dentro do que se espera para o confronto, a tendência é de vitória do Flamengo. Uma aposta em placar com dois gols de vantagem parece a ideal, respeitando o bom histórico defensivo do Sport.

Veja também: Isaquias Queiroz se emociona em homenagem na sede náutica da Gávea

Flamengo e Sport: Onde assistir, escalações e arbitragem

Hoje é dia de rodada do Campeonato Brasileiro, e Flamengo e Sport se enfrentam no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A partida é válida pela décima sexta rodada da competição e é a chance do Flamengo se recuperar após a derrota pesada diante do Internacional, no último domingo.

A equipe de Renato Gaúcho tem na próxima quarta o confronto de volta pela Libertadores contra o Olímpia, mas dada a distância atual do líder e a vantagem contra os paraguaios, titulares serão colocados em campo hoje. Mas apesar disso, alguns jogadores serão desfalques.

Gabigol foi expulso na última rodada, Diego Ribas está suspenso com o terceiro cartão amarelo, Thiago Maia está com covid e Rodrigo Caio ainda segue sua recuperação.

O Sport por outro lado vive campeonato distinto, na luta contra o rebaixamento. A equipe está a quatro jogos sem perder na competição, porém tem um tabu de 21 anos sem vencer o Flamengo como visitante.

Flamengo e Sport: Prováveis escalações

O Flamengo recebeu nesta segunda metade de semana duas notícias ruins, primeiro o teste positivo de covid para Thiago Maia, jogador importante para o elenco. Outro nome que está com suspeitas de ter a doença é Gustavo Henrique, que não joga hoje, Bruno Viana será o substituto.

A provável escalação do Flamengo tem:

Diego Alves; Isla, Bruno Viana, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, João Gomes, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

Já o Sport de Umberto Louzer terá os reforços de Hernanes e Everton Felipe, recém contratados. A provável escalação tem:

Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Chico; Marcão Silva, José Welison e Gustavo Oliveira; Paulinho Moccelin, Tréllez e Mikael.

Flamengo e Sport: Onde assistir

A partida começa às 16h (horário de Brasília) no estádio Raulino de Oliveira, com transmissão da Globo para vários regiões do Brasil e no SporTV/Premiere.

Arbitragem

O árbitro será Raphael Claus, com os auxiliares Danilo Ricardo Simon Manis e Marcelo Carvalho Van Gasse.

Veja também: Flamengo encerra preparação para a partida contra o Sport, em Volta Redonda

Flamengo divulga lista de relacionados para partida contra Sport com retorno de Pedro

O Flamengo tem partida amanhã em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do Sport, a equipe de Renato Gaúcho terá a chance de se recuperar do último placar ruim no Brasileirão, diante do Internacional. A goleada dentro de casa acabou não gerando problemas de motivação, principalmente levando em consideração o resultado pela Libertadores na quarta.

Porém, o rubro negro perdeu uma grande chance de se aproximar dos líderes, já que o Palmeiras havia perdido para o Fortaleza.

A atual rodada será parecida, afinal Atlético-MG e Palmeiras se enfrentam, e um dos dois (ou os dois), perderão pontos.

Sem Gabigol expulso na última partida, Pedro será o substituto para a posição, o atacante que torceu o pé domingo passado, conseguiu se recuperar durante a semana, e agora está à disposição. Thiago Maia, com covid, é outro desfalque, além de Diego, cumprindo suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

A tendência é que João Gomes entre na equipe titular ao lado de Willian Arão. O quarteto de frente sofre apenas a alteração de Gabigol, com Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro.

Veja os relacionados:

Outro destaque é o de Rodrigo Caio. O zagueiro tinha a expectativa pela torcida, de retorno nos próximos dias. Porém a diretoria, em comum acordo com o jogador e comissão técnica/médica, decidiu seguir com o processo de fortalecimento muscular do jogador. O procedimento tem o objetivo de trazer maior força física para Rodrigo Caio, evitando novas lesões no futuro.

Com o novo planejamento, Rodrigo Caio só deverá voltar a campo em setembro. Com o desfalque inclusive, é possível que a diretoria repense a possibilidade de buscar um zagueiro na janela de transferências.

Veja também: Flamengo encerra preparação para a partida contra o Sport, em Volta Redonda

Pedro e Gérson voando, Arão mal; Confira as notas da partida

O Flamengo venceu o Sport pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Pedro (2) e Gustavo Henrique, a equipe de Domenec fez o resultado no segundo tempo, e garantiu mais três pontos na competição. O Flamengo fica momentaneamente na vice liderança.

Com bastante dificuldade para criar jogadas no primeiro tempo. O rubro negro furou a retranca de Jair Ventura no segundo, e para isso, contou com excelentes atuações individuais. Confira agora as notas da partida.

Neneca – 7,0

Preciso absolutamente todas as vezes que a bola chegou nele. Neneca é um achado da base, na noite de hoje não complicou nas saídas de bola. Na bola aérea também se destacou bem, até pela altura e maior condição de jogo, adquirida em campo;

Maurício Isla – 6,5

Bem no apoio, Isla fez uma partida consistente apesar de em alguns momentos ser afobado e gerar espaços na defesa. Deu uma grande assistência para Pedro no primeiro tempo, mas o goleiro do Sport defendeu;

Gustavo Henrique – 7,0

Em campo especialmente por conta da bola aérea, Gustavo Henrique justificou a confiança com um gol de cabeça e vitória na maioria das bola aéreas na defesa do Flamengo. Com a defesa mais encaixada, não sofreu tanto pelos ataques em velocidade do adversário;

Natan – 7,5

Natan não aparenta ter a idade que possui de fato. Joga de forma muito segura, mas segura em um ponto de impressionar até os mais experientes. Perfeito por baixo, bem por cima e de saída de bola regular para boa durante a partida. Suas arrancadas da linha de defesa para o meio de campo chamam a atenção também, pela segunda partida seguida;

Filipe Luís – 7,0

Mais um que fez partida sólida. Filipe Luís chegou bem na frente, mais pelo centro de campo como sempre. Tentou dar mais qualidade e criatividade pelo meio, e em alguns momentos conseguiu fazer bem isso. Na defesa esteve bem, nenhuma jogada aconteceu em suas costas;

Arão – 5,5

Desatento no jogo, Arão por vezes parecia perdido no sistema. Hoje teoricamente ele tinha mais liberdade para descer, já que Thiago Maia era o primeiro volante. O Arão de dois anos atrás descia bem, mas o de hoje parece ter perdido essa virtude. Não conseguiu fazer nem um, nem outro;

Thiago Maia – 7,5

Ao contrário de seu companheiro de “volancia”, Thiago Maia fez grande partida. Conseguiu auxiliar o meio de campo na criação de jogadas e ao mesmo tempo fez boa atuação defensiva. Foram incontáveis roubadas de bola, duas delas em contra ataques perigosos do Sport;

Gérson – 8,0

Gérson é um “deboche”. Partida monumental, tanto na frente quanto atrás, Gérson mais uma vez parecia onipresente em campo. Foi fundamental para o time na criação das jogadas, além disso consegue ditar muito bem o ritmo do jogo, como em momentos que precisa segurar mais a bola. Talvez tenha pecado inclusive, por reter ela demais no primeiro tempo, mas nada prejudicial;

Diego – 6,5

O responsável por fazer a bola rodar com velocidade, Diego não conseguiu fazer isso no primeiro tempo. Muito pelo contrário, mais uma vez o meia acaba pecando pela demora em soltar a bola e pelo tempo que fica com ela em seus pés. Falta uma tomada mais rápida de decisões. Mas sua avaliação melhora no segundo tempo, quando aí sim, começa a soltar a bola com maior velocidade e a equipe sobe a produção. Diego é útil demais para o elenco se compreender que precisa prender menos a bola;

Bruno Henrique – 7,0

Bruno tentou jogadas de velocidade, entrada na área com toques de bola e entradas na área para cabeceio, mas no primeiro tempo nada feito. Já no segundo seu rendimento subiu, assim como o de todo time. E ele pôde aproveitar de um meio de campo mais “vivo”. Preocupado apenas em atacar e não em criar…Bruno conseguiu dar assistências, irônico não? Em duas delas, Pedro balançou as redes;

Pedro – 8,5

O melhor em campo mais uma vez, Pedro é um bom problema para Domenec quando Gabigol voltar. O centroavante tem muita presença de área e fede a gol. Mas não é só isso, fez o pivô com muita qualidade e tem condições técnicas de sair da área para criar jogadas. Fez hoje uma atuação espetacular, mesmo no primeiro tempo, fez o que foi possível;

Os atletas que entraram no segundo tempo (Matheusinho, Renê, Pepê, Lincoln e Vitinho) tiveram pouco tempo, fecham sem nota.

Domenec Torrent – 7,5

Não inventou, manteve a estrutura do time com os dois meia abertos e dois volantes. Teve inteligência para no intervalo não trocar peças, e sim como elas se moviam em campo, e isso trouxe um Flamengo totalmente diferente para o segundo tempo. Demorou para alterar no segundo tempo, e poderia ter aproveitado melhor o contra ataque com Michael, Pedro Rocha ou Guilherme Bala.

Leia também: Após atuação impecável de Pedro, torcida manda recado para Gabigol

 

Confira o pré-jogo de Flamengo e Sport

O Flamengo entra em campo daqui a pouco para enfrentar o Sport pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O rubro negro carioca tem atualmente 21 pontos no campeonato, 6 a menos que o líder Atlético-MG. Se quiser encostar ainda mais ou ao menos manter a distância, vencer em casa se torna crucial.

Sem Arrascaeta, Everton Ribeiro e Rodrigo Caio, convocados por suas seleções, o Flamengo vem desfalcado. A maior preocupação se dá no meio de campo, já que o “cérebro” do time se dá por alí. Para diminuir essa dificuldade, Domenec pensou em Gérson pela esquerda mais adiantado, posição que jogou contra o Palmeiras e foi muito bem. Quem completa o meio com ele é Diego Ribas. Confira a escalação abaixo:

Isla conseguiu sua liberação da Federação Chilena e pode entrar em campo. Notícia boa para o Flamengo, mas a tendência é que na segunda partida do Chile, Isla possa jogar pela seleção, e assim, Matheusinho deverá entrar.

Mais uma vez o gramado do Maracanã tem sido alvo de reclamações por conta dos torcedores. O Gabigol recentemente teve lesão por conta de uma pisada em falso no gramado. Nenhuma medida mais definitiva em relação ao estado do gramado foi feita.

Confira abaixo o pré-jogo da partida pela FlaTV:

O Sport entra em campo com vários jogadores que já passaram pelo Flamengo. Dentre eles estão Thiago Neves, Lucas Mugni e Hernani Brocador, ambos serão titulares hoje.

Leia também: Profissional do Fla recebe proposta do Japão

 

Flahoje.com surgiu como uma alternativa para os flamenguistas curtirem as notícias do seu time imparcialmente.

© 2022 Flahoje. Todos os direitos reservados.